???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3014
Tipo do documento: Dissertação
Título: EFEITOS DA ESCOLA POSTURAL SOBRE A QUALIDADE DE VIDA, DESEMPENHO FÍSICO E FUNCIONAL EM INDIVÍDUOS COM LOMBALGIA.
Autor: Inumaru, Suely Maria Satoko Moriya 
Primeiro orientador: Viana, Fabiana Pavan
Primeiro membro da banca: Formiga, Cibelle Kayenne Martins Roberto
Segundo membro da banca: Neves, Sônia Maria Mello
Resumo: A dissertação foi construída na modalidade de artigo cientifico e consta de dois artigos. O primeiro, intitulado Programa de Escola Postural no desempenho físico e funcional em indivíduos com lombalgia crônica inespecífica. , teve como objetivo analisar os efeitos do Programa de Escola Postural no desempenho físico e funcional de indivíduos com lombalgia crônica inespecífica. O segundo artigo intitulado. Qualidade de Vida de indivíduos com lombalgia inespecífica após Programa de Escola Postural objetivou avaliar os efeitos do programa de Escola Postural na qualidade de vida de indivíduos com lombalgia inespecífica. Os dois artigos são produto do mesmo tipo de estudo, experimental, com delineamento analítico e quantitativo, constando de uma amostra de 70 indivíduos com lombalgia crônica da Clínica Escola da Universidade Estadual de Goiás. Os indivíduos foram divididos em dois grupos aleatoriamente por meio de sorteio: um grupo de intervenção (GI) de 34 participantes com 10 encontros para aplicação do Programa Escola Postural e outro grupo sem intervenção (GSI), com 36 participantes. Os instrumentos de avaliação no primeiro artigo foram: Questionário Epidemiológico, Questionário de Incapacidade Funcional na Lombalgia (Oswestry) Escala Visual Analógica (EVA), Teste Sentar e Levantar (TSL), Teste de flexibilidade (banco de Wells), Teste de Caminhada de seis minutos (TC6) e no segundo artigo o Questionário de Qualidade de Vida SF-36. Foram aplicados em três momentos: Avaliação Inicial(AI), Avaliação Final da Escola Postural (AFEP) e Avaliação de Acompanhamento (AA) pós 30 dias da intervenção. Quanto aos resultados do primeiro artigo, a idade média das participantes dos grupos foi de 47,85 anos, a maioria com sobrepeso. Observou-se que o GI aumentou a flexibilidade (p=0,027), diminuiu a incapacidade (p=0,001) e a dor (p=0,002) na AFEP, quando comparados com o GSI. Na análise entre as avaliações, no GI, foram encontradas diferenças estatísticas significativas nas variáveis: flexibilidade, incapacidade, dor, destreza para sentar e levantar e condicionamento cardiorrespiratório, ao comparar a AI. No segundo artigo, na comparação entre os grupos houve diferença significativa maior para GI quando comparado com GSI, na AI somente no domínio vitalidade (p=0,037). Na AFEP apresentou diferenças significativas nos domínios: limitação por aspecto físico com valor de (p=0,019), dor com (p=0,010), vitalidade com (p=0,022), estado geral da saúde com (p=0,009) e aspecto social com (p=0,003). Na AA, as diferenças estatísticas foram maiores nos domínios: limitação por aspecto físicos com (p=0,003) e estado geral de saúde com (p=0,028). As mudanças mais significativas no GI em relação à qualidade de vida ocorreram do momento da AI para o momento da AFEP e, a partir deste, mantiveram-se constantes até o momento da AA. Assim, pode-se perceber que a aplicação do Programa Escola Postural deve ser considerado boa opção de tratamento, pois essa técnica contribuiu diretamente na melhora do desempenho físico e funcional e na Qualidade de Vida em portadores de lombalgia crônica inespecífica. Trata-se de um programa educativo-terapêutico que atende todos os níveis de atenção a saúde.
Abstract: The dissertation was built on the scientific paper mode and consists of two articles. The first, entitled "Back School Program in the physical and functional performance in patients with chronic nonspecific low back pain.", Aimed to analyze the effects of Back School Program in the physical and functional performance in patients with chronic nonspecific low back pain. The second article entitled. "Quality of life of individuals with unspecific low back pain after Postural School Program" aimed to evaluate the effects of Back School Program on quality of life of patients with nonspecific low back pain. The two articles are the product of the same type of study, experimental, with analytical and quantitative design, with a sample of 70 patients with chronic low back pain in Clinica Escola of the State University of Goiás. The subjects were divided into two groups randomly by lot : an intervention group (GI) of 34 participants with 10 meetings for the application of Back School Program and another group without intervention (GSI), with 36 participants. Assessment tools used in the first article: Epidemiological Survey, Functional Disability Questionnaire on Low Back Pain (Oswestry) Visual Analogue Scale (VAS), Sitting Test and Lift (TSL), flexibility test (Wells Bench), sixminute walk test ( 6MWT) and the second article the Quality of Life Questionnaire SF-36. They were applied in three stages: Initial Assessment (AI), Final Evaluation of Postural School (AFEP) and Monitoring Assessment (AA) after 30 days of intervention. As for the results of the first article, the average age of the group participants was 47.85 years, most overweight. It was observed that the GI increased flexibility (p = 0.027) reduced the failure (p = 0.001) and pain (p = 0.002) in AFEP compared with GSI. In the analysis between assessments, GI, statistical differences were found in significant variables: flexibility, disability, pain, ability to sit and stand and cardiorespiratory fitness, to compare the AI. In the second article, the comparison between the groups was most significant difference in GI compared with GSI, the AI only in the vitality domain (p = 0.037). The AFEP showed significant differences in the domains: role limitations due to physical appearance with value (p = 0.019), pain with (p = 0.010), vitality with (p = 0.022), general health status with (p = 0.009) and social aspect with (p = 0.003). In AA, the statistical differences were greater in areas: limitations due to physical aspect with (p = 0.003) and general health care (p = 0.028). The most significant changes in GI in relation to quality of life occurred the moment of AI to the time of AFEP and, from this, remained constant until the time of AA. This it can be seen that the application of Back School Program should be considered good treatment option because this technique has contributed directly to the improvement of the physical and functional performance and quality of life in patients with chronic nonspecific low back pain. It is an educational - therapeutic program that meets all health care levels.
Palavras-chave: lombalgia
incapacidade funcional
qualidade de vida
low back pain
functional disability
quality of life
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências da Saúde
Programa: Ciências Ambientais e Saúde
Citação: INUMARU, Suely Maria Satoko Moriya. EFEITOS DA ESCOLA POSTURAL SOBRE A QUALIDADE DE VIDA, DESEMPENHO FÍSICO E FUNCIONAL EM INDIVÍDUOS COM LOMBALGIA.. 2015. 141 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIÂNIA, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/3014
Data de defesa: 25-Sep-2015
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SUELY MARIA SATOKO MORIYA INUMARU.pdf2,88 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.