???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4277
Tipo do documento: Dissertação
Título: Avaliação Baropodométrica Estática e sua Relação com o Equilíbrio, a Atividade Física e Medidas Antropométricas de Idosos da Comunidade
Título(s) alternativo(s): Static baropodometric evaluation and its relationship with balance, physical activity and anthropometric measurements of the elderly in the community.
Autor: Alves, Camilla Monteiro 
Primeiro orientador: Vitorino, Priscila Valverde de Oliveira
Primeiro membro da banca: Corrêa, Krislainy de Sousa
Segundo membro da banca: Braz, Nídia Maria Dias Azinheira Rebelo
Resumo: Este estudo teve como objetivo verificar a relação entre as variáveis da análise estática da baropodometria com o equilíbrio, o tempo de atividade física semanal e as medidas antropométricas de idosos da comunidade. Trata-se de um estudo transversal descritivo, realizado com idosos de três instituições na cidade de Goiânia, Goiás. Foram coletados dados de caracterização sociodemográfica, econômica e de condições gerais de saúde; realizada a avaliação estática pela baropodometria e o cálculo do índice de arco para classificar os tipos de pé. Também foram aplicados o Timed Up and Go (TUG), a Escala de Berg, a avaliação do tempo de atividade física semanal e realizadas medidas antropométricas. O teste de Shapiro-Wilk foi utilizado para verificar a distribuição dos dados das variáveis. Para correlações foram utilizados os testes de Pearson ou Spearman. Foram avaliados 84 idosos, com média de idade de 70,5 ± 6,9 anos, 88,1% do sexo feminino, 73,8% relataram ter cor da pele branca e apresentaram uma renda média mensal de R$ 3.313,9 ± 2.387,0. As doenças mais relatadas foram: 49 (58,3%) hipertensão arterial sistêmica, 21 (25%) osteoporose, 16 (19,1%) deficiência visual e 10 (11,9%) osteoartrose. A circunferência abdominal média foi de 89,7 ± 10,4 cm, a circunferência média da panturrilha foi de 36,1 ± 3,3 cm e em 77 (95,1%) dos idosos não houve perda de massa muscular. O IMC apresentou média de 26,8 ± 3,7 Kg/m². A média do tempo de atividade física moderada na semana foi de 173,0 ± 140,4 minutos, da atividade física intensa foi de 134,8 ± 67,5 minutos. Entre os avaliados 61,3% eram ativos e 38,7%, sedentários. A média do escore final da Escala de Berg foi de 53,3 ± 6,7 pontos e do tempo de realização do TUG foi de 8,8 ± 2,6 segundos. Foram avaliados 168 pés, existindo predomínio tanto no pé esquerdo (84,5%) quanto no pé direito (79,8%) de pés neutros. Houve um maior predomínio de descarga de peso no pé esquerdo (50,9 ± 5,4%) e em região de retropé (52,5 ± 7,1%) de ambos os lados. Houve uma maior oscilação ântero-posterior do centro de gravidade corporal (47%; IQ: 43,5-52,0). Houve correlação positiva fraca entre os valores das pressões plantares direita (r=0,39 e p<0,01) e esquerda (r=0,23 e p=0,04) com o IMC. Houve correlação positiva fraca entre o tempo de atividade física moderada na semana e o equilíbrio avaliado pela Escala de Berg (r=0,27 e p=0,02). Concluiu-se que os idosos eram em sua maioria obesos, ativos, sem perda de massa muscular e apresentaram bom equilíbrio com baixo risco de quedas. Houve correlação positiva entre os valores das pressões plantares direita e esquerda com o IMC e correlação positiva entre o tempo de atividade física moderada na semana com o equilíbrio (pontuação da Escala de Berg).
Abstract: This study aimed to verify the relationship between the static analysis of baropodometry with the balance, the weekly physical activity time and the anthropometric measures of the elderly in the community. This is a descriptive cross-sectional study carried out with elderly individuals from three institutions in the city of Goiânia, Goiás. Data were collected on sociodemographic, economic and general health conditions; performed the static evaluation by baropodometry and the calculation of the arch index to classify foot types. Timed Up and Go (TUG), Berg Scale, weekly physical activity time and anthropometric measurements were also applied. The Shapiro-Wilk test was used to verify the distribution of the variables data. Pearson or Spearman tests were used for correlations. A total of 84 elderly individuals, with a mean age of 70,5±6,9 years, 88,1% female, 73,8% white skin color and average monthly income of R$ 3.313,90±2.387,0. The most commonly reported diseases were: 49 (58,3%) arterial hypertension, 21 (25,0%) osteoporosis, 16 (19,1%) visual impairment and 10 (11,9%) osteoarthrosis. The mean abdominal circumference was 89,7±10,4 cm, the mean calf circumference was 36,1±3,3 cm and in 77 (95,1%) of the elderly there was no muscular loss. The BMI presented an average of 26,8±3,7 Kg/m². The mean moderate physical activity time in the week was 173,0±140,4 minutes, of the intense physical activity was 134,8±67,5 minutes. Among those evaluated, 61,3% were active and 38,7% were sedentary. The mean score of the Berg Scale was 53,3±6,7 points and the TUG time was 8,8±2,6 seconds. A total of 168 feet were evaluated, with a predominance of both the left foot (84,5%) and the right foot (79,8%) of neutral feet. There was a greater predominance of weight loss in the left foot (50,9±5,4%) and in the backfoot region (52,5±7,1%) on both sides. There was a greater anteroposterior oscillation of the center of gravity of the body (47,0%; IQ:43,5-52,0). There was a weak positive correlation between the values of right (r=0,39 and p=0,0004) and left (r= 0,23 and p=0,0401) plantar pressures with BMI. There was a weak positive correlation between the time of moderate physical activity in the week and the balance evaluated by the Berg Scale (r=0,2773 and p=0,0231). It was concluded that the elderly were mostly obese, active, without loss of muscle mass and presented good balance with low risk of falls. There was a positive correlation between the values of right and left plantar pressures with BMI and positive correlation between the time of moderate physical activity in the week with the balance (Berg Scale score).
Palavras-chave: Idoso; Saúde do Idoso; Pé; Exercício Físico; Equilíbrio Postural.
Aged; Health of the Elderly; Foot; Exercise; Postural Balance.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Ciências Sociais e Saúde::Curso de Enfermagem
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Atenção à Saúde
Citação: Alves, Camilla Monteiro. Avaliação Baropodométrica Estática e sua Relação com o Equilíbrio, a Atividade Física e Medidas Antropométricas de Idosos da Comunidade. 2019. 71 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Atenção à Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia-GO.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4277
Data de defesa: 23-Feb-2019
Appears in Collections:Mestrado em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Camilla Monteiro Alves.pdfTexto Completo1,48 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.