"O MEU DESEJO É A VIDA DO MEU POVO" (EST 7,3): OS JOVENS DA BÍBLIA PROVOCANDO SUBJETIVIDADES E AUTONOMIAS NA TRAJETÓRIA DA PASTORAL DA JUVENTUDE

Joilson de Souza Toledo

##article.abstract##


Resumo: a Pastoral da Juventude (PJ) aparece como um segmento da Igreja Católica que fomenta escolhas, posturas e subjetividades que contribuem para que seus membros lidem de forma sadia com a diversidade e a adversidade. O que estaria por trás destas posturas e
trajetórias? Este artigo se propõe a partir de aportes da história cultural e de gênero analisar três publicações de referência sobre personagens e perícopes da literatura sagrada cristã que marcaram a trajetória da PJ e assim reconhecer elementos de suas místicas, opções metodológicas
e escolhas políticas. Estas publicações apontam para pessoas jovens marcadas pela autonomia, pelo protagonismo e por uma vivencia criativa e afirmativa de situações de adversidade.
Palavras-chave: Bíblia. Juventudes. Imaginário.

##reader.fullText##

PDF

##comments.commentsOnArticle##

##comments.viewAllComments##


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura |ISSN 1983-7828 | Qualis B3