##issue.vol## 18, ##issue.no## 1 (2015)

DOI: http://dx.doi.org/10.18224/educ.v18i1


##issue.coverPage.altText##

Delgado de Carvalho (1884-1980) foi um dos signatários do Manifesto dos Pioneiros da Escola Nova, tendo sua produção intelectual sido reconhecida no campo da Geografia, da História, do Jornalismo das Ciências Políticas e Sociais, e registrada nos quarenta e nove livros que publicou nestas áreas do conhecimento. Foi professor no Colégio Pedro II, no Instituto de Educação do Rio de Janeiro, no Colégio Bennett, na Universidade do Distrito Federal, na Faculdade Nacional de Filosofia da Universidade do Brasil e no Instituto Rio Branco. Sua atuação no campo da Geografia foi especialmente reconhecida, não apenas pelos livros que escreveu, mas especialmente pela sua atuação no Conselho Nacional de Geografia e no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.
Participou ativamente da criação da Associação Brasileira de Educação, em 1924. Foi membro da Comissão Nacional do Livro Didático e da Campanha Nacional do Livro Didático e Manuais de Ensino, setores do INEP e, nesta condição, redigiu manuais de ensino de Geografia e de ensino de História, considerados como referência para as escolas de educação básica de várias regiões do Brasil, nas décadas de 1940 a 1960.
O nome de Carlos Delgado de Carvalho aparece registrado em alguns documentos como Carlos Miguel Delgado de Carvalho. A explicação dada é que seu pai, que tinha o mesmo nome e era um monarquista convicto, renegando o novo país republicano defendido por Delgado, rompeu com ele e lhe pediu para que não utilizasse o mesmo nome. Delgado, então, resolveu incluir Miguel em sua assinatura. Posteriormente, ele voltaria a assinar com o seu nome original. (IBGE- Memória Institucional, 2009, p. 11).
--------------------------------------------------
Referência Bibliográfica disponível em:
http://biblioteca.ibeg.goiv.be\visualisacao\monografia\