???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3274
Tipo do documento: Dissertação
Título: Poesia e realismo em Rio do sono , de José Godoy Garcia
Título(s) alternativo(s): Poetry and Realism in Rio do sono , by José Godoy Garcia
Autor: Fayad, Maria Elizete de Azevedo 
Primeiro orientador: Assumpção, Albertina Vicentini
Primeiro membro da banca: Yokozawa, Solange Fiuza Cardoso
Segundo membro da banca: Silva, Célia Sebastiana
Resumo: José Godoy Garcia (1918-2001), poeta com engajamento político e social, passou quase despercebido na história da cultura goiana. Ciente da escassa fonte de pesquisa sobre sua obra, este estudo analisa a obra Rio do sono (1948) para verificar a lisibilidade realista como recurso transmissor de clareza, homogeneidade e coerência lingüística da sua lírica, com enfoque na concepção histórica da realidade empírica e no realismo enquanto convenção discursiva. Para tal, estipula-se sua fortuna crítica e faz-se uma visão geral de sua obra. Em seguida, discute-se a lírica e o realismo e suas vertentes, cujo arcabouço teórico se fundamenta em Aristóteles (1973); Alfonso Berardinelli (2007); Jenny Laurent (2003) Erich Auerbach (1976); Roland Barthes (1972; 1972b); Roman Jakobson (1978; 1990) e, especialmente, Phillipe Hamon (1984). Através dessa discussão teórica, avalia-se o realismo de algumas poesias de Rio do Sono.
Abstract: José Garcia Godoy (1918-2001), a poet with political and social issues, was unnoticed in the history of Goias' culture. Aware of the limited source of research on his work, this study examines the master piece Rio do sono" (1948), by verifying the realistic readableand in his poems focusing on the historical conception of empirical reality and realism as a convention. To this end, we were decided to point his critical fortune and the overview of his work. After, we discuss the realism and its theoretical aspects which is based on Aristóteles (1973); Alfonso Berardinelli (2007); Jenny Laurent (2003) Erich Auerbach (1976); Roland Barthes (1970;1972); Roman Jakobson(1978;1990) and specially Phillipe Hamon (1984). And, through a theoretical discussion, we assessed the realism in Garcia with a focus on readableand transmitter with clarity, consistency and coherence of his lyrical language.
Palavras-chave: José Godoy Garcia
Lisibilidade
Poesia
Realismo
José Godoy Garcia
Readableand
Poetry
Realism
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LITERATURA COMPARADA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências Humanas
Programa: Literatura e Crítica Literária
Citação: FAYAD, Maria Elizete de Azevedo. Poetry and Realism in Rio do sono , by José Godoy Garcia. 2009. 90 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIÂNIA, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/3274
Data de defesa: 16-Dec-2009
Appears in Collections:Mestrado em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria Elizete de Azevedo Fayad.pdf415,84 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.