O MITO DE CHRISTIAN ROSENKREUTZ: UMA VISÃO A PARTIR DE MIRCEA ELIADE

Marcel Henrique Rodrigues

##article.abstract##


Resumo: o estudo da temática dos símbolos e de tradições filosófico-iniciáticas trouxe à luz este artigo. Baseando-se na escassez de estudos na área, principalmente pela pouca quantidade de artigos científicos que tratasse de tal temática, é que surgiu o interesse por pesquisar e
dialogar com a história de uma das mais antigas e difundidas sociedades esotéricas existentes no mundo. Nosso enfoque visa apresentar a mítica figura de Christian Rosenkreutz, possível fundador da fraternidade Rosa-Cruz, através de uma análise de sua experiência religiosa.
Para isto utilizamos o método fenomenológico e nos baseamos na compreensão de experiência religiosa mediante os estudos de Eliade em sua obra O Sagrado e o Profano. Também contamos, secundariamente, com outros estudiosos como Otto e Campbell. Além de explorar a experiência religiosa de Rosenkreutz, este estudo também visa contemplar uma rápida análise da noção de cosmologia e cosmogonia na visão rosacruciana e a noção de sagrado e
de ser humano.
Palavras-chave: Rosa-Cruz. Experiência Religiosa. Misticismo. Mircea Eliade.

##reader.fullText##

PDF

##comments.commentsOnArticle##

##comments.viewAllComments##


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura |ISSN 1983-7828 | Qualis B3