???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3200
Tipo do documento: Dissertação
Título: O IMAGINÁRIO EM MAYA DE URSULINO LEÃO.
Autor: Santana, Rosângela Maria 
Primeiro orientador: Lima, Maria de Fátima Gonçalves
Primeiro membro da banca: Paes, Iêdo de Oliveira
Segundo membro da banca: Oliveira, éris Antônio
Resumo: Esta dissertação apresenta uma análise fundamentada numa pesquisa bibliográfica sobre o imaginário na obra literária Maya, de Ursulino Leão. O romance foi escrito em 1949 quando o escritor, acadêmico do Curso de Direito, ainda muito jovem, se evolava para o mundo literário. A obra descreve como ilusórios todos os sentimentos revelados numa história interessante pelo seu conteúdo de verdades, seu drama e sua experiência humana. Maya se destaca pela sua estrutura e técnica narrativa e pela caracterização das personagens, por seus valores discutidos e questionados e pela riqueza e adequação do vocabulário. A imaginação, a fantasia, o sentimentalismo, a exuberância de emoções e a simbologia o fazem um romance concentrado numa visão da essência mais íntima do ser. O estudo se alicerça teoricamente em Gaston Bachelard e Gilbert Durand, ao analisar o imaginário; em C.G. Jung, a respeito do simbólico; e finalmente em G. Lukács e M. Bakhtin, acerca de uma leitura possível da teoria do romance.
Abstract: This dissertation presents an analysis based on a bibliographical research on the imagination/imaginary in the novel Maya, by Ursulino Leão. The novel was written in 1949, when the writer, student of a law course, still very young, volatilized himself into the literary world. The book describes as illusory all feelings present in the novel, which brings an interesting story because of its content of truths, its drama and its human experience. The novel Maya stands out for its structure and narrative technique, the characterization of the characters, its values discussed and questioned and the richness and appropriateness of vocabulary. Imagination, fantasy, sentimentality, the exuberance of emotions and symbolism make the novel a story focused on a vision of the innermost essence of the human being. The study is theoretically based on Gaston Bachelard and Gilbert Durand, when analyzing the imaginary; on C. G. Jung, about the symbolic; and finally on G. Lukacs and M. Bakhtin, about a possible reading of the novel theory.
Palavras-chave: Imaginário
Símbolos
Simbologia
Romance
Maya
Imagination/Imaginary
Symbols
Symbology
Novel
Maya
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências Humanas
Programa: Literatura e Crítica Literária
Citação: SANTANA, Rosângela Maria. O IMAGINÁRIO EM MAYA DE URSULINO LEÃO.. 2012. 122 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIÂNIA, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/3200
Data de defesa: 14-Dec-2012
Appears in Collections:Mestrado em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ROSANGELA MARIA SANTANA.pdf586,25 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.