???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3807
Tipo do documento: Dissertação
Título: PLURALIDADE DE GÊNEROS E IMAGINÁRIO NA OBRA DE LÊDA SELMA
Autor: Borges, Maralice Silva 
Primeiro orientador: Lima, Maria de Fátima Gonçalves
Primeiro membro da banca: Oliveira, Eris Antonio
Segundo membro da banca: Pinto, Divino José
Resumo: Este trabalho constitui uma análise das obras de Lêda Selma de Alencar, que caracterizam-se por um conjunto recorrente de imagens, dispersos numa multiplicidade de formas textuais. As crônicas e os contos constituem as modalidades de sua prosa, paralela à produção de textos poéticos podendo ser poesias ou não. A presente dissertação examina o diálogo estabelecido entre textos de diferentes formas textuais no todo da prosa poética de Lêda Selma, através do corpus literário: Pois é filho... (1997); Nem te conto (2000); Até Deus duvida (2002); Hum... Sei não! (2005); Eu, hem? (2008), que estão reunidos como crônicas e contos. Além de A dor da gente (1988); Sombras e Sobras (2007); À deriva (2008), que fazem parte de livros de poemas. A proposta pauta-se por contribuições dialógicas e intertextuais a partir de Bakhtin (2003) e fundamentando-se principalmente pela teoria do imaginário de Bachelard (1957) e acrescidos ainda de formulações de Paul Ricouer (2000). A autora interage com o leitor e ambos vivem novas experiências além de demonstrar um fascínio pelo fazer poético que perpassa as normas existentes entre a prosa e a poesia.
Abstract: This work is an analysis of the works of Lêda Selma de Alencar, which are characterized by a recurring set of images, dispersed in a multiplicity of textual forms. The chronic and the tales are the modalities of her prose, parallel to the production of poetic texts and poems or not. This dissertation examines the dialogue established between texts from different textual forms in poetic prose's entire Leda Selma, through literary corpus: Pois é filho ... (1997); Nem te conto…! (2000); Até Deus duvida (2002); Hum... Sei não! (2005); Eu, Hem?! (2008), which are meeting as chronicles and tales. In addition to the A dor da gente (1988); Sombras e sobras (2007); A deriva (2008), which are part of poems’ books. The proposal is guided by contributions dialogical and intextual of Bakhtin (2003) and basing themselves mainly by imaginary theory of Bachelard (1957) and added to formulations of Paul Ricouer (2000). The authoress interacts with the reader and both live new experiences and demonstrate a fascination with making poetic running through existing standards between prose and poetry.
Palavras-chave: Imagens. Multiplicidade. Diálogos. Imaginário. Prosa e poesia.
images; multiplicity; dialogues; imaginary; prose and poetry.
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Formação de Professores e Humanidade::Curso de Letras
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Letras
Citação: Borges, Maralice Silva. PLURALIDADE DE GÊNEROS E IMAGINÁRIO NA OBRA DE LÊDA SELMA. 2011. 123 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Letras) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3807
Data de defesa: 1-Aug-2011
Appears in Collections:Mestrado em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARALICE SILVA BORGES.pdfTexto Completo854,28 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.