???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/2144
Tipo do documento: Dissertação
Título: Diferentes biomassas no acondicionamento de tilápias sp. após transporte sobre o retorno a homeostase
Título(s) alternativo(s): Biomass in different packaging of tilapia sp. after transport on the return to homeostasis
Autor: Machado, Alan Soares 
Primeiro orientador: Pádua, Delma Machado Cantisani
Primeiro membro da banca: Sanches, Ana Christina
Segundo membro da banca: Roubach, Rodrigo
Resumo: A biomassa é um dos fatores para o sucesso no povoamento de viveiros após o transporte de peixes. O presente estudo teve como objetivo avaliar a biomassa de estocagem e seu efeito sobre o tempo de retorno de juvenis de tilápia à homeostase após o transporte. Para tal, 490 juvenis de tilápia de 51,42±8,28g foram colocados em caixa de transporte apropriada e, realizado o transporte por cinco horas. Ao final deste manejo os peixes foram acondicionados em 18 caixas de PVC de 500L, preenchidas com água e mantidas com volume de 100L, e com vazão média de 0,05L/s. Os juvenis de tilápia foram distribuídos aleatoriamente nas caixas compondo delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 2 x 3, sendo duas biomassas 10,3 e 15,4 g/L e, três amostragens no tempo, 24, 68 e 168 horas após transporte, com três repetições. Os parâmetros físicos e químicos da água foram analisados na caixa de transporte antes e após o transporte, na água do reservatório de abastecimento, e nas caixas de PVC, durante todo o estudo. O sangue foi coletado por punção do vaso caudal, para determinação das seguintes variáveis fisiológicas: glicemia, hemoglobina, hematócrito, número total de eritrócitos, volume corpuscular médio, cortisol e íons, Na e K. O sangue foi centrifugado, e o soro armazenado a -20º C até a realização das análises. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância com 0,01 < P &#8804; 0,05, e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5%. Concluiu-se que a glicemia foi o parâmetro de melhor diagnóstico da ocorrência de estresse fisiológico em juvenis de tilápia. A maior biomassa de povoamento após o transporte reduziu o teor glicêmico da tilápia, contrariando a expectativa. Houve interação entre biomassas e tempo de estocagem após transporte para as variáveis glicemia e hematócrito. Isto indica a importância do período e da condição de condicionamento adequado dos peixes após transporte para o retorno a homeostase, procedimento que poderia ser adotado para maior segurança em manejo subsequente ao transporte nas pisciculturas. Pode-se sugerir ainda novas pesquisas testando biomassas em intervalos superiores aos avaliados.
Abstract: Fish biomass is one of the success factors during fish transport and pond stocking. This study aimed to evaluate the effect of tilápia stocing density on the time to homeostasis recovery of tilapia after transport. For that, 490 tilapia juvenile around 51,42±8,28g were placed in adapted transport box and transported during five hours. At the end of this period, fish were placed in 500L 18 PVC boxes, filled whit water and maintained whit a volume of 100L, and a mean water flow of 0.05L/s. The tilapia juvenile were randomly distributed in boxes in an entirely random factorial outline of 2 x 3, with two biomasses 10.3 and 15.4 g/L and, three samplings in time, 24, 68 and 168 hours after transport, with three repetitions each. Water physical and chemical parameters were analyzed before and after transport, in the water used from the reservoir, and in the PVC boxes, during the study. Fish blood was collected by puncture from the caudal vasculature, for the determination of the following variables: glucose, hemoglobin, hematocrit, total number of erythrocytes, mean corpuscular volume, cortisol and ions, Na and K. The blood was centrifuged, and the serum stored -20°C until the analyses. The obtained data were submitted to an analysis of variance whit P>0.01 and the averages compared with the Tukey test at 5%. It was concluded that glucose was the best parameter the diagnosis of the occurrence of physiological stress in juvenile tilapia, contrary to expectations. The largest biomass of stand after transport reduced the glycemic content of tilapia, contrary to expectation. There was interaction between biomass and time of storage after transport to the variables blood glucose and hematocrit. This indicates the importance of the period and the condition of proper fish conditioning after transporting on the returning to homeostasis, a procedure that could be used for increased safety in handling subsequent transport in fish farms. You can suggest new research biomass testing at intervals greater than assessed.
Palavras-chave: Cortisol, população
densidade
estresse
hematologia
glicose
Oreochromis niloticus
Cortisol
population density
stress
hematology
glucose
Oreochromis niloticus
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA::AQUICULTURA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências Exatas e da Terra
Programa: Tecnologia em Aquicultura Continental
Citação: MACHADO, Alan Soares. Biomass in different packaging of tilapia sp. after transport on the return to homeostasis. 2009. 49 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Exatas e da Terra) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIÂNIA, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/2144
Data de defesa: 27-Feb-2009
Appears in Collections:Mestrado em Tecnologia em Aquicultura Continental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Alan Soares Machado.pdf993,62 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.