???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3160
Tipo do documento: Dissertação
Título: O ENSINO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM: TENDÊNCIAS METODOLÓGICAS E A SEGURANÇA DO PACIENTE COM ENFOQUE NAS MEDIDAS DE PREVENÇÃO E CONTROLE DE INFECÇÕES.
Título(s) alternativo(s): The undergraduate education in nursing: methodological trends and patient safety with focus on prevention and control of infections.
Autor: Boeira, Elisângela Rodrigues 
Primeiro orientador: Souza, Adenícia Custódia Silva e
Primeiro membro da banca: Tipple, Anaclara Ferreira Veiga
Segundo membro da banca: Vila, Vanessa da Silva Carvalho
Resumo: Trata-se de um estudo qualitativo, descritivo exploratório, do tipo análise documental desenvolvido com o objetivo de caracterizar as tendências metodológicas e o ensino das medidas de prevenção e controle de infecções para a segurança do paciente em cursos de graduação em enfermagem. Participaram seis Instituições de Ensino Superior (IES) que oferecem Curso de Graduação em Enfermagem na modalidade presencial. Os dados foram coletados dos seis Projetos Pedagógicos dos Cursos (PPC) e de 273 planos de disciplina e permitiram a visualização geral da estrutura curricular e das metodologias de ensino adotadas. Em cinco cursos, as matrizes curriculares estão organizadas por disciplinas, e um curso adota matriz curricular integrada, com unidades e eixos temáticos. Apesar de esforços dos cursos de graduação para a adoção de metodologias inovadoras e avançadas de ensino, alguns pontos do processo de ensino-aprendizagem necessitam de mudanças. A avaliação da aprendizagem foi predominantemente pontual na maioria dos cursos de graduação, contradizendo a adoção de métodos crítico-reflexivos constantes nos PPC. Além disso, foram encontradas incoerências em alguns planos de disciplina, pois os objetivos e as ementas não apresentavam conexão entre eles. Observou-se planos de disciplina idênticos aos de semestres anteriores e aos de outros cursos oferecidos nas instituições de ensino. Outro achado refere-se ao número elevado de disciplinas ministradas pelos docentes que são responsáveis por disciplinas que abordam prevenção e controle de infecções. Em um dos cursos, um docente ministra até nove disciplinas. Presume-se que a elevada quantidade de disciplinas ministradas por um docente, culmina em tempo insuficiente, para o planejamento do processo de ensino que inclua todas as medidas de precaução padrão, necessárias para a aprendizagem e prática profissional competente. Os resultados referentes à Segurança do Paciente demonstraram que, essa temática é abordada em poucas disciplinas dos cursos de graduação em enfermagem. Os conteúdos como a comunicação, o relacionamento interpessoal, o trabalho em equipe, a compreensão da complexidade organizacional e o ensino das medidas de prevenção e controle de infecções devem ser reforçados, de forma transversal durante a graduação, para que o estudante de enfermagem desenvolva competências necessárias para a assistência segura. O ensino das medidas de prevenção e controle de infecções não aparece de forma explícita nos PPC, apenas em alguns planos de disciplina. O uso e manuseio de Equipamentos de Proteção Individual foi a medida que apareceu com maior frequência (46,2%), seguida de Higiene das Mãos (38,5%), limpeza e desinfecção de equipamentos e superfícies (30,8%), descarte de perfurocortantes (20,5%). A medida menos abordada nos cursos foi o processamento de produtos para a saúde (15,4%). A adoção de metodologias crítico-reflexivas para o ensino das medidas de prevenção e controle de infecções requer incentivo das IES para a qualificação docente, com revisão dos PPC e planos de disciplina e, esforço dos estudantes, considerando que toda e qualquer atividade de enfermagem envolve a segurança do paciente.
Abstract: This is a qualitative study, descriptive and exploratory, documentary analysis type developed in order to analyze the methodological trends and education measures for the prevention and control of infections for patient safety in undergraduate courses in Nursing. Six higher education institutions that offer undergraduate course in Nursing in classroom mode participated. The data were collected from the six Political Pedagogical Project (PPP) and 273 discipline plans of the six courses, and allowed the overview of the curriculum and teaching methodologies adopted. In five courses, the curriculum matrices are organized by subject, and a course adopts integrated curriculum with units and themes. Despite efforts of undergraduate courses for the adoption of innovative and advanced methods of teaching, some points of the teaching-learning process require changes. The assessment of learning was predominantly punctual in most undergraduate courses, contradicting the adoption of critical-reflexive methods specified in PPP. In addition, inconsistencies were found in some discipline plans because the objectives and the menus had no connection between them. It was observed discipline plans identical to previous semesters and to the other courses offered in the educational institutions. Another finding refers to the large number of subjects taught by the same teacher, who in one of the courses, a teacher teaches up to nine subjects. It is assumed that the high number of courses taught by each teacher, results in insufficient time for planning the teaching process that includes all measures of standard precaution, necessary for learning and competent professional practice. The results for Patient Safety show that because it is a recent issue, this issue is addressed in a few disciplines of undergraduate programs in nursing. The contents such as communication, interpersonal relationships, teamwork, understanding the organizational complexity and the teaching of prevention and control of infections, should be strengthened, transversely during graduation so that the nursing student develops skills needed for safe care. The teaching of the measures of prevention and control of infection does not appear explicitly in the PPP, only some of which discipline plans. The using and the handling of Personal Protective Equipment was a measure that appeared more frequently (46,2%), followed by hand hygiene (38,5%), cleaning and disinfecting equipment and surfaces (30,8%), disposal of sharps (20,5%). The measure less addressed in the courses was the processing of health products (15,4%). The adoption of criticalreflective methodologies for the teaching of prevention and infection control measures requires encouragement of HEI (Higher Education Institution) for teaching qualification, curriculum revision, review of PPP and discipline plans and student effort, considering that any nursing activity involves patient safety.
Palavras-chave: Aprendizagem
Aprendizagem Baseada em Problemas
Bacharelado em Enfermagem
Controle de Infecções
Ensino
Docentes de Enfermagem
Precauções Universais
Segurança do Paciente
Learning
Problem-Based Learning
Education Nursing Baccalaureate
Infection Control
Teaching
Faculty Nursing
Universal Precautions
Patient Safety
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências da Saúde
Programa: Atenção à Saúde
Citação: BOEIRA, Elisângela Rodrigues. The undergraduate education in nursing: methodological trends and patient safety with focus on prevention and control of infections.. 2016. 152 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIÂNIA, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/3160
Data de defesa: 7-Mar-2016
Appears in Collections:Mestrado em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Elisangela Rodrigues Boeira.pdf1,33 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.