???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4082
Tipo do documento: Tese
Título: CRIATIVIDADE E PROCESSOS DE CRIAÇÃO EM ARTE NO ENSINO FUNDAMENTAL: uma análise histórico-cultural
Autor: Silva, Ana Rita da 
Primeiro orientador: Zanatta, Beatriz Aparecida
Primeiro membro da banca: Zanatta, Beatriz Aparecida
Segundo membro da banca: Libâneo, José Carlos
Terceiro membro da banca: Freitas, Raquel Aparecida Marra da Madeira
Quarto membro da banca: Rosa, Sandra Valéria Limonta
Quinto membro da banca: Bernardes, Maria Eliza Mattosinho
Resumo: O presente trabalho, inscrito na linha de pesquisa Teorias da Educação e Processos Pedagógicos, objetiva o estudo do desenvolvimento da criatividade e dos processos de criação na escola, a partir das contribuições da Teoria Histórico-Cultural formulada por Lev Seminovich Vigotski e seus colaboradores. Esse referencial teórico, ao conduzir à compreensão da imaginação criadora como um processo que abrange o desenvolvimento sistêmico das funções psicológicas superiores, mediante a interação intersubjetiva, destaca o papel da escola em proporcionar a ampliação das experiências cognitivo-afetivas da criança para a formação dessa capacidade. Com esse entendimento, o problema central que se buscou esclarecer foi: quais as implicações do trabalho educativo escolar no desenvolvimento da imaginação criadora dos estudantes, tendo como base as concepções de criatividade de gestores e professores e a forma como realizam a mediação pedagógica na escola e nas aulas de Arte? Essa problemática aponta como objetivo principal entender e analisar como as concepções de criatividade de gestores e professores e a forma como realizam a mediação pedagógica na escola e nas aulas de Arte implicam no desenvolvimento da imaginação criadora dos estudantes. E, como objetivos específicos, historiar e contextualizar o conceito criatividade e suas implicações dentro das tendências pedagógicas brasileiras; analisar a concepção de criatividade de professores e gestores; examinar a mediação pedagógica na escola e nas aulas de Arte; investigar a produção artística dos alunos, a partir da mediação pedagógica no contexto das aulas de arte; demonstrar as peculiaridades da teoria histórico-cultural para o desenvolvimento da criatividade no contexto escolar. A investigação ocorre em duas etapas, envolvendo pesquisa bibliográfica e pesquisa de campo. A pesquisa bibliográfica abrange o período de 1975 a 2015, com foco em estudos sobre o tema da criatividade, especificamente, ligados à arteeducação. A pesquisa de campo envolve gestores, professores e estudantes da disciplina Arte do 6º e 7º anos do Ensino Fundamental em duas escolas da rede pública. A coleta de dados inclui questionários e entrevistas semiestruturadas, análise do Projeto Político Pedagógico e observação participativa das aulas de Arte. Os resultados obtidos na pesquisa revelam que, na maior parte da literatura consultada sobre a criatividade, prevalecem concepções psicológicas que não consideram as interconexões entre o social e o cultural no estudo da formação da personalidade; os gestores e professores nos contextos investigados tendem a ver a criatividade como um fenômeno cultural histórico, mas sem alcançar uma explicação de nível teórico que contribua para compreendê-la em seus liames psicológicos; a mediação pedagógica dos professores de Arte não prioriza ações voltadas à imaginação criadora, tais como a problematização, a atividade do pensamento, a reflexão, a fantasia. Assim, as limitações impostas à imaginação e à motivação subjetiva trazem prejuízos à atividade de criação dos alunos, gerando formas estereotipadas de expressão, que acabam se mantendo no nível reprodutor, sem avançar para configurações estéticas mais elaboradas e originais do ponto de vista da ampliação e transformação das experiências. Conclui-se, assim, que existe a necessidade de desenvolver estudos sobre o tema da criatividade no ensino da Arte numa perspectiva histórico-cultural, superando noções enrijecidas ou equivocadas sobre o conceito e buscando a sua compreensão como uma função psicológica a ser desenvolvida de maneira sistêmica por meio da educação.
Abstract: The present work, inscribed in the line of research of Theories of Education and Pedagogical Processes, aims to study the development of creativity and the processes of creation in school, based on the contributions of the Historical-Cultural Theory formulated by Lev Seminovich Vigotski and his collaborators. This theoretical reference, in leading to the understanding the creative imagination as a process that encompasses the systemic development of higher psychological functions through out intersubjective interaction, highlights the role of the school in providing the child's cognitive-affective experiences for the formation of this capacity. With this understanding, the central problem that was sought to clarify was: what are the implications of school educational work in the development of the creative imagination of students, based on the conceptions of creativity of managers and teachers, and the way they perform pedagogical mediation in school and in Art classes? This problematic points out to the main objective that is related to the understanding and analysis of how the conceptions of creativity of managers and teachers and the way they perform pedagogical mediation in school and in art classes imply the development of the students' creative imagination. And, as specific objectives, it will historicize and contextualize the concept of creativity and its implications within the Brazilian pedagogical tendencies; analyze the conception of creativity of teachers and managers; examine pedagogical mediation in school and in art classes; investigate the students’ artistic production, based on pedagogical mediation in the context of art classes; demonstrate the peculiarities of historicalcultural theory for the development of creativity in the school context. The work takes place in two stages, involving bibliographical and field researches. The bibliographical search covers the period from 1975 to 2015, focusing on studies on the theme of creativity, specifically related to art education. The field research involves managers, teachers and students of the Art discipline of the 6th and 7th years of Elementary School in two public schools. The data collection includes questionnaires and semi-structured interviews, analysis of the Political Pedagogical Project and the observation of participation in Art classes. The results obtained from the thesis reveal that, in most of the consulted literature on creativity, psychological conceptions prevail that do not consider the interconnections between social and cultural in the study of personality formation; the managers and teachers investigated tend to see creativity as a historical cultural phenomenon, but without reaching a theoretical explanation that contributes to the understanding of the psychological connections; Art teachers’ pedagogical mediation does not prioritize actions focused on the creative imagination, such as problematization, thought activity, reflection, fantasy. Thus, the limitations imposed on the imagination and subjective motivation bring losses to the activity of pupils' creation, generating stereotyped forms of expression, which they end up being maintained at the reproductive level, without advancing to more elaborated and original aesthetic configurations from the point of view of magnification and transformation of experiences. In conclusion, therefore there is a need to develop studies on the subject of creativity in the teaching of art in a historical-cultural perspective, surpassing concepts that are rigid or misleading about the concept and seeking its understanding as a psychological function to be developed in a way through out education.
Palavras-chave: Criatividade. Ensino de Arte. Ensino Fundamental. Teoria histórico-cultural.
Creativity. Art Teaching. Elementary School. Historical-cultural theory.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Formação de Professores e Humanidade::Curso de Pedagogia
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Educação
Citação: Silva, Ana Rita da. Criatividade e processos de criação em arte no ensino fundamental: uma análise histórico-cultural. 2018. 217 f. Tese(Doutorado em Educação)-Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Escola de Formação de Professores e Humanidades, Goiânia, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4082
Data de defesa: 14-Sep-2018
Appears in Collections:Doutorado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ANA RITA DA SILVA.pdf2,64 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.