???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/2124
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação das atividades antinociceptiva, antiinflamatória e antipirética do extrato hidroalcoólico bruto de Alternanthera CF brasiliana (L) Kuntze em ratos
Autor: Cruz, Rotherdan Mecenas 
Primeiro orientador: Souza, Fabiane Hiratsuka Veiga de
Primeiro membro da banca: Aquino, Gilberto Lucio Benedito de
Segundo membro da banca: Funez, Mani Indiana
Resumo: As plantas medicinais sempre foram utilizadas pelo homem para sanar problemas de saúde. Este tratamento é baseado principalmente na observação do comportamento dos animais frente as plantas e na passagem dos costumes de sua utilização de geração em geração. Muitos medicamentos fitoterápicos são atualmente utilizados na terapêutica depois de sua ação comprovada cientificamente, validando seu uso e eficácia. Tendo em vista os altos investimentos aplicados pelos grandes conglomerados farmacêuticos no desenvolvimento de novos fármacos e a descoberta relativamente lenta destes, as plantas são sem dúvida fontes pouco exploradas para esse fim já que existem poucos estudos quando comparado ao grande número de espécies da flora. O objetivo deste estudo foi avaliar as atividades antiinflamatória, antipirética e antinociceptiva do extrato bruto de Alternanthera brasiliana (EAB) no modelo de edema de pata induzido por carragenina, no modelo de febre induzida por substância pirogência, Lipopolissacarídeo- LPS e no modelo de dor induzida por formalina em ratos, respectivamente. No teste de atividade antipirética, a inibição do EAB na concentração de 40mg/kg ocorreu em dois intervalos: 4,5h, inibição de 31,4% e 6h, 35,7% de redução. Já na concentração de 80 mg/Kg só ocorreu na 6ª hora, 42,8%. A dose de 160mg/kg inibiu a febre significativamente, 30,6%, apenas em torno de 4,5h após a injeção do LPS. As doses de 640 e 1280 mg/kg demonstraram ser eficientes em reduzir a febre principalmente entre a 2ª e 6ª horas, onde o pico de inibição na 3ª hora (47% para a menor dose e 35,2% para dose de 1280 mg). Nos resultados referentes a inibição do edema provocado por carragenina observa-se que as doses de 640 e 1280mg/kg foram eficazes na redução do edema entre as 3ª e 5ª horas, com pico de inibição de 36,8% na 3ª hora para a dose de 1280 mg e diminuição de 36,2% na 4ªh para a menor dose, demonstrando resultado semelhante a droga antiinflamatória utilizada como controle positivo, a indometacina. A administração do EAB no teste de nocicepção, nas doses de 640 e 1280mg, mostrou inibição significativa sobre o número de sacudida de pata nos ratos, tanto na fase neurogênica, entre 0 e 5 min, quanto na fase inflamatória, 15-20 min, onde o intervalo de inibição máxima aconteceu entre 15-19 min para a dose de 640 mg, 70,6% e entre 20-24 min para dose de 1280 mg, 54,4%. Este estudo indica que a planta estudada apresenta atividades antiinflamatória, antinociceptiva e antipirética.
Abstract: Medicinal plants have always been used by man to solve health problems. This treatment is based mainly on observation of behavior of animals and plants in the front passage of the customs of its use from generation to generation. Many herbal medicines are currently used in therapy after his action proved scientifically, validating its use and effectiveness. Considering the high investments implemented by large conglomerates in the development of new pharmaceutical drugs and the discovery of these relatively slow, the plants are certainly sources little used for this purpose since there are few studies compared the number of species of flora. The aim of this study was to evaluate the activities antiinflammatory, antipyretic and antinociceptive of the crude extract of Alternanthera brasiliana (EAB) in the model of paw edema induced by carrageenan, in the model of fever induced by substance pirogência, lipopolysaccharide-LPS and the type of pain induced by formalin in rats, respectively. The testing of antipyretic activity, inhibition of EAB in the concentration of 40mg/kg occurred in two intervals: 4.5 h, inhibition of 31.4% and 6h, 35.7% reduction. Already at a concentration of 80 mg / kg was only the 6th time, 42.8%. The dose of 160mg/kg significantly inhibited the fever, 30.6%, only around 4.5 h after injection of LPS. The doses of 640 and 1280 mg / kg shown to be effective in reducing fever mainly between the 2nd and 6th hours, where the peak of inhibition at the 3rd hour (47% for lower dose and 35.2% for a dose of 1280 mg) . In results for the inhibition of edema caused by carrageenan was observed that doses of 640 and 1280mg/kg were effective in reducing the swelling between the 3rd and 5th hours, with peak inhibition of 36.8% in the 3rd time for the dose of 1280 mg and a decrease of 36.2% in the 4th h for the lower dose, showing results similar to antiinflammatory drug used as positive control, the indomethacin. The administration of the EAB test nociception at doses of 640 and 1280mg, showed significant inhibition on the number of shaken to paw in rats, both the neurogenic phase, between 0 and 5 min, and in the inflammatory phase, 15- 20 min, where the range of maximum inhibition occurred between 15-19 min for a dose of 640 mg, 70.6% and between 20-24 min for a dose of 1280 mg, 54.4%. This study indicates that the plant studied presented anti-inflammatory activity, antinociceptive and antipyretic.
Palavras-chave: Plantas medicinais
Alternanthera brasiliana
atividade antiinflamatória
atividade antinociceptiva e atividade antipirética
Medicinal plants
Alternanthera brasiliana
anti-inflammatory activity
antinociceptive activity and antipyretic activity
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FARMACIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências da Saúde
Programa: Tecnologia Farmacêutica
Citação: CRUZ, Rotherdan Mecenas. Avaliação das atividades antinociceptiva, antiinflamatória e antipirética do extrato hidroalcoólico bruto de Alternanthera CF brasiliana (L) Kuntze em ratos. 2009. 74 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIÃNIA, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/2124
Data de defesa: 25-Sep-2009
Appears in Collections:Mestrado em Tecnologia Farmacêutica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rotherdan Mecenas Cruz.pdf773,57 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.