???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/1989
Tipo do documento: Dissertação
Título: O TRABALHO EM UMA BANDA DE BLUES: uma abordagem psicodinâmica
Autor: Assis, Daniela Tavares Ferreira de 
Primeiro orientador: Macêdo, Kátia Barbosa
Primeiro membro da banca: Maheirie, Kátia
Segundo membro da banca: Resende, Anita Cristina Azevedo
Resumo: O presente trabalho apresenta dados de uma pesquisa que abordou as vivências de prazer e de sofrimento de cinco componentes de uma banda de blues com renome no mercado fonográfico da região Centro-Oeste do Brasil. A abordagem psicodinâmica do trabalho em uma banda de blues foi o tema da presente pesquisa, o qual objetivou investigar a organização e condições de trabalho, as vivências de prazer e sofrimento, as estratégias de enfrentamento, a identidade profissional e os sentidos do trabalho. Trata-se de um estudo de caso de caráter descritivo e exploratório, cujos instrumentos de pesquisa foram entrevistas semi-estruturadas e observação de ensaios e shows da banda. O delineamento deste estudo privilegiou os preceitos dejourianos como perspectiva da psicodinâmica do trabalho. Os dados coletados foram analisados por meio da análise gráfica do discurso de Lane (1985). As análises dos dados indicam condições precárias de trabalho às quais os músicos estão submetidos. Como resultados, emergiram categorias relacionadas à sua percepção relativas às condições, relações de trabalho e organização do trabalho, vivências de prazer e sofrimento no trabalho e as estratégias de enfrentamento. Como indicadores de prazer e sofrimento, foram abordados o sentido do trabalho de criação vinculado à arte e o trabalho como construtor de identidade. Em relação à organização e às condições de trabalho, observa-se que a divisão e execução de tarefas são realizadas informalmente e em condições que afetam a saúde dos músicos. No que se refere às relações de trabalho na banda, os dados indicam que a convivência entre eles parece ser harmoniosa. Dentre os fatores que geram vivências de prazer, destaca-se o desenvolvimento pessoal e melhor retorno financeiro; e dos que geram vivências de sofrimento, o preconceito social que enfrentam por serem artistas e trabalharem à noite, além a dupla jornada de trabalho e o fato de morar em Goiás, região com preferência musical predominantemente sertaneja para a maioria da população. Os participantes relataram que utilizam estratégias de enfrentamento como atitudes agressivas, gritos, e outras, como a prática da leitura. No tocante à identidade profissional, como criação, eles atribuem a liberdade criativa como sentido do trabalho. Os resultados obtidos nesta investigação sugerem que as condições de trabalho dos músicos são precárias e informais, e a dupla jornada de trabalho expõe o trabalhador a vários tipos de risco à saúde. São ainda vítimas de preconceitos, humilhação, estigmas negativos e excluídos de alguns ambientes sociais. Contrapondo-se a essas características de prazer e de sofrimento, o trabalho a banda pode-se configurar em uma possibilidade para a busca de identidade, autonomia, reconhecimento e de renda financeira adicional, além da mera sobrevivência.
Abstract: This present paper presents data of research that studied the experiences of a blues band, famous in the recording market in the mid-west of Brazil. The psychodynamic approach to the work in a blues band was the theme of the present to research. This study aimed to investigate the organization and working conditions, the experiences of pleasure and suffering, the strategies of confrontation, the professional identity and the significance of the work. It is a case study of descriptive and exploratory character, whose research instruments were the semi-structured interviews and observation of rehearsals and shows. The data collected were analyzed by means of the graphic analysis of the discourse of Lane (1995). This analyses of the data indicate the precarious working conditions to wich the musicians are submitted. Categories related to their perceptions of the conditions, work relations and work organization, experiences of pleasure and suffering in work and the strategies of confrontation, emerged as results. The meaning of the work of creation linked to art and the work as a constructor of identity were approached as indicators of pleasure and suffering. In relation to organization and working conditions, it was observed that the division and performance of tasks are carried out informally and in conditions that affect musicians health. Concerning the work relations of the band the data shows the interaction among them seems to be harmonious. Among the factors that create experiences of pleasure, personal development and better financial returns stand out. Those that create experiences of suffering are the social prejudice that they face because they are performers and work at night, the double shift and the fact of living in Goiás, a region with a musical preference predominately country for the majority of the population. The participants said that they use strategies of confrontation with aggressive attitudes, such as the practice of reading. With respect to professional identity, they attribute to creative freedom the meaning of the work. The results obtained this investigation suggest that the working conditions of the musicans are precarious and informal and the double shift of work exposes the worker to several types of health risks: moreover, they are victims of prejudice, humiliation, negative stigmas and excluded from some soceial circles. In contrast to theses characteristics of pleasure and suffering, the work of the band takes shape as a possibility for a search for identity, autonomy, recognition and additional income, become mere survival.
Palavras-chave: psicodinâmica do trabalho
música
blues e trabalho
psychodynamics at workplace
music
blues and work
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências Humanas
Programa: Psicologia
Citação: ASSIS, Daniela Tavares Ferreira de. O TRABALHO EM UMA BANDA DE BLUES: uma abordagem psicodinâmica. 2008. 121 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/1989
Data de defesa: 4-Apr-2008
Appears in Collections:Mestrado em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DANIELA TAVARES FERREIRA DE ASSIS.pdf608,09 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.