???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4267
Tipo do documento: Dissertação
Título: Polimorfismo genético em endometriose: tendências na produção científica
Autor: Junqueira, Maria Gabriela Machado 
Primeiro orientador: Rodrigues, Flávia Melo
Primeiro coorientador: Moura, Katia Karina Verolli de Oliveira
Primeiro membro da banca: Cruz, Aparecido Divino da
Segundo membro da banca: Ferreira, Rui Gilberto
Resumo: A endometriose é caracterizada pela presença de tecido endometrial localizado fora da cavidade uterina. A prevalência gira em torno de 6 a 10%. Em relação à etiopatogenia, várias teorias são aceitas, porém alterações na biologia molecular do endométrio parecem ser fundamentais para o desenvolvimento dos focos ectópicos de endometriose. Mulheres com a doença podem ser assintomáticas ou apresentar queixas de dismenorreia, dispareunia, dor pélvica crônica e/ou infertilidade. Embora o diagnóstico definitivo necessite de uma intervenção cirúrgica, preferencialmente por videolaparoscopia, diversos achados nos exames físico, de imagem e laboratoriais já podem predizer, com alto grau de confiabilidade, que a paciente apresenta endometriose. A tendência atual é a busca de estratégias que possam identificar genes potenciais causadores da doença. A análise de polimorfismos tem contribuído para o melhor entendimento quanto ao cunho genético da endometriose. Assim sendo, torna-se importante abordar, por meio de análise quantitativa, o desenvolvimento do conhecimento em torno da endometriose. Para tanto, existem metodologias que permitem avaliar a produção científica em uma determinada área, como as análises cienciométricas. O objetivo deste estudo foi caracterizar a produção científica sobre endometriose e polimorfismos até 2013 a fim de avaliar as tendências e perspectivas do desenvolvimento no campo da genética com o uso desta instrumentação, por meio da análise cienciomética. Para isso foi realizado um levantamento bibliográfico no sítio Scopus, utilizando as palavras “polymorphism* genetic* AND endometriosis* OR molecular* marker* AND endometriosis*”. Foram realizadas diferentes abordagens de avaliação sobre os artigos: tipo de publicação, número de artigos/ano, autores, áreas, revistas, fator de impacto das revistas que mais publicaram, dentre outras. Como resultado, constatou-se um aumento no número de publicações em endometriose e polimorfismos no decorrer dos anos, principalmente nos países desenvolvidos. Observou-se relevante associação com infertilidade, câncer de ovário e endometrioma. Muitas pesquisas avaliaram genes como GSTM1 e PROGINS.
Abstract: Endometriosis is characterized by the presence of endometrial tissue, localized outside the uterine cavity. The prevalence is about 6 to 10%. Concerning the etiopathogenesis, several theories are accepted although disruption in endometrial molecular biology seems to be fundamental to the development of endometriosis ectopic focuses. Women with the disease may be asymptomatic or may present complaints of dysmenorrhea, dyspareunia, chronic pelvic pain and/or infertility. Although the definitive diagnosis needs a surgical intervention, mainly by laparoscopy, many findings obtained by physical examination, imaging and laboratory tests can predict, with a high degree of reliability, that the patient has endometriosis. The current trend is the search for strategies that can identify potential genes causing the disease. The analysis of polymorphisms has contributed to a better understanding about the genetic nature of endometriosis. Thus, it becomes important to address, by quantitative analysis, the development of knowledge about endometriosis. In order to do so, there are methodologies for assessing scientific production in a certain field, such as scientometrics analysis. The purpose of this study was to characterize the scientific literature on endometriosis and polymorphisms by 2013 in order to assess trends and development prospects in the field of genetics with the use of this instrumentation, through scientometric analysis. A literature survey was conducted on the site Scopus, using the words “polymorphism* genetic* AND endometriosis* OR molecular* marker* AND endometriosis*”. We used different approaches to assess the articles: publication type, number of articles/year, authors, field, scientific magazines, and the impact factor of journals among other factors. As a result, there was an increase in the number of publications in endometriosis and polymorphism over the years, especially in developed countries. There was significant association with infertility, ovarian cancer and endometrioma. Much research assessed genes such as GSTM1 and PROGINS.
Palavras-chave: endometriose, polimorfismos genéticos, marcadores moleculares.
endometriosis, polymorphism genetic, molecular marker.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Ciências Agrárias e Biológicas::Curso de Biologia Bacharelado
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Genética
Citação: Junqueira, Maria Gabriela Machado. Polimorfismo genético em endometriose: tendências na produção científica. 2015. 84 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Genética) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4267
Data de defesa: 19-Jun-2015
Appears in Collections:Mestrado em Genética

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria Gabriela Machado Junqueira.pdfTexto Completo1,12 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.