???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3829
Tipo do documento: Dissertação
Título: PRÁTICA SOCIAL RELACIONADA A SEXUALIDADE E GÊNERO ENTRE JOVENS UNIVERSITÁRIOS
Autor: Lima, Valeria Soares de 
Primeiro orientador: Siqueira, Teresa Cristina Barbo
Primeiro membro da banca: Lemes, Lila Maria Spadoni
Segundo membro da banca: Alves, Amone Inácia
Resumo: A presente pesquisa tem como objetivo principal verificar as práticas sociais relacionadas a sexualidade e a gênero entre jovens universitários de duas Instituições de Ensino Superior, uma pública e outra privada, em Anápolis – GO. Na fundamentação teórica, busca-se delinear os aspectos conceituais, históricos e filosóficos que permeiam a sexualidade, o corpo e o gênero por meio das concepções de Nunes (2005), Le Breton (2007), Louro (2013) Scott (1995), Siqueira (2010), Foucault (1979, 2014, 2015), Melani (2012), Corbin, Courtine e Vigarello (2008), Siqueira (2008), Puleo (2004), Nye (1995), Beauvoir (1970), Connel e Pearse (2015), Matos (2010), entre outros. Os referidos autores discutem como as categorias corpo, sexualidade e gênero estão repletas de representações, por meio dos conceitos que foram sendo estruturados ao longo do desenvolvimento humano e das diversas concepções teóricas que os descrevem. No que diz respeito aos aspectos filosóficos e históricos, a análise converge com as leituras e com as práticas sociais que foram sendo instituídas por diferentes sujeitos, em diferentes contextos e épocas, sobre essas três categorias, de modo que as múltiplas manifestações, observações, análises, experiências e estudos que incidem nas percepções contemporâneas concorrem para ações com conotações sociais e políticas, como as que acontecem até os dias atuais com o movimento feminista (primeira, segunda, terceira e quarta onda), que abarca outros segmentos, como os grupos gays e lésbicos. Como elemento complementar desta dissertação, discute-se, por meio das análises de Moscovici (1978, 2015), Vala e Castro (2013), Dias (2014), Goffman (1988), Parker (1999), Freud (1910, 1925) e Reich (1978), como as representações sociais são forjadas por meio dos processos comunicativos, dos gestos, entre outros, que circulam e entrecruzam as relações sociais e vão alimentando os discursos, as concepções e as práticas sociais individuais e coletivas em relação aos objetos, às coisas e aos sujeitos. Nesse caso, destacam-se a sexualidade, o gênero e os homossexuais, que acabam por determinar percepções e comportamentos que podem estimular ou minimizar o preconceito e a discriminação. Na pesquisa de campo de cunho quantiqualitativo, verificou-se, por meio da aplicação de um questionário com 47 perguntas fechadas e abertas, como 227 indivíduos — jovens adultos e adultos que, em sua maioria, estão na faixa etária de 19 anos a 40 anos — vivenciam e experienciam sua sexualidade e corporeidade. O questionário também verificou como esses indivíduos percebem a questão de gênero (em particular, a homossexualidade) dentro das representações sociais que foram sendo estruturadas no decorrer do seu desenvolvimento e a partir do convívio dentro e fora da universidade/faculdade, e verificou quais sentidos e significados eles foram construindo ao longo do seu processo educativo e nas suas relações com o outro, o que se revela nas respostas descritas na análise de dados.
Abstract: The primary goal of this research is to examine social practices related to sexuality and gender among college students from two higher education institutions (one public and one private) located in Anápolis, Brazil. The theoretical framework adopted in this thesis delimits the philosophical, historical and conceptual aspects regarding body, sexuality and gender based on Nunes (2005), Le Breton (2007), Louro (2013) Scott (1995), Siqueira (2010), Foucault (1979, 2014, 2015), Melani (2012), Corbin, Courtine and Vigarello (2008), Siqueira (2008), Puleo (2004), Nye (1995), Beauvoir (1970), Connel and Pearse (2015), Matos (2010), among others. These authors discuss how categories such as body, gender and sexuality are filled with representations, based on concepts that have been established throughout the history of human development as well as on theoretical concepts describing them. In what concerns philosophical and historical aspects, the present analysis is consistent with the interpretations and social practices that have been established by numerous individuals, in different contexts and historical periods, regarding the aforementioned categories, in such a way that the multiple manifestations, observations, analyses, experiences and studies that influence contemporary perceptions contribute to social and political actions, such as the feminist movement (first, second, third and fourth wave), which also includes gays and lesbian groups. This thesis also takes into account previous work by Moscovici (1978, 2015), Vala and Castro (2013), Dias (2014), Goffman (1988), Parker (1999), Freud (1910, 1925) and Reich (1978) to discuss how social representations are shaped by communication processes, gestures, among other factors, which cut across social relations and feed discourses, conceptions and social practices, both individual and collective, with respect to objects, things and individuals. In this scenario, sexuality, gender and homosexuals are critical elements, as they determine perceptions and behaviors able to stimulate or mitigate the effects of prejudice and discrimination. As for the quanti-qualitative field research conducted in this study, a questionnaire composed of 47 open and closed-ended questions was applied to 227 individuals, adults and young adults with ages ranging from 19 to 40 years old. The questionnaire was designed to verify how participants experienced their own sexuality and corporeity. This survey has also shown how these people perceive gender issues (homosexuality, in particular) within the social representations that have been structured over the course of their development and that stem from interactions between individuals inside or outside university circles. Moreover, the questionnaire responses, detailed in the data analysis section in this thesis, reveal senses and meanings that have been built up over their educational processes and interpersonal relationships.
Palavras-chave: Corpo. Gênero. Sexualidade. Representação e prática social. Homossexualidade.
Body. Gender. Sexuality. Social practice and representation. Homosexuality.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Formação de Professores e Humanidade::Curso de Pedagogia
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Educação
Citação: Lima, Valeria Soares de. PRÁTICA SOCIAL RELACIONADA A SEXUALIDADE E GÊNERO ENTRE JOVENS UNIVERSITÁRIOS. 2017. 185 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3829
Data de defesa: 14-Sep-2017
Appears in Collections:Mestrado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VALÉRIA SOARES DE LIMA.pdfTexto Completo1,68 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.