???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/2902
Tipo do documento: Dissertação
Título: CONDIÇÕES AMBIENTAIS, FAMILIARES E SOCIAIS DE CRIANÇAS ATENDIDAS NO CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL INFANTIL DE UMA CAPITAL DO CENTRO-OESTE
Autor: Alves, Lillian Lucia 
Primeiro orientador: Vandenberghe, Luc Marcel Adhemar
Primeiro membro da banca: Moysés, Aristides
Segundo membro da banca: Pegoraro, Renata Fabiana
Resumo: Foi realizado um estudo qualitativo com o objetivo de entender as condições ambientais, familiares e sociais das crianças atendidas no Centro de Atenção Psicossocial Infantil (CAPSI) de uma capital do Centro-Oeste. Participaram do estudo 12 profissionais de saúde do CAPSI, 11 cuidadoras e 12 crianças, sendo que duas crianças são referentes à mesma cuidadora. Para coleta de dados foram realizadas entrevistas semi-estruturadas, que foram gravadas e transcritas para efeito de análise. Também foram realizadas visitas no domicílio e na escola da criança, para confecção de notas de campo. A abordagem para análise dos dados foi a Grouded Theory ou Teoria Fundamentada nos Dados. Consiste em um método indutivo e sistemático de análise que produz um modelo teórico com o objetivo de explicar uma realidade vivenciada. A teoria emergente dos dados sugere que os microssistemas e os mesosistemas dos quais as crianças participam, revelam interferências negativas e positivas para o desenvolvimento das mesmas. Nesse cenário, foram construídas seguintes categorias a saber: fatores psicossociais, fatores financeiros e fatores ambientais relacionados aos desafios do desenvolvimento infantil e os mesmos fatores, porém relacionados aos recursos do desenvolvimento infantil. Subcategorias sobre os desafios foram: a dinâmica familiar desorganizada, as limitações sociais, a baixa renda da família e o ambiente escolar despreparado para receber a criança. Subcategorias sobre os recursos foram: a supervisão contínua de uma cuidadora na vida da criança, a presença do brincar e dos amigos no cotidiano da criança, o contexto sócio-político benigno junto ao comprometimento dos profissionais e o ambiente organizado do CAPSI. O modelo pode ajudar profissionais e gestores a situar e acolher melhor as necessidades das crianças assistidas e ampliar as ações no setor da saúde e da educação, objetivando ações que favoreçam a ampliação dos fatores de proteção e de promoção de resiliência em crianças provindas de famílias economicamente desfavorecidas.
Abstract: This is a qualitative study that sought to understand the environmental, family and social environment of children who are in treatment in a Center for Psychosocial Attention (CAPSI) in a state capital of the Brazilian Central-East. Participants were 12 health professionals from the CAPSI involved, 11 caretakers and 12 children, with two of the children being under the responsibility of one of the caretakers. The data were collected through semi-structured interviews, which were recorded and transcribed verbatim for analysis. The children s homes and schools were visited and field notes were written. A Grounded Theory analysis of the data was made. This is an inductive and systematic way to produce a theoretical model that explains an experienced reality. The data show that microsystems and mesosystems in which the children take part, interfere both negatively and positively in their development. Six categories were constructed. They were identified as psychosocial, financial and environmental challenges to child development and psychosocial, financial and environmental resources for child development. Subcategories representing challenges to children s development include: disorganized family dynamics, social limitations, low family income and unqualified school environment. Resources include: continuous caretaker supervision in the child s life, a place for play and friendships in the child s daily life, a benign socialpolitical context, commitment by the professionals and the CAPSI s well organized environment. The model can help both professionals and health or education managers broaden their understanding of the children s needs and promote resilience in children of social-economically disfavored families.
Palavras-chave: Cuidados à saúde mental
Famílias desfavorecidas
Desenvolvimento infantil
Mental health care
Disfavored families
Child development
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências da Saúde
Programa: Ciências Ambientais e Saúde
Citação: ALVES, Lillian Lucia. CONDIÇÕES AMBIENTAIS, FAMILIARES E SOCIAIS DE CRIANÇAS ATENDIDAS NO CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL INFANTIL DE UMA CAPITAL DO CENTRO-OESTE. 2012. 83 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIÂNIA, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/2902
Data de defesa: 12-Mar-2012
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LILLIAN LUCIA ALVES.pdf489,14 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.