???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/2040
Tipo do documento: Dissertação
Título: JOVENS E RELACIONAMENTOS AFETIVOS: MEDIAÇÕES PSICOSSOCIAIS DO AMOR EM TEMPOS DO "FICAR‟
Título(s) alternativo(s): Young adults and affective relationships: psychosocial mediations of love in casual dating times
Autor: Assis, Nádia Correia Frutuoso de 
Primeiro orientador: Sousa, Sônia Margarida Gomes
Primeiro membro da banca: Queiroz, Edna Mendonça Oliveira de
Segundo membro da banca: Resende, Anita Cristina Azevedo
Resumo: Partindo da compreensão de indivíduo e sociedade, objetividade e subjetividade enquanto realidades que se constituem em uma relação de unidade recíproca e indissociável, a presente pesquisa buscou apreender a participação de instâncias de mediação psicossocial fundamentais no processo de socialização, tais como a família, a religião, o trabalho, os grupos, a indústria cultural, na formação dos sentidos e significados que os jovens contemporâneos produzem acerca dos relacionamentos afetivos. O desenvolvimento histórico da noção de juventude, a constituição da sociabilidade, da sexualidade e da afetividade do jovem também são discutidas na tentativa de compreensão das novas e das tradicionais maneiras do jovem relacionar-se afetivamente na atualidade. A pesquisa foi realizada com alunos da Universidade Federal de Goiás, do quinto período dos cursos de Geografia e Pedagogia, ambos licenciatura e noturnos, e Medicina, integral, e Direito, matutino, dos quais foram selecionados oito alunos, sendo quatro do sexo masculino e quatro do sexo feminino. A escolha dos cursos e dos estudantes foi fundamentada no objetivo de analisar e discutir as relações de universalidade, particularidade e singularidade, crivadas e mediadas psicossocialmente pelas diferenças de classe social e de gênero, relevantes para a produção dos sentidos e significados dos relacionamentos afetivos. Os dados empíricos para a realização deste estudo foram apreendidos através da aplicação de questionário e de uma entrevista semi-estruturada, com os oito jovens estudantes da universidade que atendiam aos critérios de renda familiar, gênero e quantidade de pessoas com que haviam ficado‟ no último ano. Mediada pelas contribuições de autores fundamentais como Adorno, Horkheimer, Freud, Marx e outros teóricos, também importantes para a compreensão das formas de sociabilidade do jovem contemporâneo, a análise dos dados resultantes da presente pesquisa aponta para uma constituição psicossocial tendencialmente conservadora da juventude, fortemente vinculada a valores familiares e religiosos, que ainda procura pelo grande amor de sua vida, sendo a escolha do parceiro afetivo pautada em critérios que dizem respeito à possibilidade de completude e satisfação sem grandes dificuldades e diferenças. Na verdade, a diferença é que constitui a dificuldade no relacionamento. Ao mesmo tempo, o ficar com alguém‟ expande-se entre os jovens como um tipo de relacionamento fugaz e descompromissado, que tem a obtenção do prazer imediato e egoísta como principal projeto. Em síntese, os relacionamentos afetivos entre os jovens desenvolvem-se marcados por tendências cada vez mais narcísicas e intolerantes ao diferente e, neste sentido, fortemente individualistas, auto-referidos e heterônomos.
Abstract: Starting from the comprehension of individual and society, objectivity and subjectivity as realities that constitute themselves in a reciprocal and inseparable relation, the following research has looked for the understanding of the participation of the instances of psychosocial mediation that are essentials in the process of socialization, such as family, religion, work, social groups, cultural industry, in the formation of signs and meanings that contemporary teenagers create related to relationships. The historical development of the youth notion, the young adult constitution of sociability, sexuality and affection are also discussed trying to comprehend the young adult new and traditional ways of relationships nowadays. The research has been done with fifth term UFG students from Geography, Pedagogy, Medicine and Law majors. From this group eight students has been selected, four males and four females. The degrees choice was based on the goal of analyze and discuss the universality, particularity and singularity relationships psychosocially mediated by social and gender differences, which are relevant to produce affective relationships meaning. The empirical data used in this study came from Question and Answers, as well as from interviews with the eight students who corresponded with the following criteria: family income, gender and number of people who they had dated during the last year. Mediated by fundamental authors` contributions, such as Adorno, Horkheimer, Freud, Marx and others who are also important for the comprehension of the contemporary young adult sociability ways, the research points to a conservative psychosocial constitution of youth in general, strongly linked to family and religious values, which is still looking for the love of their lives. Therefore, the choice of a partner is based on criterions related to a possibility of satisfaction without many difficulties and differences. As a matter of fact, these very differences are what constitute difficulties in relationships. At the same time, casual dating someone has been known among young adults as a short and uncommitted relationship, with the main goal being an immediate selfish pleasure. In short, affective relationships between young adults have been developing themselves marked by tendencies more and more narcissistically and intolerant about what is different, and in this way, strongly individualistic, self-aimed and heteronyms.
Palavras-chave: juventude
mediação psicossocial
sentidos dos relacionamentos afetivos
youth
psychosocial mediation
affective relationships meanings
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências Humanas
Programa: Psicologia
Citação: ASSIS, Nádia Correia Frutuoso de. Young adults and affective relationships: psychosocial mediations of love in casual dating times. 2010. 116 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIÂNIA, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/2040
Data de defesa: 15-Mar-2010
Appears in Collections:Mestrado em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Nadia Correia Frutuoso de Assis.pdf724,08 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.