???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/2414
Tipo do documento: Dissertação
Título: IMUNODETECÇÃO DA PROTEÍNA p53 EM CÂNCER DE MAMA. UM IMPORTANTE FATOR PROGNÓSTICO?
Autor: Abreu, Deidimar Cássia Batista 
Primeiro orientador: Curado, Maria Paula
Primeiro coorientador: Saddi, Vera Aparecida
Primeiro membro da banca: Santos, Silvia Helena Rabelo dos
Segundo membro da banca: Santos, Wagner Gouvea dos
Resumo: No Brasil, o câncer de mama constitui-se na patologia maligna mais incidente na população feminina e a sua história natural demonstra um curso clínico e sobrevida variáveis. Desde que a terapia sistêmica tornou-se parte integrante do tratamento, a necessidade de saber se uma paciente terá maior ou menor probabilidade de recidiva loco-regional ou à distância tornou-se fundamental. O conhecimento de fatores prognósticos é de suma importância na determinação e eficácia dos programas terapêuticos. A imunodetecção da proteína p53 representa um método indireto de avaliar mutações no gene TP53 e tem sido descrita como fator prognóstico para inúmeras neoplasias malignas humanas e tem sido associada a um pior prognóstico das pacientes. Este estudo avaliou a imunodetecção nuclear da proteína p53 e sua associação com os fatores clínicopatológicos relativos ao paciente e ao tumor, em uma série de 214 pacientes portadoras de carcinoma de mama e atendidas no Hospital Araújo Jorge em Goiânia, no período de 1997-2001. Em nossa casuística a imunodetecção positiva de p53 nas células tumorais não demonstrou nenhuma associação com os parâmetros clínicopatológicos convencionais, incluindo: idade superior a 60 anos, estadiamento clínico, grau de anaplasia, expressão de receptores de estrogênio e/ou progesterona, c-erbB-2, comprometimento linfonodal e tamanho tumoral. A imunodetecção da proteína p53 não influenciou significativamente a sobrevida das pacientes analisadas em nossa série. Resultados semelhantes foram obtidos por outros estudos. Assim, concluímos que métodos moleculares mais sensíveis à detecção de mutações sejam testados, a fim de validar o papel prognóstico das mutações em TP53 no câncer de mama.
Abstract: In Brazil, breast cancer is the most incident tumor in the female population, and its natural history demonstrates variable clinical courses and different survival rates, according to each patient. Since the systemic therapy has an essential role in the treatment of breast cancer patients, the selection of those that will relapse became an important issue. Identification of significant prognostic factors is essential in therapeutic programs. Because it has been extensively reported that mutated p53 proteins are more stable its wild type counterpart, immunodetection of nuclear p53 protein in tumor cells became an indirect method used to analyze TP53 mutations. Immunodetection of nuclear p53 protein is considered a bad prognostic factor in a long list of human malignant tumors. This study analyze the imunodetection of p53 nuclear protein and its possible association with recognized prognostic factors in a group of 214 patients with breast cancer assisted at Hospital Araujo Jorge, in Brazil. In our study any association was demonstrated between p53 immunodetection and recognized clinical factors including: age over than 60 years old, clinical stage, tumor microscopic grade, immunodetection of estrogen and progesterone receptor, c-erbB-2, tumor size and nodal involvement. p53 immunodetection did not significantly influenced five years survival rates in the patients analyzed in our series. Similar results have been reported by different groups. We concluded that the more sensitive molecular methods must be evaluated, in order to validate the prognostic value of TP53 mutations in breast cancer.
Palavras-chave: mama
p53
fator prognóstico
câncer
breast
p53
prognostic factor
cancer
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências Humanas
Programa: Genética
Citação: ABREU, Deidimar Cássia Batista. IMUNODETECÇÃO DA PROTEÍNA p53 EM CÂNCER DE MAMA. UM IMPORTANTE FATOR PROGNÓSTICO?. 2008. 90 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIÂNIA, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/2414
Data de defesa: 28-May-2008
Appears in Collections:Mestrado em Genética

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DEIDIMAR CASSIA BATISTA ABREU.pdf2,34 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.