???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/1766
Tipo do documento: Tese
Título: PAISAGEM, EXPERIÊNCIA E REPRESENTAÇÕES SOCIAIS: O olhar etnográfico para um fenômeno de cultura.
Título(s) alternativo(s): LANDSCAPE, EXPERIENCE AND SOCIAL REPRESENTATIONS: The ethnographic eye to a phenomenon of culture.
Autor: Amaral-silva, Margarida do 
Primeiro orientador: Campos, Pedro Humberto Farias
Primeiro membro da banca: Laraia, Roque de Barros
Segundo membro da banca: Felício, Eguimar Chaveiro
Terceiro membro da banca: Coelho, Cristiano
Quarto membro da banca: Miranda, Fábio Jesus
Resumo: Esta tese tem como principal objetivo a realização de um estudo etnográfico da paisagem segundo experiência e conforme representação social. Com foco para a interpretação do elo entre ação e representação, a paisagem foi apreciada por uma perspectiva multidisciplinar que encaminhou o estudo da paisagem, primeiro, como tema da Antropologia e, depois, pela perspectiva da Geografia Cultural e de algumas outras disciplinas. Em seguida, ao considerarmos que a existência do objeto social é condicionada pela persistência de sua representação, demos ênfase à abordagem estrutural da Psicologia Social para a visualizamos, teórico-metodológicamente, a paisagem conforme experiência social. Em vista disto, observamos esse fenômeno de cultura conforme construção social emergente da experiência direta em estruturas materiais de mediação. A Teoria da Instalação, assim, possibilitou-nos a análise da paisagem de parques urbanos enquanto experiência que aciona a formulação da instalação topográfica e psicossocial do lugar. Nossos estudos de caso deram-se no contexto de fenômenos de cultura como o Parque Ibirapuera, localizado na cidade de São Paulo, e o Lago das Rosas e o Bosque dos Buritis, situados em Goiânia, Goiás. A produção desta tese foi acompanhada pelo exame quanti-qualitativo de evocações coletadas pela aplicação de questionários em dois parques goianienses e no maior parque paulistano. Em seguida, a segunda fase do estudo de caso voltou-se para a interpretação das experiências paisagísticas de dois sujeitos que se apropriaram do Parque Ibirapuera pela captação de imagens fotográficas, videogravadas (subcam), desenhadas e narradas em entrevistas semiestruturadas. Diante dos delineamentos interpretativos desta pesquisa, podemos inferir que, embora a paisagem seja polissêmica, ela também possui um campo de representações sociais limitado, estável e organizado. Compreendemos, então, que a paisagem somente comportou análises mediadas pela Teoria das Representações Sociais e pela Teoria da Instalação porque é construída física, psicológica e socialmente e, portanto, usufrui de estabilidade e organização no contexto dos parques urbanos que foram pesquisados.
Abstract: This thesis has as main objective the realization of an ethnographic study of the landscape according to the experience and as social representation. Focusing on the interpretation of the link between action and representation, the landscape was assessed by a multidisciplinary perspective that triggered the referral theorist who toured the landscape exposed, first, as the theme of anthropology and then by the prospect Cultural Geography and some other disciplines as well. Then, we consider that the existence of the social object is conditioned by the persistence of their representation, we have emphasized the structural approach to visualize social psychology, theoretical and methodological landscape as social experience. In view of this, we observe the phenomenon of culture as emergent social construction of direct experience in the material structures of mediation. The Theory of Installation thus enabled us to analyze the landscape of urban parks as experiences that trigger the development of psychosocial and topographical installation. Our case studies given in the context of cultural phenomena similar to Ibirapuera Park, located in the city of São Paulo, and the Lago das Rosas and Bosque dos Buritis Park, located in Goiânia, Goiás. The production of this thesis was accompanied by quanti-qualitative examination of the evocations collected by questionnaires in the São Paulo park as well as on those in Goiânia. Then, the second phase of the case study turned to the interpretation of landscape experiences of two subjects who appropriated the Ibirapuera Park by capturing images, video recorded (subcam), designed and narrated in structured interviews. Given the interpretive designs of this research we can conclude that, although the landscape is polysemic, it also has a limited field of social representations, stable and organized. We understand, then, that the landscape only behaved analyzes mediated by the Social Representation Theory and the Theory of the installation because it is built physically, psychologically and socially, and therefore enjoys stability and organization in the context of the urban parks that were surveyed.
Palavras-chave: Paisagem
Experiência
Representação Social
Landscape
Experience
Social Representation
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências Humanas
Programa: Stricto Sensu - Doutorado em Psicologia
Citação: AMARAL-SILVA, Margarida do. LANDSCAPE, EXPERIENCE AND SOCIAL REPRESENTATIONS: The ethnographic eye to a phenomenon of culture.. 2013. 295 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIÂNIA, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1766
Data de defesa: 16-Sep-2013
Appears in Collections:Doutorado em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Margarida do Amaral Silva.pdf5,46 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.