???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4321
Tipo do documento: Dissertação
Título: A Trajetória do Mito e a Condição Humana nos Contos de Via-Sacra e a Cidade do Ócio, de José Mendonça Teles
Autor: Sampaio, Josefa Martins Lopes 
Primeiro orientador: Rodrigues, Maria Aparecida
Primeiro membro da banca: Oliveira, Éris Antônio
Segundo membro da banca: Rabelo, Sebastião Augusto
Resumo: Consta deste trabalho o estudo da Trajetória do Mito e a Condição Humana nos contos de Via-Sacra e A Cidade do Ócio, de José Mendonça Teles. Faz parte de nossa proposta dar especial atenção ao percurso do homem anônimo na cidade que o esmaga, através da violência, da massificação, do erotismo, do consumismo e de muito outros males típicos desta época. Faremos uso principalmente do método fenomenológico, motivo por que pretendemos captar as linhas filosóficas inseridas no processo estabelecido pela poética de JMT. Pretendemos analisar os personagens em seus aspectos de “tipos fracassados, indivíduos desfibrados, incompetentes para viver” no dizer de Mário de Andrade. Ressaltaremos nesses seres fictícios o desequilíbrio gerado pela hipocrisia nas relações conjugais, a busca de “sentido à vida”, a luta pela sobrevivência numa cidade cujas portas estão fechadas àqueles que não tiveram oportunidades de se munirem do arsenal necessário à guerra por um bom emprego; a angústia daqueles que desejam ter fidelidade aos valores que lhes foram transmitidos e, ao mesmo tempo, sem forças para resistirem aos prazeres que a vida lhes oferece (principalmente o sexo). Todos esses fatores tornam-se motivos para levarem os personagens a se desentenderem com eles mesmos, com os outros e com o meio, polarizados pelo antagonismo Ética e Prazer, Prazer e Castigo. Daremos ênfase à longa caminhada dos personagens, percurso em que eles vão construindo (ou destruindo) as mais diversas representações deles mesmos, de acordo com as situações que se lhes apresentam. Buscaremos captar as espécies de opressão e descaracterização que a vida urbana vai apresentando ao homem nas megalópolis (Goiânia, especificamente), no processo de metamorfose de pacatas cidades províncias que se transformam em “embriões do caos da sociedade contemporâneas e da modernidade”, conforme Camus (1.999 p.130) Viver numa cidade é uma arte, o narrador precisa,pois, do vocabulário da arte e do Estilo para estabelecer essa relação peculiar entre homem e espaço que existe na contínua interação criativa da vida urbana em Goiânia. Esse estilo e essa arte são o objetivo maior deste trabalho.
Abstract: Is at work studying the trajectory of Myth and the Human Condition in tales of Via Sacra, and A Cidade do Ó’cio, from Jose Mendonça Teles. It is part of our proposal to give special attention to the trajectory of the anonymous man in the city that smashes through violence, the mass, the eroticism, the consumerism and many other phenomena typical of this season. We will use mainly the phenomenological method, so we want to capture the philosophical lines inserted in the process established by the poetics of J.M.T. We want to analyze the characters in various aspects of “types failed, individuals grinder, incompetent to live” in the words of Mario de Andrade. We emphasize these fictitious beings created by the imbalance hypocrisy in marital relations, the search for “meaning to life”, the struggle for survival in a city whose doors are closed to those who have not had opportunities to carry the arsenal necessary to war for a good job; the anguish of those who wish to have loyalty to the values which were transmitted and at the same time, with no strength to resist the pleasure that life offers them (mainly the sex). All these factors become grounds to bring the characters to falling out with themselves, with others and the environment, polarized by antagonism Ethics and Pleasure, Pleasure and Punishment. We will focus on the long journey of the characters, they will journey into building (or destroying) the most diverse representations of themselves, according to the situations presented to them. We capture the species of oppression and adulteration that urban life is presenting the man in megacities (Goiania, specifically), in the process of metamorphosis from quiet provincials cities that are transformed into “chaos embryos of contemporary society and modernity” as Camus (1999 p.130) Living in a city is an art, the narrator therefore needs the vocabulary of art and style to create unique relationship between man and space that exists in the continuous creative interaction of urban life in Goiania. The style and art that is the prime objective of this work.
Palavras-chave: Cidade. Opressão. Angústia. Mitos.
City. Oppression. Anguish. Myths.
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Formação de Professores e Humanidade::Curso de Letras
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Letras
Citação: Sampaio, Josefa Martins Lopes. A Trajetória do Mito e a Condição Humana nos Contos de Via-Sacra e a Cidade do Ócio, de José Mendonça Teles. 2008. 111 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Letras) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia-GO.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4321
Data de defesa: 27-Nov-2008
Appears in Collections:Mestrado em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Josefa Martins Lopes Sampaio.pdfTexto Completo582,78 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.