???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3064
Tipo do documento: Dissertação
Título: Impacto do Uso de Drogas Ilícitas na Contagem de Linfócitos TCD4+ de Portadores do HIV em Goiânia (Brasil)
Autor: Milki, Marcos Vinícios 
Primeiro orientador: Cruz, Aparecido Divino da
Primeiro membro da banca: Barberi, Maira
Segundo membro da banca: Ayres, Flávio Monteiro
Resumo: A AIDS é considerada um importante problema de Saúde Pública, afetando milhões de pessoas por todo o mundo, apesar dos importantes avanços que vêem ocorrendo no conhecimento sobre a epidemiologia, a patologia da infecção e ainda do advento da terapia antiretroviral, a epidemia de HIV/AIDS continua a crescer de forma preocupante. Atualmente, os principais aspectos epidemiológicos relacionados ao HIV/AIDS têm assumido impacto crescente entre os socialmente marginalizados com baixo nível sócio-econômico, dependentes de drogas de abuso (lícitas e ilícitas), feminilização, baixa escolaridade e o avanço da doença em indivíduos acima dos cinqüenta anos de idade. Esse estudo objetivou investigar a correlação entre o uso de drogas ilícitas (maconha, crack, cocaína, ecstasy, heroína, metadona, LSD, GHB, special key e speed ball) na contagem de linfócitos T CD4+ em portadores do HIV. Foi aplicado um questionário sobre estilo de vida (QEV) em 176 portadores do HIV, divididos em caso e controle , sendo o grupo caso 68 portadores do HIV e usuários de drogas ilícitas e controle 108 portadores do HIV não usuários de drogas ilícitas. Foi realizada uma procura ativa em prontuários no HAA/HDT dos soropositivos entrevistados para verificar os últimos resultados de contagem de linfócitos T CD4+ que foram realizados no LACEN-GO. O perfil geral dos participantes foi formado por indivíduos de ambos os sexos (com maioria do sexo masculino) cientes de que são portadores de HIV de 5 a 10 anos, residentes em Goiânia-GO, com idade média entre 30 e 40 anos e baixo nível de escolaridade. No grupo caso , a maconha se mostrou a droga de abuso mais usada. Entretanto os usuários de crack foram os que revelaram menor média de linfócitos T CD4+ dosados. Os resultados do estudo se mostraram surpreendentes, visto que o uso de drogas de abuso não gerou, diretamente, influência na dosagem de linfócitos T CD4+. Contudo, outros estudos demonstraram que o uso de drogas ilícitas está, por muitas vezes, associado à falta de informação e uma vida social de risco (com violência e promiscuidade) as quais podem induzir, indiretamente, à contaminação pelo HIV e a provável disseminação da AIDS.
Abstract: AIDS is considered an important Public Health problem, affecting millions of people by all the world, although the important advances that have been occurring in the epidemiology knowledge, the infection pathology and still of the therapy antiretroviral advent, the HIV/AIDS epidemic continues to grow preoccupying. Currently, the main epidemiologic aspects related to HIV/AIDS have assumed increasing impact on people kept out of society with low partner-economic level, abuse drugs dependent (allowed and hard drugs), femaletion, low schoolarity and the illness advance in individuals above fifty years of age. This study objectified to investigate the correlation among the hard drugs use (marijuana, crack, cocaine, ecstasy, heroine, metadona, LSD, GHB, special key and speed ball) in the CD4+ T-lymphocyte counting in HIV seropositive. A life stile questionnaire was applied in 176 HIV seropositive, divided in case and control was applied, being the case group 68 HIV carriers and illicit drugs users and the control 108 not illicit drugs using HIV carriers. An active search in handbooks in the HAA/HDT from interviewed seropositives was done to verify the last results of CD4+ T-lymphocyte counting that had been done in the LACEN-GO. Participants general profile was formed by individuals of both sexs (with majority of male sex) aware that they are HIV carrying between 5 and 10 years, living in Goiânia-GO, with average age between 30 and 40 years and low schoolarity level. In the case group, marijuana showed itself the most abuse drug used. However, crack users had been the ones that had disclosed minor average of dosed CD4+ T-lymphocyte counting. The study results had shown surprising by itself, once that the abuse drugs use did not generate, directly, influence in the CD4+ T-lymphocyte dosage. However, other studies had demonstrated that the illicit drugs use is, many times, associated to the information lack and a risk social life (with violence and promiscuity) which can induce, indirectly, to the contamination by HIV and the probable AIDS dissemination.
Palavras-chave: AIDS
Goiânia
HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana)
drogas
linfócitos T CD4+
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências da Saúde
Programa: Ciências Ambientais e Saúde
Citação: MILKI, Marcos Vinícios. Impacto do Uso de Drogas Ilícitas na Contagem de Linfócitos TCD4+ de Portadores do HIV em Goiânia (Brasil). 2006. 66 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/3064
Data de defesa: 15-Dec-2006
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marcos Vinicius Milki.pdf1,87 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.