???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/1833
Tipo do documento: Dissertação
Título: A PÓS-GRADUAÇÃO COMO CENÁRIO SOCIAL DE CONSTITUIÇÃO DE SUBJETIVIDADES
Título(s) alternativo(s): The post-graduation as a social scenario to constitute subjectivities
Autor: Ataídes, Cláudia Barrozo de Queiroz 
Primeiro orientador: Rey, Fernando Luis González
Primeiro membro da banca: Sousa, Sônia Margarida Gomes
Segundo membro da banca: Guzzo, Raquel Souza Lobo
Resumo: Esta pesquisa investiga a pós-graduação apresentando-a como cenário social de constituição de subjetividades. A partir de indicadores produzidos em encontros mensais com nove mestrandos, realizados entre os meses de março de 2004 e maio de 2005, a subjetividade social, categoria criada por González Rey (2003) e as forças sociopsicológicas, em especial a sociometria, categoria proposta por Moreno (1992), são exploradas com o intuito de ampliar a reflexão sobre os processos sociais subjetivos que estruturam as ações e inter-relações na academia, constituem os mestrandos e moldam suas escritas. A subjetividade social refere-se à existência de um contexto social de subjetivação que constitui o sujeito e é constituído por ele em processo dinâmico e recíproco. A análise sociométrica auxilia na investigação de processos complexos relacionados a escolhas, aceitações, rejeições, mútuas ou não, que configuram uma realidade social não aparente e muitas vezes em dissonância com a verdade oficial sobre as relações. No decorrer desta pesquisa delinearam-se três cenários de análise: a sala de aula de mestrado, a dupla de orientação e a vida privada dos mestrandos. Os resultados da presente pesquisa apontam para a necessidade de reflexão sobre as formas não-oficiais de como a diversidade teórico-metodológica é vivenciada na pós-graduação. Na análise questiona-se com qual sujeito se compromete a sociedade acadêmica: de um lado está o sujeito autônomo, reflexivo e capaz de conviver e dialogar com a diversidade; de outro, está o sujeito aderente , passivo, envolvido em situações de subordinação e comprometido com o diálogo entre iguais, num exercício de auto-confirmação. Os resultados obtidos também enfatizam a necessidade de se repensar os parâmetros que regulamentam a prática da orientação na pós-graduação.
Abstract: This research investigates the post-graduation, presenting it as a social scenario that constitutes subjectivities. Through the means of indicators produced in monthly meetings with nine post-graduate students, carried out between March 2004 and May 2005, social subjectivity, a category developed by González Rey (2003), and specially sociometry, a category proposed by Moreno (1992), are explored aiming to broaden the reflection about the subjective social processes that structure the actions and inter-relations in the academy, constitute the post-graduates, and mold their writing. Social subjectivity refers to the existence of a social context of subjectivization that constitutes the subject and is constituted by it in a dynamic and reciprocal process. Sociometric analysis helps the investigation of complex processes related to choices, acceptances, rejections, mutual or not, which configure a social reality that is not apparent and many times is in dissonance with the official truth about the relations. Throughout the period of this research, three scenarios for analyses were designed: the post-graduation classroom, the dyad advisor-postgraduate student, and the post-graduate students private life. The results of the present research point to the need of reflection about the non-official forms of how the theoretical-methodological diversity is experienced in the post-graduation. In the analysis, the subject whom the academic society is committed with is questioned: on the one hand there is the autonomous subject, who is reflexive and able to live with and dialogue with diversity; on the other hand, there is the adherent subject, who is passive and involved in situations of subordination and commited with the dialogue between peers, in a self-confirmation exercise. The results here obtained also emphazise the need of rethinking the parameters that regulate the practice of advising in the post-graduation.
Palavras-chave: Pós-graduação
subjetividade social
sala de aula de mestrado
cenário de orientação de dissertação
sociometria
escrita de mestrandos
Post-graduation
social subjectivity
post-graduation classroom
scenario of dissertation orientation
sociometry
post-graduate students writing
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências Humanas
Programa: Psicologia
Citação: ATAÍDES, Cláudia Barrozo de Queiroz. The post-graduation as a social scenario to constitute subjectivities. 2005. 155 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1833
Data de defesa: 12-Dec-2005
Appears in Collections:Mestrado em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Claudia Barrozo de Queiroz e Ataides.pdf1,03 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.