???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/1931
Tipo do documento: Dissertação
Título: Adoção de crianças por homossexuais: crenças e formas de preconceito.
Autor: Falcão, Luciene Campos 
Primeiro orientador: Torres, Ana Raquel Rosas
Primeiro membro da banca: Larrain, Leoncio Francisco Camino Rodriguez
Segundo membro da banca: Campos, Pedro Humberto Farias
Resumo: Este trabalho procurou entender o posicionamento dos estudantes universitários goianos sobre a adoção de crianças por homossexuais, ancorando esse posicionamento numa rede de representações sociais sobre a homossexualidade, sobre a melhor forma de educar as crianças e sobre a influência da relação homossexual na criação dos filhos. Teve também como objetivo, verificar como estudantes expressam seu preconceito contra homossexuais, sobretudo nos índices de rejeição à intimidade e expressão de emoções negativas e positivas. No primeiro estudo (n=288) constatou-se que os estudantes tinham atitudes diferentes sobre a adoção de crianças por homossexuais dependendo de como eles representavam a homossexualidade e de suas pertenças sociais. No segundo estudo (n=134) verificouse que as pertenças religiosas são preponderantes para entender a posição dos estudantes em relação ao casamento homossexual, sendo que a maior parte dos evangélicos não concorda com o casamento homossexual por acreditar que vai contra os princípios formulados por Deus. No terceiro estudo (n=297) contatou-se que os universitários espíritas que concordam com o casamento homossexual são favoráveis à adoção de crianças por homossexuais. Por outro lado, os estudantes que explicam a homossexualidade em termos de comportamentos imoral ou ligada a problemas hereditários e os estudantes de psicologia são aqueles que consideram errado a adoção por casais homossexuais. Os resultados permitiriam classificar os estudantes em três grupos de indivíduos: preconceituosos flagrantes, preconceituosos sutis e não preconceituosos. O grupo mais representativo era composto por preconceituosos flagrantes, corroborando com o fato do Brasil apresentar altos índices de homofobia (Mott, 2003). Esses resultados apontam a necessidade de discutir a tolerância em relação às minorias sociais na educação popular e pretende subsidiar cientificamente o debate sobre a adoção por casais homossexuais
Abstract: This research tried to understand what the students of Goiás University think about the children's adoption by homosexuals. This is anchored by some nets of social representations such as the homosexuality, what the best form of educating our children and what it is a really family. We believe that the possible rejection of the children's adoption by homosexuals is linked to the levels of existent homosexual aversion in the Brazilian society. In the first study (n=288) was verified that students had different attitudes toward the children's adoption by homosexuals depending on how they represented the homosexuality and their social belongings. In the second study (n=134) was verified that religious values are preponderant to understand the students´ position in relation to the homosexual marriage. Moreover, the majority evangelical doesn't agree with the homosexual marriage because they believe it is against the principle formulated by God. In the third study (n=297) was verified that the spiritualist university students, who agree with the homosexual marriage, are favorable to the children's adoption by homosexuals. However, most of the students that consider the adoption by homosexual couples wrong are the psychology students and also those that explain the homosexuality as immoral behavior or behavior linked to hereditary problems. The results would allow to classify the students in three groups of individuals: flagrant prejudiced, subtle prejudiced and no prejudiced. The most representative group is flagrant prejudiced, corroborating to the fact that there is a high index of homosexual aversion in Brazil (Mott, 2003). Those results point to the need to discuss the tolerance against social minorities in the popular education and they also intend to supply scientific data for the debate about the adoption by homosexual couples.
Palavras-chave: ADOÇÃO DE CRIANÇA
HOMOSSEXUAL
PRECONCEITO
HOMOFOBIA
DISCRIMINAÇÃO SEXUAL
CASAMENTO HOMOSSEXUAL
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências Humanas
Programa: Psicologia
Citação: FALCÃO, Luciene Campos. Adoção de crianças por homossexuais: crenças e formas de preconceito.. 2004. 178 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia, 2004.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1931
Data de defesa: 28-Feb-2004
Appears in Collections:Mestrado em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Luciene Campos Falcao.pdf1,02 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.