???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3153
Tipo do documento: Dissertação
Título: AVALIAÇÃO DO TRATAMENTO FARMACOLÓGICO PARA A HIPERTENSÃO ARTERIAL EM UM SERVIÇO DE REFERÊNCIA.
Título(s) alternativo(s): Evaluation of pharmacological treatment for hypertension in a reference service.
Autor: Camara, Tassio Fontes Moreira 
Primeiro orientador: Vitorino, Priscila Valverde de Oliveira
Primeiro membro da banca: Souza, Adenícia Custódia Silva e
Segundo membro da banca: Assis, Thais Rocha
Resumo: A hipertensão arterial é uma doença de difícil controle, responsável por milhares de mortes em todo o mundo e fator de risco importante no desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Pode ser tratada com mudanças de estilo de vida (tratamento não farmacológico) ou com a utilização de um ou mais medicamentos (tratamento farmacológico). O objetivo deste trabalho foi avaliar o tratamento farmacológico da hipertensão arterial sistêmica em pacientes de um serviço de saúde de referência e o controle pressórico alcançado. Tratou-se de um estudo retrospectivo, realizado na Liga de Hipertensão Arterial da Universidade Federal de Goiás (LHA-UFG). Foram avaliados prontuários de 1.129 pacientes do cadastro ativo, que estavam em tratamento farmacológico anti-hipertensivo regular. Foram coletadas variáveis socioeconômicas e clínicas referentes à primeira e à última consulta e os medicamentos utilizados na última consulta antes da coleta que foram identificados segundo a classe farmacológica. Foi realizada análise descritiva dos dados e utilizado o teste de Wilcoxon para a comparação entre médias da pressão arterial inicial e final, a comparação entre a prevalência de pressão controlada e não controlada foi estabelecida com o teste qui-quadrado de Pearson e as correlações entre a idade e o tempo de acompanhamento com os valores de pressão arterial sistólica e diastólica foram obtidas com a utilização do teste de Spearman (p<0,05). Dentre os pacientes ativos da LHA-UFG, 96,8% estavam em tratamento farmacológico. A idade média foi de 62,7±12,4 anos, 854 (75,6%) eram do sexo feminino e 890 (78,8%) com companheiro. A maioria dos pacientes 796 (70,5%) estava com excesso de peso e, quando iniciaram o tratamento na LHA-UFG, 932 (82,6%) utilizavam dois ou mais medicamentos. Considerando os pacientes em monoterapia, a classe farmacológica mais prescrita foi bloqueadores do receptor AT1 da angiotensina II (BRA II): 61 (31,0%). A associação de duas medicações mais comuns encontradas foi BRA II com diurético, 161 (35,9%), seguido do inibidor da enzima conversora de angiotensina (I-ECA) com diurético, 150 (33,5%). A pressão arterial sistólica (PAS) inicial foi 148mmHg (IC: 148,21-153,09) e a final 135mmHg (IC: 135,99-138,40) (p<0,001). A pressão arterial diastólica (PAD) inicial foi 91mmHg (IC: 92,49-94,43) e a final 82mmHg (IC: 81,79-83,27) (p<0,001). Houve aumento do número de pacientes com pressão controlada, de 24,4% para 36,7%. Conclui-se que, a maioria dos pacientes da LHA-UFG estava em tratamento farmacológico com duas os mais medicações. Os bloqueadores do receptor AT1 da angiotensina II é a classe farmacológica mais utilizada como monoterapia e também associado com diurético. Houve redução da pressão arterial tanto sistólica quanto diastólica em relação à consulta inicial e a última consulta avaliada. Houve correlação moderada PAS com a idade.
Abstract: Hypertension is a disease difficult to control, responsible for a lot of deaths worldwide and an important risk factor in the development of cardiovascular disease. It can be treated with lifestyle changes (no drug treatment) or with the use of one or more drugs (drug treatment). The objective of this study was to evaluate the pharmacological treatment of hypertension in patients with a reference health care and blood pressure control achieved. This was a retrospective study conducted at the Hypertension League of the Federal University of Goiás (HL-FUG). Medical records of 1,129 active register patients who were in regular antihypertensive drug therapy were evaluated. Were collected socioeconomic and clinical variables related to the first and last visit and the drugs used in the last query before the collection that have been identified according to the pharmacological class. Descriptive analysis was performed and used the Wilcoxon test to compare the means of the initial and final blood pressure, the comparison between the prevalence of controlled and uncontrolled pressure was established with the Chi-Square test and Pearson correlations between age and the monitoring time with the values of systolic and diastolic blood pressure were obtained using the test Spearman (p <0.05). Among the active patients HL-FUG, 96.8% were in drug treatment. The mean age was 62.7 ± 12.4 years, 854 (75.6%) were female and 890 (78.8%) with companion. Most patients 796 (70.5%) were overweight and when started the treatment at the HL-FUG, 932 (82.6%) used two or more drugs. Where as monotherapy patients, the pharmacologic class most prescribed was AT1 receptor blockers of Angiotensine II (RBA II): 61 (31.0%). The most common combination of two drugs was found RBA II with diuretic, 161 (35.9%), followed inhibitor of angiotensine-converting enzyme (ACE-I) with diuretic, 150 (33.5%). The initial systolic blood pressure (SBP) was 148mmHg (CI: 148.21-153.09) and final 135mmHg (CI: 135.99-138.40) (p <0.001). The initial diastolic (DBP) was 91mmHg (CI: 92,49-94,43), and the final was 82mmHg (CI: 81,79-83,27) (p <0.001). There was an increase in the number of patients with controlled pressure from 24.4% to 36.7%. In conclusion, most patients from HL-FUG was in pharmacological treatment with two drugs or more drugs. The AT1 receptor blockers of Angiotensine II is the pharmacological class most used as monotherapy and also associated with diuretic. There was a reduction on blood pressure as systolic as diastolic compared to the initial consultation and final consultation assessed. There was moderate correlation SBP with the age.
Palavras-chave: Hipertensão Arterial
Medicamentos
Serviços de Saúde
Hypertension
Medications
Health Services
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências da Saúde
Programa: Atenção à Saúde
Citação: CAMARA, Tassio Fontes Moreira. Evaluation of pharmacological treatment for hypertension in a reference service.. 2015. 73 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIÂNIA, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/3153
Data de defesa: 1-Dec-2015
Appears in Collections:Mestrado em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tassio Fontes Moreira Camara.pdf4,17 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.