???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4145
Tipo do documento: Dissertação
Título: Fatores de Risco Biológicos e Ambientais de Crianças Expostas e não Expostas à Poluição Tabágica Ambiental
Título(s) alternativo(s): Biological and environmental risk factors of children exposed to second hand smoking.
Autor: Ferreira, Alice Stenzel de Pina 
Primeiro orientador: Viana, Fabiana Pavan
Primeiro membro da banca: Prudente, Cejane Oliveira Martins
Segundo membro da banca: Hamu, Tânia Cristina Dias da Silva
Resumo: O objetivo deste trabalho foi investigar os fatores de risco biológicos e ambientais de crianças expostas e as não expostas à poluição tabágica ambiental (PTA). Esse estudo é do tipo transversal analítico, realizado com 670 crianças de 8 a 12 anos, de ambos os sexos de escolas municipais de Anápolis (GO). Foi aplicado questionário epidemiológico adaptado direcionado aos pais/responsáveis das crianças e avaliados: o peso, a altura, calculado o índice de massa corporal (IMC) e percentil das crianças. A análise estatística foi realizada com os testes Kolmogorov-Smirnov e Regressão Logística. Participaram do estudo 455 crianças, e excluídas 215 (32%) devido preenchimento incompleto do questionário. As crianças foram divididas em dois grupos: crianças não expostas à PTA (NEPTA) e crianças expostas à PTA (EPTA). Não foram encontradas diferenças significativas entre o grupo de crianças NEPTA quando comparado ao grupo ETPA nas variáveis: sexo (p=0,33), idade (p=0,32), peso (p=0,25), altura (p=0,74), índice de massa corporal (IMC) (p=0,06) e percentil (p=0,82). Os pais do grupo NEPTA apresentaram maior grau de escolaridade (OR=0,67). Já o tabagismo materno durante a gestação foi maior no EPTA (OR=5,50) conforme relato dos pais ou responsáveis. O grupo EPTA teve maior número de familiares (OR=1,71) e de crianças (OR=6,51) com histórico de doença respiratória, assim como, maior número de internações hospitalares (OR=4,17). O grupo EPTA apresentou maior ocorrência de rinite (OR=5,26), asma (OR=48,15), bronquite (OR=6,53) e pneumonia (OR=7,74) comparado ao grupo NEPTA. Quanto aos hábitos tabágicos dos familiares do grupo EPTA, foi verificado que a maioria reside com apenas um tabagista (77,3%), comumente o pai (53,4%), que fumam até 20 cigarros convencionais por dia (83,6%) e expõem os escolares por até 6 horas diárias (50,6%). Em relação às condições de moradia, as crianças NEPTA moravam em residências com mais de janelas (OR=0,48), ao contrário do grupo EPTA que relatou menor circulação de ar (OR=1,73). Foi menor o registro da presença de mofo nas casas (OR=0,52) do grupo NEPTA. Esses achados indicam que crianças expostas à PTA apresentam mais doenças respiratórias crônicas e vivem em condições socioeconômicas mais desfavoráveis. Portanto, educadores e profissionais da saúde devem favorecer a proteção dos envolvidos com informações sobre os malefícios da exposição à PTA e estimular os programas de abandono do tabagismo parental.
Abstract: The objective of this study was to investigate the biological and environmental risk factors for children exposed and not exposed to second hand smoking (SHS). This study is the analytical cross-sectional conducted with 670 children aged 8 to 12 years, of both sexes in public schools in Anapolis (GO). It was applied adapted epidemiological questionnaire directed to parents/guardians of children and evaluated: weight, height, calculated body mass index (BMI) percentile and children. Statistical analysis was performed using the Kolmogorov-Smirnov test and logistic regression tests. The study included 455 children, and 215 excluded (32%) due to incomplete questionnaire completion. The children were divided into two groups: children not exposed to SHS (NSHS) and children exposed to SHS (ESHS). No significant differences were found between the group of children Nepta compared to TSAP group in the variables: sex (p=0,33), age (p=0,32), weight (p=0,25), height (p=0,74), BMI (p=0,06) and percentile (p=0,82). Parents of NSHS group had higher level of education (OR=0,67). Already maternal smoking during pregnancy was higher in the ESHS (OR=5,50) as reported by parents or guardians. The ESHS group had a greater number of families (OR=1,71) and children (OR=6,51) with a history of respiratory disease, as well as greater number of hospital admissions (OR=4,17). The ESHS group had higher incidence of rhinitis (OR=5,26), asthma (OR=48,15), bronchitis (OR=6,53) and pneumonia (OR=7,74) compared to NSHS group. As the smoking habits of the family ESHS group, it was found that most lies with only a smoker (77,3%), usually the father (53,4%) 20 who smoke conventional cigarettes per day (83,6% ) and expose the school for up to 6 hours per day (50,6%). Regarding housing, the NSHS children lived in homes with more windows (OR=0,48), unlike the ESHS group reported lower air circulation (OR=1,73). Was lower recording the presence of mold in the home (OR=0,52) of NSHS group. These findings indicate that children exposed to SHS have more chronic respiratory diseases and live in more unfavorable socioeconomic conditions. Therefore, educators and health professionals should promote the protection of those involved with information about the harmful effects of exposure to SHS and encourage cessation programs of parental smoking.
Palavras-chave: Tabagismo passivo, Crianças, Adolescentes, Casas, Estudo transversal.
Second hand smoking, Children, Teens, houses, analytical crosssectional study.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Ciências Sociais e Saúde::Curso de Enfermagem
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Atenção à Saúde
Citação: Ferreira, Alice Stenzel de Pina. Fatores de Risco Biológicos e Ambientais de Crianças Expostas e não Expostas à Poluição Tabágica Ambiental. 2016. 66 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Atenção à Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4145
Data de defesa: 23-Feb-2016
Appears in Collections:Mestrado em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Alice Stenzel de Pina Ferreira.pdfTexto Completo819,01 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.