???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3579
Tipo do documento: Dissertação
Título: Relação entre a indução ao ganho de peso decorrente do uso crônico de olanzapina e os SNPs TaqIA no gene DRD2 e G-308A no gene TNF-α
Autor: Brito, Rodrigo Bernini de 
Primeiro orientador: Cruz, Aparecido Divino da
Primeiro membro da banca: Silva, Cláudio Carlos da
Segundo membro da banca: Reis, Angela Adamski da Silva
Resumo: A olanzapina é um antipsicótico de segunda geração que exibe uma baixa incidência de efeitos colaterais extrapiramidais e tem sido recomendada como fármaco de primeira linha para o tratamento da esquizofrenia e também é utilizada no tratamento do transtorno bipolar, mas tem o ganho de peso como efeito colateral comum no uso crônico deste medicamento. Uma análise abrangente da literatura revelou que a olanzapina induz maior ganho de peso do que a maioria dos outros antipsicóticos, com exceção da clozapina. A incidência de ganho de peso induzido pela olanzapina e doenças associadas, como diabetes e doenças cardiovasculares, é maior entre o grupo de pacientes do que a da população em geral. Estes efeitos secundários indesejados têm diminuído a adesão dos pacientes ao tratamento. Muitas observações clínicas e estudos têm tentado elucidar o possível mecanismo envolvido. No entanto, até o momento, o mecanismo subjacente ao ganho de peso induzido pela olanzapina permanece obscuro. No presente estudo foi realizada uma investigação retrospectiva, que avaliou 21 pacientes em uso de olanzapina por um período de 20 a 119 meses, comparando dentro da amostra, pacientes que perderam peso ou ficaram estáveis (< 7% ganho em relação ao IMC) ao grupo que ganhou peso de forma moderada ou grave durante o uso da olanzapina (>7% ganho em relação ao IMC). Também foram avaliados os níveis de glicose e lipídeos plasmáticos de todos os pacientes. Para o grupo de pacientes ainda foram analisados os polimorfismos genéticos de TaqIAno gene DRD2 e G-308A do gene TNF-α por PCR-RFL e ARMS-PCR, respectivamente. O polimorfismo genéticos da TaqIA (C32806T) no gene DRD2 apresentou relação com o uso prolongado de olanzapina com relevante significância estatística em relação ao ganho de peso e às alterações bioquímicas observadas no plasma dos pacientes. Em relação as variantes genética do SNP G-308A no gene TNF-α, os achados do presente estudo não permitiram corroborar ou refutar as conclusões de outros estudos.
Abstract: Olanzapine is a second generation antipsychotic that show low incidence of extrapyramidal side effects and has been recommended as the first line drug for the treatment of schizophrenia and is also used in the treatment of bipolar disorder. But it has the weight gain as a side effect which is common in the chronic use of this medicine. A comprehensive review of the literature revealed that olanzapine induces more weight gain than most other antipsychotics, except clozapine. The incidence of weight gain induced by olanzapine and associated diseases such as diabetes and cardiovascular diseases is higher in this group of patients than in the general population. These unwanted side effects have decreased patients' adherence to treatment. Many clinical observations and studies have attempted to elucidate the possible mechanism involved. However, to date, the mechanism underlying the weight gain induced by olanzapine remains unclear. This present study retrospective evaluates 21 patients using olanzapine for a period of 20 to 119 months, compared within the sample, patients who lost weight or remained stable (<7% gain in relation to BMI) group which gained weight at a moderate or severe way during the use of olanzapine (> 7% gain in relation to BMI). We also evaluated the levels of glucose and plasma lipids of all patients. For the group of patients were also analyzed genetic polymorphisms of TaqIA DRD2 gene and G-308A TNF-α gene by PCR-RFL and ARMS-PCR, respectively. TaqIA of genetic polymorphism (C32806T) in the DRD2 gene was correlated with prolonged use of olanzapine with relevant statistical significance in relation to weight gain and biochemical changes observed in plasma of patients. Regarding the genetic variants of the SNP G-308A TNF-α gene, the findings of this study failed to corroborate or refute the findings of other studies.
Palavras-chave: Olanzapina, Polimorfismo, Ganho de Peso, DRD2, TNF-α.
Olanzapine, Polymorphism, Weight Gain, DRD2, TNF-α.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Ciências Agrárias e Biológicas::Curso de Biologia Bacharelado
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Genética
Citação: Brito, Rodrigo Bernini de. Relação entre a indução ao ganho de peso decorrente do uso crônico de olanzapina e os SNPs TaqIA no gene DRD2 e G-308A no gene TNF-α. 2011. 57 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Genética) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia - GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3579
Data de defesa: 20-Dec-2011
Appears in Collections:Mestrado em Genética

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rodrigo Bernini de Brito.pdfTexto Completo1,56 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.