???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3883
Tipo do documento: Dissertação
Título: A DESCONSTRUÇÃO DE FRONTEIRAS EM O OUTRO PÉ DA SEREIA, DE MIA COUTO
Autor: Mendes, Izabel de Lourdes Quinta 
Primeiro orientador: Pinto, Divino José
Primeiro membro da banca: Machado, Lacy Guaraciaba
Segundo membro da banca: Ferreira, Elizete Albina
Terceiro membro da banca: Lima, Maria de Fatima Gonçalves
Quarto membro da banca: Pinheiro Neto, José Elias
Resumo: Este trabalho de dissertação apresenta a desconstrução de fronteiras em O outro pé da sereia (2006), de Mia Couto. A linguagem denota palavras que ressignificam nomes e a própria história de personagens que vivem a tradição e/ou a revisitação de suas raízes na terra moçambicana. Os múltiplos sentidos dos vocábulos permitem afirmar que vida e morte, espaço e tempo, e os símbolos da natureza como água, fogo, terra e ar figurativizam o rompimento de fronteiras. Protagonistas parecem estar vivos e mortos, o lócus Antigamente e Vila Longe é ponto de partida e de chegada na viagem que consiste na revelação da interioridade do homem. O discurso reflete o ziguezague construído na narrativa literária fragmentada entre passado (1560) e presente (2002). A dimensão espaço-tempo mostra o imaginário que emerge na cultura, religiosidade e história de Moçambique. A viagem rumo à libertação de si contém múltiplos viajantes de várias partes do mundo. Assim, as memórias redimensionam o processo de deslocamento de fronteiras.
Abstract: This work of dissertation presents the deconstruction of borders in O outro pé da sereia (2006), of Mia Couto. The language denotes words that rename names and the own history of characters who live the tradition and/or revisit their roots in Mozambican land. The multiple meanings of the words allow us to affirm that life and death, space and time, and the symbols of nature such as water, fire, earth and air represent the breaking of boundaries. Protagonists seem to be alive and dead, the locus formerly and Vila Longe is the starting and finishing point of the journey which consists in the revelation of the interiority of man. The discourse reflects the zigzag constructed in the fragmented literary narrative between past (1560) and present (2002). The space-time dimension shows the imaginary that emerges in the culture, religiosity and history of Mozambique. The journey to liberation itself contains multiple travelers from various parts of the world. Thus, the memories resize the process of border movement.
Palavras-chave: Construção e desconstrução. Raízes moçambicanas. Símbolos. Viagem rumo à libertação.
Construction and deconstruction. Journey to liberation. Mozambican roots. Symbols.
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Formação de Professores e Humanidade::Curso de Letras
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Letras
Citação: Mendes, Izabel de Lourdes Quinta. A DESCONSTRUÇÃO DE FRONTEIRAS EM O OUTRO PÉ DA SEREIA, DE MIA COUTO. 2017. 77 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Letras) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3883
Data de defesa: 14-Dec-2017
Appears in Collections:Mestrado em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Izabel de Lourdes Quinta Mendes.pdfTexto Completo787,76 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.