???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/1875
Tipo do documento: Dissertação
Título: A DESISTÊNCIA DA CONDUTA INFRACIONAL EM ADOLESCENTES.
Autor: Leão, Nara Cristina 
Primeiro orientador: Resende, Ana Cristina
Primeiro membro da banca: Zanini, Daniela Sacramento
Segundo membro da banca: Costa, Liana Fortunato
Resumo: O envolvimento de adolescentes em crimes é um problema que tem mobilizado muito a sociedade e a questão tem sido debatida em diversos espaços. Frente a isso, percebe-se a necessidade de a ciência se ocupar desse tema e investigá-lo. Esta dissertação se propõe a investigar especificamente o processo de desistência da conduta infracional por adolescentes em conflito com a lei. Para isso, foram realizadas duas pesquisas, organizadas e apresentadas por meio de dois artigos: um teórico e outro empírico. O primeiro traz uma revisão sistemática de literatura, na qual se analisou, criticamente, o que vem sendo publicado no meio científico sobre a desistência do crime em adolescentes, nos últimos 10 anos, em ferramentas de busca e bases de dados com artigos nacionais e estrangeiros Google Acadêmico, BVS, Scirus, ScienceDirect, Psycinfo. Foram encontrados 19 artigos, sendo 8 nacionais e 11 internacionais, os quais focaram, basicamente, duas questões: trajetórias de vida e modelos de intervenção. Como conclusão, ressaltou-se o fator ambiente como altamente relevante para o desenvolvimento e manutenção do comportamento antissocial, e também a possibilidade de desenvolvimento de ações com esse público que o auxiliem no processo de abandono da conduta infracional. A segunda pesquisa, apresentada no segundo artigo, trata de dois estudos descritivos e exploratórios, que tem como objetivo investigar a disponibilidade psicológica para a desistência da conduta infracional em adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa de internação. O primeiro deles utilizou-se de uma amostra de 44 adolescentes sob medida socioeducativa de internação, por meio do Método de Rorschach (Sistema Compreensivo). Observou-se que 40% da amostra estava disponível para o abandono da conduta infracional, e os aspectos da personalidade que mais favoreciam essa disponibilidade para mudança de conduta estavam relacionados ao interesse pelo que as pessoas falam e fazem (SumH), bem como a flexibilidade do pensamento na tomada de decisões e na adaptação a novas situações (a:p). Os aspectos menos presentes estavam relacionados à habilidade para estabelecer relacionamentos psicologicamente íntimos com outras pessoas (SumT) e à capacidade de introspecção (FD). No segundo, fez-se análise de conteúdo das entrevistas de dois adolescentes, visando aprofundar nas questões relativas à desistência do crime. Os dois adolescentes apresentaram diferenças quanto à disponibilidade para a desistência da conduta infracional, especialmente com relação ao sofrimento vivido pela atual situação de vida. Enfim, pôde-se concluir, ao final das duas pesquisas, que é possível desenvolver atuações com adolescentes em conflito com a lei visando a desistência do crime, tanto em nível individual quanto em níveis mais amplos, envolvendo o jovem, a sua família e a comunidade em que vivem, para que aumentem as chances de desistência do crime e reestruturação de vida.
Abstract: The involvement of adolescents in criminal activities is a problem that has mobilized the society and the issue has been debated in several areas. For this reason, science needs to get engaged in this issue and investigate it. This dissertation proposes to specifically investigate the process of desistance of antisocial behavior by adolescents in conflict with the law. For this, two surveys were conducted, organized and presented by means of two articles: one theoretical and one empirical. The first one is a systematic review of the literature, which analyzed critically what has been published in the scientific community on desistance from crime in adolescents over the last 10 years, in search tools and databases with national and international articles - Google Scholar, BVS, Scirus, ScienceDirect, Psycinfo. 19 articles were found, 8 national and 11 international, which focused primarily on two issues: life trajectories and models of intervention. In conclusion, they emphasized the environment as a highly relevant factor for the development and maintenance of antisocial behavior, and also the possibility of developing actions that assist in the process of desistance of criminal behavior. The second study, presented in the second article, is about two descriptive and exploratory researches, and it aims to investigate the psychological availability to the desistance of criminal behavior in adolescents under socio-educational measure. In the first one, a sample of 44 adolescents was used, through the Rorschach method (Comprehensive System). It was observed that 40% of the sample was available for the abandonment of criminal behavior, and the aspects of personality that most favored the willingness to change behavior were related to interest in what people say and do (SumH), as well as flexibility of thought in making decisions and adaptating to new situations (a: p). The least present aspects were related to the ability to establish psychologically intimate relationships with other people (SumT), and the ability of introspection (FD). In the second one, there was a content analysis of the interviews of two teenagers aiming to deepen on issues concerning desistance of crime. The two teenagers differed in availability to the discontinuance of criminal behavior, especially with respect to the suffering experienced by the current life situation. Anyway, it was concluded at the end of the two surveys that it is possible to develop performances with adolescents in conflict with the law aiming at desistance from crime, both individually and in broader levels, involving the youngsters, their family, and the community where they live, so that there might be an increase in the chances of desistance from crime and restructuring of life.
Palavras-chave: adolescentes
desistência
crime
adolescents
desistance
crime
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências Humanas
Programa: Psicologia
Citação: LEÃO, Nara Cristina. A DESISTÊNCIA DA CONDUTA INFRACIONAL EM ADOLESCENTES.. 2014. 102 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIÂNIA, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1875
Data de defesa: 15-Dec-2014
Appears in Collections:Mestrado em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Nara Cristina Leao.pdf2,4 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.