???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4195
Tipo do documento: Dissertação
Título: O Trabalho na Estratégia de Saúde da Família na Perspectiva de Médicos e Enfermeiros
Título(s) alternativo(s): The work of the Family Health Strategy from the perspective of physicians and nurses.
Autor: Viana, Vera Gardênia Alves 
Primeiro orientador: Ribeiro, Maysa Ferreira Martins
Primeiro membro da banca: Vandenberghe, Luc
Segundo membro da banca: Porto, Celmo Celeno
Resumo: No Brasil, Estratégia de Saúde da Família (ESF) é um seguimento de comprovada importância para a reorientação do modelo assistencial por meio da Atenção Primária à Saúde. O objetivo deste trabalho é conhecer como médicos e enfermeiros descrevem a sua atuação na ESF- com foco em aspectos que motivam e/ou desmotivam a permanência deles na ESF. Utilizou-se abordagem construída com base nos métodos da Teoria Fundamentada nos Dados. Participaram das entrevistas semiestruturadas seis médicos e seis enfermeiras que atuam na ESF, de três municípios do interior da Bahia - Brasil. Todos os procedimentos da pesquisa foram realizados de acordo com as diretrizes éticas estabelecidas pela Resolução 466/12, do Conselho Nacional de Saúde. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa da Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Os dados foram coletados entre os meses de novembro de 2015 e julho de 2016. As entrevistas foram gravadas e transcritas na íntegra e analisadas seguindo a Teoria Fundamentada nos Dados. De acordo com este método, a análise começou com a codificação inicial. Nesta etapa, as entrevistas foram examinadas minuciosamente, linha a linha, para resultar nos incidentes e, posteriormente, na elaboração de códigos. No passo seguinte, os códigos foram comparados entre si e foram agrupados pelas similaridades ou diferenças para formar as categorias. Durante o processo de codificação, foi utilizado o registro das ideias e percepções que resultaram no memorando. Em sequência ao processo de análise e redação do memorando, passou-se para a construção dos diagramas e a elaboração do modelo teórico. Durante a confecção dos diagramas e dos modelos teóricos, vários desenhos foram construídos e aperfeiçoados. A princípio foi elaborado um modelo teórico para representar o contexto apresentado pelos médicos e outro para os enfermeiros. Posteriormente, os modelos teóricos que representavam as vivências dos dois grupos de profissionais resultaram no modelo teórico final, representando a experiência de médicos e enfermeiros na ESF. O modelo teórico final evidenciou sete categorias, seis categorias com predomínio de fatores que afastam os médicos e enfermeiros do trabalho na ESF: a graduação não prepara para a realidade; rotatividade; lugar para o médico iniciar e terminar a carreira; a medicina tem emprego fácil e pode burlar o sistema; a enfermagem tem sobrecarga de trabalho; a peça chave é desvalorizada. O estudo ainda permite apresentar uma categoria com os fatores, apontados por médicos e enfermeiro, que contribuírem com a qualidade da assistência na ESF: a educação em serviço, o trabalho em equipe, a criação do vínculo com a comunidade e o reconhecimento pelo trabalho. O modelo teórico apresenta um sistema de saúde frágil que afasta médicos e enfermeiros do trabalho na ESF. A baixa permanência desses profissionais na ESF compromete diretamente os resultados da assistência prestada e no acesso ao serviço de saúde.
Abstract: In Brazil, the Family Health Strategy (FHS) has proven to be a significant path towards re-orienting the healthcare model through primary health care. The objective of this study was to learn how physicians and nurses describe their practice in FHS – focusing on aspects that motivate and/or demotivate them from staying in the FHS. Grounded theory methods were adopted. Semi-structured interviews were conducted with six physicians and six nurses working in the FHS in three municipalities in the state of Bahia, Brazil. All research procedures were conducted according to the ethical guidelines set forth in Resolution 466/12 of the Brazilian National Health Council. The study was approved by the Research Ethics Committee of the Pontifical Catholic University of Goiás. Data were gathered between November 2015 and July 2016. The interviews were recorded and fully transcribed, and analyzed based on grounded theory. According to this method, analysis began with initial coding, in which interviews were thoroughly examined, line per line, resulting in incidents, which then resulted in codes. The codes were then compared among themselves and grouped by similarities or differences to form categories. During the coding process, the researchers took notes about ideas and perceptions that emerged, resulting in a memo. Then, diagrams were constructed and the theoretical model created. During this phase, several designs were constructed and perfected. First, one theoretical model was created to represent the context presented by the physicians and another for nurses. Then, the theoretical models that represented the experiences of both groups resulted in the final theoretical model, representing the experience of both FHS physicians and nurses. The final theoretical model included seven categories; six categories emphasized factors that drive physicians and nurses away from FHS: undergraduate studies do not prepare for reality; turnover; a place for physicians to begin and end their career; medicine has easy employment and can cheat the system; nurses are overloaded; the key element does not receive due recognition. The study also presented one category with factors that, according to the physicians and nurses, contribute to the quality of FHS care: on-site training, teamwork, creating ties with the community, and receiving recognition for one’s work. The theoretical model presented a fragile healthcare system that demotivates physicians and nurses from working in the FHS. Low permanence rates of these professionals in the FHS directly compromises care outcomes and access to health services.
Palavras-chave: Estratégia de Saúde da Família; médicos; enfermeiros; prática profissional.
Family Health Strategy; Physicians; Nurses; Professional Practice.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Ciências Sociais e Saúde::Curso de Enfermagem
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Atenção à Saúde
Citação: Viana, Vera Gardênia Alves. O Trabalho na Estratégia de Saúde da Família na Perspectiva de Médicos e Enfermeiros. 2017. 94 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Atenção à Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4195
Data de defesa: 9-Mar-2017
Appears in Collections:Mestrado em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Vera Gardênia Alves Viana.pdfTexto Completo1,68 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.