???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3458
Tipo do documento: Dissertação
Título: AS ABORDAGENS DO CONHECIMENTO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: UM ESTUDO A PARTIR DA PRODUÇÃO BIBLIOGRÁFICA BRASILEIRA.
Autor: Almeida, Rosane Cândida de 
Primeiro orientador: Siqueira, Romilson Martins
Primeiro membro da banca: Coutinho, Ângela Maria Scalabrin
Segundo membro da banca: Libâneo, José Carlos
Resumo: Esta pesquisa inscrita na linha de pesquisa Educação Sociedade e Cultura tem por objetivo compreender o debate sobre as abordagens do conhecimento na Educação Infantil, considerando os trabalhos completos apresentados durante as Reuniões Anuais da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPEd), no Grupo de Trabalho nº 07 (GT07) Educação de Crianças de 0 a 6 anos. Reconhecendo que a Associação é lócus de produção científica que reverbera suas pesquisas na formação inicial e continuada de professores por meio da produção bibliográfica brasileira na forma de artigos publicados em periódicos, capítulos de livros e comunicações em eventos acadêmicos. Dessa forma, teve como objeto de estudo o debate sobre as abordagens do conhecimento na Educação Infantil. A relevância deste trabalho se justifica na necessidade do próprio campo da Educação Infantil em discutir a relação entre criança e processo educacional institucionalizado. Nesta perspectiva, esta pesquisa se constitui como um estudo situado naquilo que já foi produzido sobre o tema na relação com outras prerrogativas: a) As funções e as finalidades da educação institucionalizada das crianças de 0 a 5 anos e 11 meses; b) A infância como tempo da vida dos sujeitos destinatários desta educação; c) A cultura como prática social humana; d) A experiência como condição necessária para afirmar a possibilidade de ser narrada; e) O currículo e o conteúdo, como objetos do campo pedagógico. Evidencia-se que estas categorias não se excluem e nem se repelem, mas se constituem mutuamente, oferecendo pistas para se pensar criticamente o conhecimento às crianças na Educação Infantil. Destaca-se que este trabalho se constitui como uma pesquisa do tipo bibliográfica com análise de conteúdo. Tem como método de estudo e compreensão o Materialismo Histórico Dialético uma vez que este permite apreender o objeto de estudo situado nas contradições sociais, que permeiam as tensões entre inclusão e exclusão das crianças na apropriação do conhecimento. Esta tensão é apenas um emblema da lógica que orienta a sociedade quando se trata de compreender o lugar do sujeito e o domínio do conhecimento sistematizado. Para essa análise, consideraram-se as relações: passado-presente, parte-todo, universalidade-singularidade, história-historicidade, movimento, dialeticidade e contradição. Quanto ao referencial teórico para encaminhar a análise dos dados, a pesquisa buscou aporte em diferentes enfoques conceituais, que se articulam na apreensão do objeto de pesquisa, à saber: a) Pedagogia da Infância representada por ROCHA (1999 e 2008), em articulação com os estudos de KRAMER (2001, 2003, 2006, 2009 e 2010) e BARBOSA (2008 e 2010); b) Psicologia Histórico-cultural a partir de VIGOTSKI (1998 e 2000) e PRESTES (2012); c) Teoria Crítica em interlocução com ADORNO (1985), HORKHEIMER (2000) e MARCUSE (1978); d) Sociologia da Infância a partir de CORSARO (2009 e 2011) e SARMENTO (1997 e 2005); e) Estudos Culturais no contexto da produção materialista de WILLIAMS (1979, 1992, 2007 e 2011).
Abstract: This research, based on the search line of “Education Society and Culture”, aims at understanding the discussion on the approaches of knowledge in early childhood education, considering the final works presented during the Annual Meeting of the National Association of Graduate Studies and Research in Education (ANPEd) in Group Work No. 07 (GT07) “ Education of Children from 0 to 6”, recognizing that the Association is a scientific production locus that reverberates its researches in initial and continuing teacher’s training throughout the Brazilian bibliographic production in the form of journal articles, book chapters and communications in academic events. Thus, we had as object of study the debate on approaches to knowledge in early Childhood Education. The relevance of this work is justified by the need for the field of early Childhood Education itself discuss the relationship between child and institutionalized educational process. In this perspective, this research constitutes a study based on what has already been produced on the subject in relation to other prerogatives: a) Functions and purposes of institutionalized education of children from 0 to 5 years and 11 months of age; b) Childhood as the life time of the subjects addressed in this education; c) Culture as human social practice; d) Experience as a necessary condition to assert the possibility of being narrated; e) The curriculum and content as the pedagogical field objects. It is evident that these categories are not mutually exclusive, nor repel each other, but they are mutually offering clues to think critically the knowledge towards children in kindergarten. It is emphasized that this work is a bibliographical research with content analysis . It has, as a method of study and understanding, the Dialectical Historical Materialism since this allows us to apprehend the object of study located in the social contradictions that permeate the tensions between inclusion and exclusion of children in the appropriation of knowledge. This tension is but one logical emblem that guides society when it comes to understanding the place of the subject and the area of systematized knowledge. For this analysis, we considered the relations: past-present, part-whole, universality-uniqueness, history-historicity, movement, dialectics and inconsistency. As to the theoretical framework to route the data analysis, the survey sought input on different conceptual approaches , which are articulated in the apprehension of the research object, such as: a) Education of Children represented by ROCHA (1999 and 2008), in conjunction with the studies of KRAMER (2001, 2003, 2006, 2009 and 2010) and BARBOSA ( 2008 and 2010); b) Historical-Cultural Psychology from Vygotsky (1998 and 2000) and PRESTES (2012); c) Crítical Theory in dialogue with Adorno (1985), HORKHEIMER (2000) and Marcuse (1978); d) Sociology of Childhood from CORSARO (2009 and 2011) and SARMENTO (1997 and 2005); e) Cultural Studies in the context of materialistc production WILLIAMS ( 1979, 1992, 2007 and 2011).
Palavras-chave: Educação Básica. Educação Infantil Institucionalizada. Conhecimento.
Basic Education. Institutionalized Child Education. Knowledge.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Formação de Professores e Humanidade::Curso de Pedagogia
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Educação
Citação: Almeida, Rosane Cândida de. AS ABORDAGENS DO CONHECIMENTO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: UM ESTUDO A PARTIR DA PRODUÇÃO BIBLIOGRÁFICA BRASILEIRA.. 2016. [216 f]. Dissertação( Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, [Goiânia - GO] .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/3458
Data de defesa: 27-Jun-2016
Appears in Collections:Mestrado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ROSANE CÂNDIDA DE ALMEIDA.pdfTexto Completo1,46 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.