???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3184
Tipo do documento: Dissertação
Título: SHAKESPEARE E A (IN)TRADUZIBILIDADE DA POESIA.
Título(s) alternativo(s): Shakespeare and the (Un)translatability of the Poetry.
Autor: Silva, Valeria Maria de Souza 
Primeiro orientador: Pinto, Divino José
Primeiro membro da banca: Cruz, Antonio Donizeti da
Segundo membro da banca: Rodrigues, Maria Aparecida
Resumo: A tradução é uma atividade indispensável para a comunicação entre as diferentes culturas, mas precisa ser melhor compreendida, pois nem sempre o que é considerado como tradução, efetivamente o é. Considerando que cada idioma é formado dentro de um contexto histórico, social e cultural intrínseco à sociedade que o utiliza, a tentativa de tradução de determinados textos, muitas vezes, se vê frustrada pela dificuldade de se encontrarem equivalentes que consigam expressar com acuidade, na língua final, a mensagem contida no texto original. Isso é especialmente válido para textos literários e mais ainda para textos poéticos, nos quais a liberdade criadora do autor se utiliza intensamente das ferramentas linguísticas para transmitir sentidos que não conseguem ser apreendidos apenas pela leitura do texto. O presente trabalho propõe avaliar a possibilidade de tradução de poemas, utilizando como base a opinião de teóricos e de tradutores, levantada na literatura. Para análise e experimentos relacionados à tradução da poesia são selecionados dois Sonetos de William Shakespeare, em virtude do grande desafio e prazer de se explorar obras deste autor que é um ícone para a literatura inglesa e para a literatura mundial. Com a apresentação de diversas versões de tradução para o Soneto 29 de Shakespeare, espera-se demonstrar que os obstáculos encontrados na tradução do texto poético, muitos deles intransponíveis, pode levar à conclusão que sua conversão para outro idioma não poderia ser tratada como tradução e sim, a criação de outro texto. Para o Soneto 1, realiza-se duas versões diferentes de interpretação, comparando seus resultados, fazendo-se uma análise sobre a interpretação de textos poéticos.
Abstract: Translation is an essential tool for the communication between different cultures. However, it needs to be better understood. Some writings are considered translations when, in fact they are not. Languages are built within a historical, social and cultural context, which is intrinsic to the society that uses it. The attempt to translate certain texts is often frustrating because of the difficulty of finding an equivalent word or expression that can acutely express the message from the original text. It happens frequently in literary texts and even more often in poetic texts, in which the author s creativity can freely uses linguistic tools to convey meanings that can t be noticed by just reading the text. The purpose of this study is to analyze the possibility of the translation of poems, using the opinion from theorists and translators concerning literature. For the analysis and experiments in translating poetry, two of William Shakespeare s sonnets are selected, due to the great challenge and pleasure of exploring works from this author, who is an icon for English literature and World literature. Multiple versions for the translation of Sonnet 29 from Shakespeare were presented, in the attempt to demonstrate that due to the amount of obstacles found in translating poetic texts, some of them impassable, its conversion to another language cannot be treated as "translation" but as a "creation" of another text. Two different interpretations of Sonnet 1 are made in order to compare their results, making an analysis of the interpretation of poetic texts.
Palavras-chave: Poesia
Tradução
Shakespeare
Literatura Britânica
Interpretação
Poetry
Translation
Shakespeare
British Literature
Interpretation
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências Humanas
Programa: Literatura e Crítica Literária
Citação: SILVA, Valeria Maria de Souza. Shakespeare and the (Un)translatability of the Poetry.. 2013. 73 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIÂNIA, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/3184
Data de defesa: 7-Feb-2013
Appears in Collections:Mestrado em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VALERIA MARIA DE SOUZA SILVA.pdf976,87 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.