???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3619
Tipo do documento: Dissertação
Título: DESCARTE DE RESÍDUOS GERADOS NO TRATAMENTO DOMICILIAR DE PACIENTES DIABÉTICOS USUÁRIOS DE INSULINA ASSISTIDOS PELA ATENÇÃO BÁSICA
Título(s) alternativo(s): Disposal of waste generated in home treatment of diabetic patients using insulin, assisted by primary care
Autor: Carvalho, Fabiana Aparecida dos Santos 
Primeiro orientador: Rodrigues, Flávia Melo
Primeiro membro da banca: Campos, Ana Claudia Camargo
Segundo membro da banca: Saddi, Vera Aparecida
Resumo: Os resíduos de serviços de saúde (RSS) podem trazer inúmeros problemas aos trabalhadores dos setores de saúde, à comunidade e ao meio ambiente. O gerenciamento desses resíduos e o reuso de artigos hospitalares é um assunto polêmico e que merece atenção especial por parte dos gestores. Partindo desse pressuposto, este estudo objetivou identificar como é realizado o descarte dos resíduos gerados a partir do tratamento domiciliar de pacientes diabéticos, usuários de insulina, assistidos pela atenção básica. É um estudo de caráter descritivo exploratório, com abordagem quantitativa, realizado com 83 indivíduos usuários de insulina e assistidos na atenção básica do município de Aparecida de Goiânia, Goiás. Na coleta de dados, adotou-se a técnica da aplicação de questionário. Os resultados obtidos mostraram que 69,9% dos indivíduos pesquisados não segregavam ou acondicionavam o lixo adequadamente em nenhuma etapa do processo de tratamento, 72,3% (60) eram do sexo feminino e 27,7% (23) do sexo masculino, a faixa etária predominante variou de 34 a 87 anos para o sexo masculino e de 27 a 78 anos para o sexo feminino, uma média de 63,1 anos para os homens e 60,5 para as mulheres, com baixa renda e escolaridade, 56,6% tinham diagnóstico de DM tipo 2. Não houve diferença significativa nas variáveis do descarte entre os gêneros, idade, grau de instrução e local onde se recebe o material do tratamento. A reutilização de seringas e agulhas foi referida por 85,5% do grupo e, entre os participantes, 80,7% afirmaram que nunca receberam orientações para o descarte do lixo resultante do tratamento. O estudo permitiu observar que os indivíduos usuários de insulina acompanhados pela atenção básica não armazenavam e não descartavam adequadamente os resíduos gerados em seus domicílios, mostrando uma falha no processo de educação em saúde e a ausência de um protocolo para direcionar o manejo desses resíduos.
Abstract: Health services residues can bring many problems to those who work on health sectors, community and environment. Management of such waste and the reuse of medical articles are controversial subjects that deserve special attention from managers. Based on this, this study aimed to identify the accomplishment of waste disposal originated from home treatment of diabetic patients using insulin, assisted by primary care. This study is exploratory and descriptive, with a quantitative approach, conduced with 83 subjects insulin users assisted in primary care, living in Aparecida de Goiânia, Goiás. In data collection, we adopted the questionnaire technique. Results have showed that 69.9% of the inquired individuals did not secreted or waste properly filled storage containers, in any step of the treatment process. 72.3% (60) were female and 27.7% (23) were male, with ages varying from 34 -87 years for males and 27-78 years for females, leading to an average of 63.1 years for men and 60.5 for women, with low income and education. 56 6% had a diagnosis of diabetes 2. There were no significant differences in disposal, when comparing variables gender, age, level of education and from where they get the material treatment. The reuse of syringes and needles were reported by 85.5% of the group and, among the participants, 80.7% said they never received guidelines for the disposal of the resulting waste treatment. This study has showed that insulin users, accompanied by primary care, do not stored or discard properly wastes generated in their homes, showing a flaw in the health education process and the absence of a protocol to direct the management of such waste.
Palavras-chave: Descarte. Diabetes mellitus. Gerenciamento. Perfurocortantes.
Dispose. Diabetes mellitus. Management. Sharps.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Ciências Médicas, Famacêuticas e Biomédicas::Curso de Biomedicina
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Ciências Ambientais e Saúde
Citação: Carvalho, Fabiana Aparecida dos Santos. DESCARTE DE RESÍDUOS GERADOS NO TRATAMENTO DOMICILIAR DE PACIENTES DIABÉTICOS USUÁRIOS DE INSULINA ASSISTIDOS PELA ATENÇÃO BÁSICA. 2016. 71 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia - GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3619
Data de defesa: 12-Aug-2016
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FABIANA APARECIDA DOS SANTOS CARVALHO.pdfTexto Completo3,64 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.