???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4334
Tipo do documento: Dissertação
Título: Influência da Sazonalidade na Densidade e uso do Ambiente por Podocnemis Unifilis Troschel, 1848 (Testudines, Podocnemididae) na Área de Influência da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, Rio Xingu, Pará
Autor: Cintra, Carlos Eduardo Domingos 
Primeiro orientador: Silva Jr, Nelson Jorge da
Primeiro membro da banca: Paulo, Pedro Oliveira
Segundo membro da banca: Silva, Wilian Vaz
Resumo: A perda de habitat pela fragmentação e degradação do ambiente decorrentes das atividades humanas é o impacto mais relevante para a drástica redução da biodiversidade. Todavia, para as populações de quelônios amazônicos, sobretudo do gênero Podocnemis, soma-se ainda a coleta direta de ovos e indivíduos adultos, que são historicamente e culturalmente utilizados na alimentação por povos indígenas desde antes da colonização europeia, persistindo nas populações ribeirinhas até os dias atuais. Apesar do crescente interesse acadêmico que levou ao aumento das publicações científicas sobre estes podocnemidídeos, a maioria dos estudos têm abordado os aspectos reprodutivos em sítios de desova nos grandes rios brasileiros. São raros os estudos que abordam a densidade, o uso do ambiente e como as variações sazonais influenciam seu comportamento de termorregulação em habitats sobre forte pressão antrópica. A implantação da hidrelétrica de Belo Monte, acarretará em relevantes modificações ambientais, tanto em ecossistemas aquáticos como terrestres. Conhecer os parâmetros ecológicos de Podocnemis unifilis a priori do represamento do rio é extremamente importante para avaliar as respostas a estas alterações ambientais e nortear ações que visem minimizar os efeitos negativos que tais alterações possam representar a esta espécie. Neste estudo, avaliou-se os diferentes fatores que aliados a variação sazonal possam influenciar na abundância e densidade populacional de P. unifilis neste trecho do rio Xingu. Durante os trabalhos de campo foram realizadas contagens visuais de espécimes em atividade de termorregulação durante os quatro diferentes ciclos hidrológicos regionais, buscando determinar a densidade, a abundância e possíveis preferências de uso do habitat, e suas relações com variáveis abióticas como temperatura do ar e água e a profundidade do corpo hídrico. Como resultado observou-se que a densidade populacional de P. unifilis não é uniforme entre as áreas amostrais, provavelmente devido à ocupação humana desigual na região do estudo. Quanto à sazonalidade, evidencia-se um maior número de indivíduos avistados durante a vazante do rio Xingu seguida pela estação de enchente. A diferença na abundância entre as estações não foi estatisticamente significativa, e por estar diretamente ligada à abundância, a densidade apresentou o mesmo padrão de variabilidade ao longo dos períodos sazonais. No que se refere ao uso do habitat, não foi possível determinar estatisticamente preferências quanto às margens utilizadas por estes animais. Porém, nota-se uma distribuição desigual nestes ambientes, que podem também estar relacionados a ocupação antrópica irregular entre as duas margens e ao conhecido movimento migratório sazonal desta espécie. De modo geral, quando se avalia a influência da temperatura da água e profundidade dos locais de avistamento, entre ciclos hidrológicos, não se verificou diferenças estatísticas com correlação positiva. Entretanto, quando a variável ambiental analisada é a temperatura do ar observa-se uma forte significância estatística quando comparada a densidade populacional em todos os ciclos hidrológicos avaliados, sugerindo que esta variável ambiental pode melhor explicar os padrões de densidade. As diferenças observadas na densidade populacional entre as áreas amostrais e ciclos hidrológicos neste trecho do rio Xingu, reforçam a importância de conhecer a influência das características ambientais no processo de dispersão e uso do ambiente frente ao consumo indiscriminado desta espécie pela comunidade local. Ademais, os dados obtidos possibilitarão que estudos comparativos a posteriori a implantação usina hidrelétrica de Belo Monte permitam conhecer o real efeito destas alterações ambientais sobre essa importante categoria zoológica.
Abstract: The habitat loss by environmental degradation and fragmentation due to human activities is the most relevant impact to the drastic reduction of biodiversity. However, to the populations of Amazonian chelonians, above all the animals of the genus Podocnemis, we must add the direct capture of eggs and adult individuals that are historically and culturally used as food by indigenous people since before the European colonization persisting on riverine populations to this day. Despite the increasing academic and conservationist, interest that lead to the growth scientific publications about these podocnemidideans in the Amazon, most of the studies have dealt with reproductive aspects in nesting sites in large Brazilian rivers. Rare are the studies that deal with density, environmental use, and how seasonal variations influence their thermoregulatory behavior in habitats highly pressured by anthropic pressure. The construction Belo Monte hydroelectric power plant, on the Xingu River, Pará, will cause relevant environmental changes either aquatic or terrestrial ecosystems. To know the ecological parameters of Podocnemis unifilis a priori of the river impoundment, it is extremely important to evaluate the responses to these environmental changes and to guide actions directed to minimize the negative effects of such alterations might represent to this species. In this study, we evaluated the different factors that, together with the seasonal variation, might influence on the population abundance and density of P. unifilis in this area of the Xingu River. During field works, we proceeded with visual count of specimens in thermoregulatory activity on the three sampling areas, during the four regional hydrological cycles, seeking out density, abundance and possible preferences of habitat use and its relationships with abiotic variables as air and water temperature and depth of the water body. As a result, we observed that the population density of P. unifilis is not uniform among the sampling areas, probably due the unequal human occupation of the study area. As to seasonality, there were evidences of a higher number of individuals sighted during the dry season of the Xingu River followed by the rainy season. The abundance difference between seasons was not statistically significant and the density presented the same pattern of variability along the season periods. As to habitat use it was not possible to statistically determine preferences as to the side (left or right) nor the kind of margin (island or riverbank) used by these animals. However, it was noted a uneven distribution on these environments which might also be related with the irregular anthropic occupation between both margins and to the known seasonal migratory movement of this species. Generally, when we evaluate the influence of water temperature and depth of the sighting spots, between hydrological cycles, we did not verify statistical differences with positive correlation. However, when the environmental variable analyzed is the air temperature we observed a strong statistical significance when compared to the population density in all hydrological cycles evaluated. We suggest that this environmental variable may better explain the density patterns when the method used to estimate abundance is the count of the number of specimens in thermoregulatory activities. The differences observed in the population density among sampling areas and hydrological cycles in this part of Xingu River demonstrate the importance of knowing the influence of the environmental characteristics in the process of habitat use facing the indiscriminate consumption of this species by the local community. Moreover, the data obtained will enable that comparative studies a posteriori of the Belo Monte hydroelectric power plant impoundment permit to know the real effect of these environmental changes on this important zoological category.
Palavras-chave: abundância, tracajá, impacto ambiental, ecologia.
abundance, tracajá, environmental impact, ecology.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Ciências Médicas, Famacêuticas e Biomédicas::Curso de Biomedicina
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Ciências Ambientais e Saúde
Citação: Cintra, Carlos Eduardo Domingos. Influência da Sazonalidade na Densidade e uso do Ambiente por Podocnemis Unifilis Troschel, 1848 (Testudines, Podocnemididae) na Área de Influência da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, Rio Xingu, Pará. 2016. 99 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Ciências Ambientais e Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia-GO.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4334
Data de defesa: 10-Oct-2016
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Ambientais e Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Carlos Eduardo Domingos Cintra.pdfTexto Completo8,82 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.