???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3281
Tipo do documento: Dissertação
Título: O MANEIRISMO NA LITERATURA INFANTIL
Autor: Costa, Simone Rames Abrahão Basílio da 
Primeiro orientador: Rodrigues, Maria Aparecida
Primeiro membro da banca: Rabelo, Sebastião Augusto
Segundo membro da banca: Pinto, Divino José
Resumo: Esta pesquisa teve como principal objetivo analisar obras de Literatura Infantil sob abordagem da estética maneirista, no que envolvia as categorias temáticas e discursivas do Maneirismo como artificialismo, enigmas, metamorfose, monstruoso, mítico, metáforas alógicas, hieróglifos, fantástico, maravilhoso, e outros. As obras escolhidas estão compreendidas entre os séculos XVII ao XXI. Fizeram parte do corpus para as análises os contos dos irmãos Grimm Irmãozinho e Irmãzinha O gamozinho encantado; de Collodi As aventuras de Pinóquio e o mais moderno, de Maria de Fátima de Oliveira Lima, O Castelo de Branca de Neve. O objetivo foi alcançado, indo além do esperado, pois se detectou em todo este percurso epistêmico realizado que o Maneirismo é, também, possível ser analisado como forma de expressão estética da arte, não somente como um estilo de época, como se dá na maioria dos estudos críticos literários, porque em toda época de cada conto infantil estudado, lá estavam mais de uma categoria do Maneirismo, postuladas pelo teórico Gustav Rène Hocke, base teórica desta pesquisa. Foram utilizados como metodologia, os estudos de A. Schaff, segundo Izidoro Blikstein, partindo do gráfico que se construiu numa tentativa de descobrir como se dá o referente extralingüístico numa obra, cujo título é A Fabricação da Realidade. O processo de toda análise crítica foi sustentado pela desconstrução deste gráfico que nos proporcionou uma melhor compreensão da junção do Maneirismo à Literatura Infantil, especialmente em Pinóquio, a partir do referencial linguístico, que é o próprio texto. Nos demais contos infantis recorremos à práxis que envolve a percepção de cada leitor, no momento da recepção de cada texto, como explica no Capítulo terceiro desta obra, na exposição e compreensão do segundo gráfico, modelo pela pesquisadora proposto, sempre desconstruindo a forma estrutural tradicional, cujo título é A desconstrução da análise clássica.
Abstract: This research had as main objective to analyze children's literature in the Mannerist aesthetic approach, involving the Mannerist s theme and discursive categories as artificiality, puzzles, metamorphosis, monstrous, mythical, analog metaphors, hieroglyphics, fantastic, wonderful, and others. The works chosen are between the seventeenth to the twenty-first century. They were part of the corpus for the analysis of the tales of Brothers Grimm: Little Brother and Little Sister, The Adventures of Pinocchio of Collodi and the most modern, of Maria de Fátima de Oliveira Lima, The Castle of Snow White. The goal was reached, beyond the expected, because was found in all this epistemic route realized, that the Mannerist is, too, possible to be analyzed as a form of aesthetic expression of art, not only as a period style, as happens in most of literary critics studies, because in every period of each studied children's story, there were more than one category of Mannerism, predicted by the theoretical Gustav Rene Hocke, the theoretical basis of this research. The studies of A. Schaff, second Izidoro Blikstein were used as a methodology, starting from the graph that was constructed in an attempt to discover how occurs the extra-linguistic referent in a work, titled The Making of Reality. The whole process of the critic analyze was supported by the deconstruction of this graph that provided a better understanding of the junction of Mannerism to the child literature, especially in Pinocchio, from the linguistic reference, which is the text itself. In other fairy tales was used the praxis that involves the perception of each reader at the moment of reception of each text, as explained in Chapter Three of this work, in the exposure and understanding of the second graph, the model proposed by the researcher, always deconstructing the traditional structural form, entitled The deconstruction of classical analysis.
Palavras-chave: Estética Maneirista
Literatura Infantil
Categorias
Desconstrução da Realidade
Mannerist Aesthetics
Categories
Deconstruction of Reality
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LITERATURA COMPARADA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências Humanas
Programa: Literatura e Crítica Literária
Citação: COSTA, Simone Rames Abrahão Basílio da. O MANEIRISMO NA LITERATURA INFANTIL. 2009. 110 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIANIA, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/3281
Data de defesa: 10-Oct-2009
Appears in Collections:Mestrado em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SIMONE RAMES ABRAHAO BASILIO DA COSTA.pdf664,78 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.