???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/2251
Tipo do documento: Dissertação
Título: SULISTAS EM MINEIROS: A RECRIAÇÃO DA IDENTIDADE
Autor: Sandri, Sandra Mara D'avila 
Primeiro orientador: Mello, Marcia Metran de
Primeiro membro da banca: Martins, Alice Fátima
Segundo membro da banca: Oliveira, Adriana Mara Vaz de
Resumo: Esta dissertação tem como objeto de análise a imigração sulista que se manifesta em Mineiros, GO, a partir de um olhar revelador sobre a recriação de sua identidade. Sulistas provenientes de colônias de imigrantes europeus italianos e alemães adotaram, em Mineiros, a cultura do tradicionalismo gaúcho, que não cultuavam em seu espaço de origem, tornando-se gaúchos em terras goianas. A análise busca a dinâmica do processo que motivou a recriação identitária em um processo de reterritorialização desenvolvido a partir da oposição ao estabelecido, gerando preconceitos e estigmas. Busca também a percepção de uma releitura sobre a cultura gaúcha, cultura essa eivada de novas tonalidades, na medida em que há uma identificação gaúcha e também a recriação de uma cultura gaúcha. Na investigação feita para este estudo, procura-se responder, fundamentalmente, à seguinte questão: que razões motivaram o fenômeno sulista de tornar-se gaúcho em Mineiros? Após uma contextualização da realidade rio-grandense identificando a cultura imigrante européia e a cultura gaúcha, investigam-se as razões da imigração para Goiás. Continuando, destacam-se as dificuldades do sulista quanto à adaptabilidade e os desafios de conviver com o estabelecido e de criar seu próprio espaço. Na busca pela auto-afirmação em um espaço cuja sociedade já se encontra organizada, os sulistas reorganizam-se para conseguir coesão grupal e, para isso, reelaboram a sua própria identidade. Para atingir os objetivos propostos, adotou-se, como referencial teórico, o modelo de análise denominado Estabelecidos e Outsiders, de autoria de Norbert Elias, além de um estudo identitário acerca dos conceitos de identidade a partir de Hall, Castells, Hobsbawm, Albuquerque Junior, entre outros. Houve a necessidade, assim, do desenvolvimento de estudos sobre a formação de preconceitos, estigmas e disputas pelo poder. A síntese da relação estabelecidos e outsiders conclui a análise, na qual se apresenta Mineiros antes e depois dos outsiders (sulistas), bem como a persistência da disputa no campo político, em que as razões da formulação da nova identidade dos sulistas servem como causa e efeito.
Abstract: This dissertation has as object of analysis the southern immigration that happens in Mineiros-Go., from a revealing look about the recreation of its identity, becoming them gauchos in goianas lands. Southerners proceeding from colonies of Italian europeans and german immigrants, took in Mineiros the culture of the gaucho traditionalism, didn't adored in their origin space. The analysis searches the dynamics of the process that motivated the identity recreation, in a process of re-territory developed from the opposition to the stablished generating prejudice and stigmas of both parts. As well as, realize the re-reading that they carried out about the gaucho culture, offering it new shades, because when they recreate their identity recognizing them as gauchos, they also recreated the gaucha culture. The investigation searches to answer, mainly, one question: what reasons motivated the southern phenomenon to became them gauchos in Mineiros? After a contextualization of the rio-grandense reality identifying the European immigrant and gaucha culture, they investigate the reasons of the immigration to Goiás. To continue, it points out the difficulties of the southern related to the adaptability and the challenge of living with the stablished one and create your own space. In search of self-assertation in a space that had an organized society the southerners reorganize themselves to achieve grupal cohesion reorganizing their own identity. To achieve the proposed goals we took as theorical reference the model of analysis of Norbert Elias: Stablisheds and Outsiders, besides of identity studies about the concepts of identity from Hall, Castells, Hobsbawm, Alburquerque Junior, among others. Became necessary develop studies about the formation of prejudice, stigmas and disputes of power. The synthesis of the relation stablisheds and outsiders, conclude the analysis, showing Mineiros before and after the outsiders (southerners) and the persistence of the dispute in the politic field, where the reasons of formulating the southerners new identity serve as cause and effect.
Palavras-chave: Sulistas
estabelecidos
identidade
poder
southerners
stablished
identity
power
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências Humanas e da Terra
Programa: História
Citação: SANDRI, Sandra Mara D'avila. SULISTAS EM MINEIROS: A RECRIAÇÃO DA IDENTIDADE. 2008. 136 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e da Terra) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIÂNIA, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/2251
Data de defesa: 8-Dec-2008
Appears in Collections:Mestrado em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Sandra Mara DAvila Sandri.pdf10,79 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.