???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4168
Tipo do documento: Dissertação
Título: Puérperas de Risco para Depressão Pós-Parto
Autor: Oliveira, Leiliane Sabino 
Primeiro orientador: Matão, Maria Eliane Liégio
Primeiro membro da banca: Almeida, Nilza Alves Marques
Segundo membro da banca: Britto, Ilma A Goulart de Souza
Resumo: Trata-se de um estudo de abordagem quantitativa e qualitativa, sendo a primeira abordagem de caráter epidemiológico, descritivo do tipo transversal e a segunda, embasada no referencial teórico das Representações Sociais. Buscou-se identificar os fatores associados ao risco para desenvolvimento da depressão pós-parto em mulheres no puerpério, bem como especificidades vividas na perspectiva das mesmas. A coleta de dados foi feita em salas de vacina dos sete distritos sanitários da cidade de Goiânia, Goiás. Participaram da primeira etapa do estudo, 286 puérperas, as quais responderam a formulário sobre dados sociodemográficos, e em seguida aplicada a Escala de Depressão Pós-Parto de Edinburgh, analisadas quanto ao risco para DPP, conforme escore de avaliação da escala. Na segunda fase, foi realizada entrevista aberta em profundidade com 25% de participantes que integraram a etapa anterior, cujo conteúdo obtido foi processado no software ALCESTE. O perfil das entrevistadas foi de primíparas, cor de pele parda, ensino fundamental completo, coabitação com o parceiro, renda familiar acima de um que um salário mínimo. A maioria refere gestação planejada, desejada, e apoiada pelo parceiro por todo o período gravídico puerperal, bem como ausência de histórico de depressão ou DPP na família. Do total de participantes, 13.99% das puérperas apresentaram escore de risco para DPP. O dendograma é constituído por dois eixos, o primeiro contendo três classes, aborta no seu conjunto a vivência materna com foco nas atribuições, dificuldades e experiências. O segundo eixo, denominado aspectos subjetivos, tem uma classe na qual aparecem os sentidos envolvidos no processo. As novas atribuições impostas pela chegada do filho e o reduzido período para descanso, se configuram como importante fator de sobrecarga, cujo alívio é dado pelo apoio do companheiro e ajuda de familiares na divisão das tarefas. No contexto em que se percebem, preocupações e choro sem explicação são destaques recorrentes. Conclui-se que a aplicação da escala de Edinburgh é uma importante ferramenta a ser utilizada como rotinas para a detecção de potenciais puérperas em risco para DPP.
Abstract: This is a quantitative and qualitative approach, the first approach being epidemiological, descriptive of the cross-sectional type and the second, based on the theoretical reference of the Social Representations. We sought to identify the factors associated with the risk for the development of postpartum depression in postpartum women, as well as the specificities experienced from the perspective of the latter. Data collection was done in vaccine rooms of the seven health districts of the city of Goiânia, Goiás. Participants in the first stage of the study were 286 postpartum women, who responded to the sociodemographic data form and then applied the Post- Parturition of Edinburgh, analyzed for risk for PPD, according to scale evaluation score. In the second phase, an open in-depth interview was conducted with 25% of the participants who were part of the previous stage, whose content was processed in the ALCESTE software. The profile of the interviewees was primipara, brown skin color, complete elementary education, cohabitation with the partner, family income above one that a minimum wage. Most refer to planned, desired, and partner-supported gestation throughout the puerperal pregnancy period, as well as absence of a history of depression or DPP in the family. Of the total number of participants, 13.99% of postpartum women presented a risk score for PPD. The dendogram consists of two axes, the first containing three classes, aborting as a whole the maternal experience focusing on the attributions, difficulties and experiences. The second axis, called subjective aspects, has a class in which the senses involved in the process appear. The new attributions imposed by the arrival of the child and the reduced rest period are an important factor of overload, which relief is given by the support of the companion and help of family members in the division of tasks. In the context in which they are perceived, worries and crying without explanation are recurrent highlights. It is concluded that the application of the Edinburgh scale is an important tool to be used as routines for the detection of potential puerperal patients at risk for PPD.
Palavras-chave: Depressão Pós-Parto, Período Pós-Parto, Gravidez, Saúde da Mulher.
Postpartum Depression, Postpartum Period, Pregnancy, Women's Health.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Ciências Sociais e Saúde::Curso de Enfermagem
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Atenção à Saúde
Citação: Oliveira, Leiliane Sabino. Puérperas de Risco para Depressão Pós-Parto. 2018. 65f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Atenção à Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4168
Data de defesa: 5-Apr-2018
Appears in Collections:Mestrado em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Leiliane Sabino Oliveira.pdfTexto Completo1,75 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.