Jovens Conectados: a vivência da inteligência coletiva com o sagrado no bote fé

Maria Amélia Saad, Patrícia Quitero Rosenzweig

##article.abstract##


RESUMO: Este artigo analisa a forma de atuação da Igreja Católica a partir da nova realidade comunicacional das redes
sociais, especialmente no que tange à evangelização da juventude. Com contribuições do pensamento
sistêmico, sobretudo à luz da teoria da Inteligência Coletiva idealizada por Lévy (2003), além da contribuição
das árvores do conhecimento, também de Lévy (1992), e a Ciberteologia, de Spadaro (2012). Para tanto, foi
realizada uma análise crítica de conteúdo das postagens colaborativas feitas por fieis-internautas, durante
o Bote Fé, desde o processo de recebimento do material pela fonte até a publicação no site e Facebook Jovens
Conectados, que possui uma das maiores abrangências no meio católico, além de ser o canal oficial da
Comissão para Juventude da CNBB.

PALAVRAS-CHAVE: Redes Sociais; Igreja Católica; Juventude; Interação entre jovens.

##reader.fullText##

PDF

##comments.commentsOnArticle##

##comments.viewAllComments##


PANORAMA | Comunicação Social | Pontifícia Universidade Católica de Goiás |ISSN 2237-1087 | Qualis C