???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3745
Tipo do documento: Dissertação
Título: O PROCESSO DE INCLUSÃO: OBJETIVAÇÃO E ANCORAGEM DO PRIMEIRO ALUNO SURDO NUMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR
Autor: Silva, Elza Maria do Socorro da 
Primeiro orientador: Lemes, Lila Maria Spadoni
Primeiro membro da banca: Mata, Alba Cristhiane Santana da
Segundo membro da banca: Menezes Junior, Antônio da Silva
Resumo: Atualmente, a inclusão vem sendo discutida pela sociedade e especialmente pelos profissionais da educação devido aos movimentos e às exigências em favor da escolarização das pessoas com deficiência. A inclusão é um processo que requer muito mais do que transferir alunos da escola especial para a escola regular, pois trata se de fazer com que o aluno seja parte da escola. No caso dos surdos, referese à sua inserção na sociedade levando em consideração que o surdo tem suas peculiaridades, entre elas, a forma de se comunicar. Seu principal canal de comunicação é visual-espacial. São incluídos alunos surdos em escolas regulares que seguem um padrão baseado na integração de todos os alunos, estes devem seguir o mesmo método pedagógico, avançar no mesmo ritmo e serem avaliados da mesma forma. Nesse sentido, incluir o aluno surdo é propor um processo de mudança, envolvendo todos os segmentos do ambiente escolar. Assim, o presente trabalho é um estudo de caso, que objetivou analisar como o modelo atual das políticas públicas voltadas para a educação do aluno surdo se concretiza nas representações sociais dos professores que lecionam em uma Instituição do Ensino Superior (IES) do interior de Goiás no ano de 2016. Para cumprir a proposta, foi utilizada a pesquisa quali-quantitativa, por meio de aplicação de questionários, entrevistas e análise documental. A abordagem metodológica utilizada foi a Teoria das Representações Sociais (TRS), a partir da compreensão de que o aluno surdo do estudo de caso pertence a vários grupos sociais, entre eles, os surdos, que são vítimas dos processos de exclusão nos ambientes escolares. Para realizar a investigação, foi analisada a concepção de “Inclusão” a partir dos estudos de Maria Teresa Mantoan, a abordagem da Teoria das Representações Sociais na visão de Serge Moscovici e a aprendizagem e cultura surda na perspectiva de Ronice Quadros e Karin Strobel. Os resultados desta pesquisa foram tratados a partir da análise da instituição de ensino superior, análise dos professores e análise do aluno surdo. Esses resultados demonstraram que não houve um processo de inclusão e sim de integração.
Abstract: Currently, the inclusion has been discussed by society and especially by education professionals due to the movements and demands for schooling of people with special needs. Inclusion is a process that requires much more than transferring students from the special school to the regular one, because it is about making the student part of the school. In the case of deaf students, it refers to their insertion in society, taking into account that the deaf person has his/her peculiarities, among them, the way of communicating. His/her main communication channel is visualspatial. Deaf students are included in regular schools that follow a pattern based on the integration of all students, they must follow the same pedagogical method, advance at the same pace and be evaluated in the same way. In this sense, to include the deaf student is to propose a process of change, involving all segments of the school environment. Thus, the present work is a case study, which aimed to analyze how the current model of public policies about the education of deaf student materializes in the social representations of teachers who teach in a Higher Education Institution (HEI) in Goiás in 2016. In order to comply with the proposal, a qualitative-quantitative research was used through the application of questionnaires, interviews and documentary analysis. The methodological approach used was the Theory of Social Representations (TRS), based on the understanding that the deaf student in the case study belongs to several social groups, including the deaf, who are victims of exclusion processes in school settings. To carry out the research, the concept of "Inclusion" was analyzed from the studies of Maria Teresa Mantoan, the approach of Theory of Social Representations in the view of Serge Moscovici and the learning and deaf culture in a perspective of Ronice Quadros and Karin Strobel.
Palavras-chave: Educação Inclusiva. Educação de surdos. Teoria das Representações Sociais.
Inclusive Education. Education for the deaf. Theory of Social Representations.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Formação de Professores e Humanidade::Curso de Pedagogia
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Educação
Citação: Silva, Elza Maria do Socorro da. O PROCESSO DE INCLUSÃO: OBJETIVAÇÃO E ANCORAGEM DO PRIMEIRO ALUNO SURDO NUMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR. 2017. 140 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3745
Data de defesa: 28-Jul-2017
Appears in Collections:Mestrado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ELZA MARIA DO SOCORRO DA SILVA.pdfTexto Completo3,35 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.