???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3958
Tipo do documento: Dissertação
Título: Impactos ao Meio ambiente e a Saúde Decorrentes do Descarte de Pilhas e Baterias Portáteis em Goiânia – GO
Autor: Oliveira, Kassia Francielly Soares de 
Primeiro orientador: Rubin, Julio Cezar Rubin de
Primeiro membro da banca: Santos, Oyana Rodrigues dos
Segundo membro da banca: Barberi, Maira
Resumo: Em consequência ao crescimento populacional obteve-se a elevação no percentual de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) gerados no país; em 2008 gerou-se cerca de 409.530 toneladas de RSU e em 2015, 495.528 toneladas aproximadamente. No estado de Goiás e em Goiânia, seguiu-se a mesma tendência. Em Goiânia, grande parte do RSU é disposto no Aterro Sanitário de Goiânia, dentre estes resíduos estão as pilhas e baterias; instituídas na Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei n°12.305 de 2010) que impõe a implantação do sistema de logística reversa. Tendo como ponto de partida o descarte inadequado de pilhas e baterias no RSU do município de Goiânia, este trabalho tem como objetivo geral, avaliar o potencial tóxico dos metais provenientes de pilhas e baterias descartadas no Aterro Sanitário de Goiânia e diagnosticar a forma de descarte destes resíduos. Com isso, abordou-se nesta pesquisa os resultados obtidos através dos parâmetros cádmio, chumbo e mercúrio — estabelecidos pela legislação e resoluções pertinentes — em função das análises do chorume do Aterro Sanitário de Goiânia e do efluente da ETE Dr. Hélio Seixo de Brito, além da estimativa da quantidade de pilhas e baterias recicladas no Brasil e em Goiás. Por fim, tem-se um demonstrativo de pesquisas aplicadas em diversas regiões do país apresentando a forma de descarte das pilhas e baterias nas respectivas localidades. Os resultados evidenciam a problemática futura, porquanto, pilhas e baterias decompõe-se a partir de 100 anos e a 35 anos a área do Aterro Sanitário de Goiânia é utilizada à disposição de RSU. Portanto, estes resíduos estão em processo de decomposição e os teores destes parâmetros tendem a se elevarem. Sendo essa questão o efeito de uma causa, descarte ambientalmente inadequado, evidenciada nas estimativas de reciclagem de pilhas e baterias, no período de 2012 a 2016, no Brasil e no estado de Goiás, sendo, 55,45% e 0,65%, respectivamente. Todo este escopo aponta a importância de se ampliar os programas de educação ambiental para solucionar a problemática do descarte de pilhas e baterias.
Abstract: As a consequence of the population growth, was obtained the increase the percentage of Urban Solid Waste (USW) generated in the country; in 2008 about 409,530 tons of USW were generated and in 2015, were 495,528 tons approximately. In the state of Goiás and in Goiânia, the same trend followed. In Goiânia, much of the USW is disposed in the Landfill of Goiânia, among these residues are the batteries; instituted in the National Solid Waste Policy (Law n°12.305 of 2010), which imposes the implementation of the reverse logistics system. Having as a starting point the inappropriate disposal of batteries in the USW of the municipality of Goiânia, this work has as general objective to evaluate the toxic potential of metals from batteries in the Landfill of Goiânia and to diagnose the way of disposal of this residue. Thereby, it was approached in this study the results obtained using the parameters cadmium, lead and mercury - established by the pertinent legislation and resolutions - based on the analyzes of the slurry of the Landfill of Goiânia and the ETE e uent Dr. Hélio Seixo de Brito, in addition to the estimated amount of batteries recycled in Brazil and in Goiás. Finally, there is a demonstration of applied researches in several regions of the country presenting the form of disposal of the batteries in the respective localities. The results evidence a future problem, since, batteries decompose from 100 years to 35 years, the area of the Landfill of Goiânia is used at the disposal of USW. Therefore, these residues are in the process of decomposition and the tenor of these parameters tend to increase. As this question is the e ect of a cause, environmentally inappropriate disposal, evidenced in the recycling estimates of batteries, between 2012 and 2016, in Brazil and the state of Goiás, being 55.45% and 0.65% respectively. All this scope highlights the importance of extending the environmental education programs to solve the problem of disposal of batteries.
Palavras-chave: Pilhas e baterias, Logística Reversa, Saúde.
Batteries, Reverse Logistics, Health.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Ciências Médicas, Famacêuticas e Biomédicas::Curso de Biomedicina
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Ciências Ambientais e Saúde
Citação: Oliveira, Kassia Francielly Soares de. Impactos ao Meio ambiente e a Saúde Decorrentes do Descarte de Pilhas e Baterias Portáteis em Goiânia – GO. 2018. 63 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/3958
Data de defesa: 15-Mar-2018
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Kassia Francielly Soares de Oliveira Martins.pdfTexto Completo936,22 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.