???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/2411
Tipo do documento: Dissertação
Título: IMUNODETECÇÃO DA PROTEÍNA p53 EM SARCOMAS DE PARTES MOLES NO ADULTO
Autor: Manoel, Wilmar José 
Primeiro orientador: Curado, Maria Paula
Primeiro membro da banca: Saddi, Vera Aparecida
Segundo membro da banca: Cruz, Aparecido Divino da
Terceiro membro da banca: Mendonça, Elismauro Francisco de
Resumo: Os sarcomas de partes moles (SPM) são neoplasias raras, representando cerca de 1% do total das neoplasias. E com prognóstico ruim. Várias dificuldades são constatadas no tratamento dos SPM com tamanhos maiores que 5 cm, alto grau histológico, localização no tronco e presença de metástases. Estudos de imuno-histoquimica demonstram uma possível correlação entre o prognóstico dos SPM e a imunodetecção de p53, porém, nenhuma investigação acerca desta correlação foi desenvolvida no Brasil. O objetivo deste estudo foi investigar as possíveis correlações entre a detecção imuno-histoquímica da proteína p53 e o prognóstico de SPM em amostras obtidas de 104 pacientes adultos, atendidos no Hospital Araújo Jorge da Associação de Combate ao Câncer em Goiás de 1996 a 2000. Nosso estudo demonstrou a imunodetecção de p53 em 41 dos casos de SPM (39,4%), dos quais o fibrossarcoma foi o tipo histológico com maior imunodetecção (29,2%), seguido do leiomiossarcoma (19,5%). Nenhuma relação estatisticamente significativa foi demonstrada entre a imunodetecção de p53 e os aspectos clínicopatológicos estudados. A imunodetecção de p53 revelou índices de marcação superiores a 50% em 32 casos (78%) e inferiores a 50% em 9 casos (22%). A sobrevida em cinco anos foi maior para os pacientes cuja imunodetecção da proteína p53 foi negativa (50,06%), quando comparados àqueles nos quais a imunodetecção foi positiva (39,9%). Entretanto, a diferença entre os dois grupos não teve significância estatística (p=0,279). A investigação do papel prognóstico da proteína p53, no presente estudo, evidenciou que índices de marcação superiores a 50% das células tumorais associaram-se de forma inversa com a sobrevida em cinco anos (85,7% vs 28,3%) (p= 0,015). Este parâmetro pode ser útil como fator prognóstico para os SPM e deverá ser melhor avaliado em futuros estudos prospectivos multicêntricos, tendo em vista sua potencial influência em decisões terapêuticas.
Abstract: Soft tissue sarcomas are rare neoplasms, usually with dismal prognosis, that account for 1% of all malignancies. Several challenges are described for their management, specially when the tumor is larger than 5cm, with high histological grade, trunk localization and presenting metastasis. Immunohistochemical data demonstrate a possible prognostic role for the immunodetection of p53 protein, but any Brazilian study has ever been carried out on this assumption. The goal of the present study was to investigate the possible association between the immunodetection of p53 protein and prognosis in a group of 104 adult patients with soft tissue sarcoma assisted at the Hospital Araújo Jorge, Associação de Combate ao Câncer em Goiás from 1996 to 2000. Our study demonstrated that 41 cases (39.4%) had positive immunodetection of p53 protein, of whom, fibrosarcoma was the histological type with the higher immunodetection rate (29.2%), followed by leiomiosarcoma (19.5%). No statistically significant association was demonstrated between immunodetection of p53 and clinical-pathological features. The immunodetection of p53 protein in tumor cells revealed a labeling index higher than 50% in 32 cases (78%), and lower than 50% in 9 cases (32%). The 5-year survival rate was higher for patients with negative p53 immunodetection (60.6%), when compared with those with positive immunodetection (39.4%), however, the difference between the two groups was not statistically significant (p=0.279). The prognostic role of the p53 protein in the present study revealed that a labeling index higher than 50% was significantly associated with a lower 5-year survival rate (85.7% vs 28.3%) (p= 0.015). This parameter should be useful as a prognostic factor for soft tissue sarcoma, and should be better investigated in larger multiinstitutional prospective studies, justified by its potential influence in therapeutic decisions.
Palavras-chave: sarcona
proteína p53
imunodetecção
sobrevida
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências Humanas
Programa: Genética
Citação: MANOEL, Wilmar José. IMUNODETECÇÃO DA PROTEÍNA p53 EM SARCOMAS DE PARTES MOLES NO ADULTO. 2008. 84 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/2411
Data de defesa: 12-Dec-2008
Appears in Collections:Mestrado em Genética

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
WILMAR JOSE MANOEL.pdf27,93 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.