???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3875
Tipo do documento: Dissertação
Título: APLICAÇÃO DA METODOLOGIA ETOLÓGICA NA AVALIAÇÃO DA RESISTÊNCIA COMPORTAMENTAL DA CRIANÇA NA SITUAÇÃO DE ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO ( S A O )
Autor: Borges, Edson Moreira 
Primeiro orientador: Mendes, Francisco Dyonísio Cardoso
Primeiro membro da banca: Santee, Dwain Phillip
Segundo membro da banca: Bergamasco, Nielsy Helena Puglia
Resumo: A presente pesquisa constitui-se em um estudo naturalístico do comportamento da criança em situação de atendimento odontológico (S A O). A partir da definição de categorias comportamentais empíricas em observações prévias, registrou-se 201 crianças em situação simulada de atendimento odontológico (S A O). As categorias comportamentais registradas foram classificadas conforme o tipo (t- tranquilo; a – agressivo; g – agitado; m – retraído) e os sujeitos, conforme as categorias emitidas, em colaborativos, resistentes não impeditivos (RNI) e resistentes impeditivos (RI). Dados sobre a idade, o sexo, e sobre o comportamento de sucção foram também registrados para cada sujeito. A resistência comportamental em S A O se mostrou bastante elevada: noventa e sete (97) ou 48,25% dos sujeitos emitiram pelo menos uma categoria desfavorável, sendo que 66 destes foram classificados como resistentes impeditivos (obrigatoriamente apresentaram “fuga” ou “fechar a boca”). Quarenta e quatro sujeitos RI, e apenas um RNI apresentaram comportamentos desfavoráveis em todos os momentos em SÃO simulada, sendo que trinta e quatro dos RI apresentaram a mesma seqüência comportamental nos dois primeiros momentos. Apurou-se que essa seqüência é exclusiva do grupo RI. Os sujeitos RI apresentaram um maior número de categorias desfavoráveis do tipo g-agitado associado ao tipo a-agressivo, enquanto que a associação dos tipos t-tranqüilo e m-retraído foram mais comuns em sujeitos RNI. As variáveis sexo e idade revelaram baixo poder explicativo dos comportamentos impeditivos. Foi encontrada, por outro lado, uma correlação significativa entre a retirada precoce do comportamento de sucção e o aumento dos comportamentos impeditivos. Os resultados obtidos sugerem ser possível prever o comportamento impeditivo a partir do início do atendimento odontológico, e demonstram que a metodologia etológica pode ser uma importante ferramenta para o estudo do comportamento da criança em SAO, um campo até aqui estudado somente através da metodologia das escalas e entrevistas, ou a partir das categorias teóricas medo e ansiedade.
Abstract: The present research represents a naturalistic study of the behavior of children in dental evaluation situation (DES). Behavioral categories were defined during previous observations. The behavior of 201 children were then registered in a simulated dental evaluation situation. The registered behavioral categories were classified according to general type (t – cooperative; gagitated, a – aggressive; m – inhibited), and subjects were classified according to the emitted categories in cooperative, resistant but non-obstructive (RNO), and resistant obstructive (RO). Data on the age, sex, and about the suckling behavior were also registered for each subject. Behavioral resistance in DES was very high: 97 subjects, or 48,25% of the sample, emitted at least one uncooperative category. Sixty six of these 97 subjects were classified as resistant obstructive (emitted either “run away” or “close the mouth”). Forty four RO subjects , and only one RNO subject emitted uncooperative behavior categories in all moments of the simulated DES. Thirty four RO, and no RNO subjects, displayed the same sequence of categories during the first two moments. Subjects classified as RO displayed a larger number of uncooperative categories of type g (agitated), in association with type a (aggressive), while associations of types t (cooperative) and m (inhibited) were more common in RNO subjects. Sex and age were not good predictors of obstructive behavior. On the other hand, a significant correlation was found between early withdrawal of suckling and other types of suction and obstructive categories. These results suggest that it is possible to predict obstructive behavior at the beginning of dental evaluation, and demonstrate the usefulness of the ethological method as a tool for the study of children behavior during DES, a theme that has so far been studied solely through scales, or based on the theoretical categories of fear and anxiety.
Palavras-chave: Atendimento odontológico, comportamento da criança, medo e ansiedade
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Ciências Sociais e Saúde::Curso de Psicologia
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Psicologia
Citação: Borges, Edson Moreira. APLICAÇÃO DA METODOLOGIA ETOLÓGICA NA AVALIAÇÃO DA RESISTÊNCIA COMPORTAMENTAL DA CRIANÇA NA SITUAÇÃO DE ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO ( S A O ). 2001. 94 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3875
Data de defesa: 28-Sep-2001
Appears in Collections:Mestrado em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EDSON MOREIRA BORGES.pdfTexto Completo339,09 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.