???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4046
Tipo do documento: Dissertação
Título: A RELAÇÃO EDUCAÇÃO-TRABALHO: UM ESTUDO DOS EGRESSOS DE AGRONOMIA DO IF GOIANO – CAMPUS MORRINHOS
Autor: Baldoino, Luciana dos Santos Machado 
Primeiro orientador: Mesquita, Maria Cristina das Graças Dutra
Primeiro membro da banca: Mesquita, Maria Cristina das Graças Dutra
Segundo membro da banca: Afonso, Lúcia Helena Rincón
Terceiro membro da banca: Oliveira, Jussara de Fátima Alves Campos
Resumo: A presente pesquisa integra os estudos desenvolvidos na linha de Pesquisa Estado, Políticas e Instituições Educacionais do Programa de Pós-Graduação em Educação da Pontifícia Universidade de Goiás. O objetivo que norteou este estudo foi conhecer e interpretar as relações entre a formação no curso de Agronomia e o trabalho dos egressos das turmas de 2010 e 2011 do IF Goiano – Campus Morrinhos, com vistas a uma análise das políticas públicas de educação superior no Brasil. Considerando que os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia preparam seus alunos para o ingresso no mercado de trabalho, torna-se importante conhecer a realidade dos egressos da graduação. Entre os diferentes cursos oferecidos pela instituição pesquisada, o que chamou a atenção foi o bacharelado em Agronomia. Isso porque ele atende à demanda de grande parte do Brasil, uma vez que a economia do país, e em especial da região Centro-Oeste, sustenta-se nas atividades agrícolas e pecuárias. O problema da pesquisa pode ser descrito a partir da indagação: A formação superior em agronomia interferiu na vida econômica, social e profissional dos egressos das turmas de 2010 e 2011 do IF Goiano – Campus Morrinhos? No que se concerne à metodologia, utilizou-se a pesquisa quantiqualitativa, fundamentada no método do materialismo histórico dialético, para captar o movimento real do pensamento, de maneira a se entender as relações entre as partes e o todo, tendo em vista a totalidade, a contradição, o modo de produção e a luta de classes. Implica, desse modo, tomar o objeto de análise como parte de uma totalidade histórica que o constitui, onde se estabelecem as mediações entre o campo da particularidade e sua relação com determinada universalidade. Para captar parte da realidade, foram utilizadas as pesquisas documental e empírica, além de dados secundários disponibilizados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais “Anísio Teixeira”, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, entre outros. Na pesquisa empírica, aplicou-se um questionário com perguntas semi-estruturadas, disponibilizadas por meio da ferramenta Survey Monkey. Do universo de 43 egressos das duas turmas investigadas, 40 participaram da pesquisa. As bases teóricas que orientam esta dissertação estão respaldadas nos estudos de Antunes (1999), Azevedo (1997, 2010), Bianchetti (2001), Bobbio (1982, 1987), Campos (2014), Carnoy (1990), Castelo (2012), Chauí (1980, 2004), Coutinho (1981, 1989), Durham (2006), Engels (1985), Fávero (2006), Freire (2003), Frigotto (1989), Gramsci (2011), Gentili (1995), Ianni (1980), Marx (1983,1989, 2004), Oliveira (2014), Paro (1997, 1999), Pinto (2010), Saviani (1991, 2007), entre outros. Os resultados mostraram que 80% dos egressos que participaram da pesquisa são do sexo masculino e 20% do sexo feminino, reforçando a presença masculina na profissão agrônomo. O intervalo de tempo transcorrido entre o término da graduação e a inserção no mercado de trabalho foi de menos de 1 ano para 59% dos respondentes. As expectativas dos egressos em relação à formação inicial e o trabalho se confirmaram para a maioria dos egressos, pois 60% dos entrevistados revelaram que estão inseridos no mercado de trabalho e atuando na área de sua formação. A pesquisa indicou que, antes da conclusão do curso superior, 65% dos egressos não tinham rendimentos, e 30% informaram que recebiam de 1 a 2 salários mínimos. O aspecto econômico sofreu alteração após a conclusão do curso superior para 18% dos entrevistados. Considerando que no início do curso 65% dos entrevistados informaram não receber nenhum rendimento, o diferencial para grande parte desses sujeitos foi a conclusão do curso superior. Em relação à formação continuada, este estudo mostrou que 64% dos respondentes declararam ter feito investimento na formação continuada após a conclusão do curso de graduação
Abstract: The present research integrates the studies developed in the line of State Research, Policies and Educational Institutions of the Postgraduate Program in Education of the Pontifical University of Goiás. The objective that guided this study was to know and to interpret the relations between the formation in the course of Agronomy and the work of graduates of classes 2010 and 2011 IF Goiano - Morrinhos Campus, with a view to an analysis of public policies for higher education in Brazil. Considering that the Federal Institutes of Education, Science and Technology prepare their students for entry into the labor market, it becomes important to know the reality of graduate students. Among the different courses offered by the research institution, what attracted the attention was the baccalaureate in Agronomy. This is because it meets the demand of much of Brazil, since the economy of the country, and especially of the Center-West region, is based on agricultural and livestock activities. The research problem can be described from the question: Did the higher education in agronomy interfere with the economic, social and professional life of the graduates of the 2010 and 2011 classes of the Goiano IF - Campus Morrinhos? As regards the methodology, was used a quantitave research, based on the method of dialectical historical materialism, to capture the real movement of thought, in order to understand the relationships between the parts and the whole, in view of the totality, the contradiction, the mode of production and the class struggle. It implies, therefore, to take the object of analysis as part of a historical totality that constitutes it, where the mediations between the field of particularity and its relation to a certain universality are established. To capture part of the reality, we used documentary and empirical research, as well as secondary data provided by the National Institute of Studies and Educational Research "Anísio Teixeira", by the Brazilian Institute of Geography and Statistics, among others. In the empirical research, a questionnaire was applied with semi-structured questions, made available through the Survey Monkey tool. From the universe of 43 graduates of the two groups investigated, 40 participated in the research. The theoretical bases that guide this dissertation are supported by studies by Antunes (1999), Azevedo (1997, 2010), Bianchetti (2001), Bobbio (1982, 1987), Campos (2014), Carnoy (1990), Chauí (1980, 2004), Coutinho (1981, 1989), Durham (2006), Engels (1985), Fávero (2006), Freire (2003), Frigotto (1989), Gentili (1995), Ianni (1980), Marx (1983, 1989, 2004), Oliveira (2014), Paro (1997, 1999), Pinto (2010), Saviani (1991, 2007), among others. The results showed that 80% of the graduates who participated in the research are male and 20% female, reinforcing the male presence in the agronomist profession. The time elapsed between graduation and insertion in the labor market was less than 1 year for 59% of the respondents. The expectations of graduates regarding initial training and work were confirmed for most of the graduates, since 60% of the interviewees revealed that they are inserted in the job market and acting in the area of their training. The survey indicated that 65% of graduates had no income before graduation, and 30% reported receiving 1 to 2 minimum salaries. The economic aspect changed after completing the course for 18% of respondents. Considering that at the beginning of the course 65% of respondents reported not receiving any income, the differential for most of these subjects was the completion of the higher education course. Regarding continuing education, this study showed that 64% of respondents stated that they had invested in continuing education after completing their undergraduate course
Palavras-chave: Educação Superior. Política Educacional. Trabalho e Educação. Egressos.
Higher Education. Educational politics. Work and education. Exit.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Formação de Professores e Humanidade::Curso de Pedagogia
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Educação
Citação: Baldoino, Luciana dos Santos Machado. A RELAÇÃO EDUCAÇÃO-TRABALHO: UM ESTUDO DOS EGRESSOS DE AGRONOMIA DO IF GOIANO – CAMPUS MORRINHOS. 2018. 182fl. Dissertação( Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4046
Data de defesa: 23-Aug-2018
Appears in Collections:Mestrado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LUCIANA DOS SANTOS MACHADO BALDOINO.pdf3,28 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.