???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4337
Tipo do documento: Dissertação
Título: Representação social do abuso sexual infantil e as práticas escolares em professores do ensino fundamental
Autor: Tavares, Fernanda Maria Siqueira 
Primeiro orientador: Costa Neto, Sebastião Benício da
Primeiro membro da banca: Costa, Danilo Suassuna Martins
Segundo membro da banca: Campos, Pedro Humberto Faria
Resumo: Essa dissertação traz contribuições acerca da representação social do abuso sexual infantil e as práticas escolares em professores do ensino fundamental. Adotou-se como objetivo primário conhecer a representação social do abuso sexual infantil, elaborados por professores do ensino fundamental. Objetivou-se, secundariamente, compreender como essas representações impactam suas práticas escolares; identificar a existência ou não de novas práticas pedagógicas, visando a dar suporte à criança vítima de abuso sexual, no ambiente escolar; identificar como os professores percebem a relação entre escola, família, conselho tutelar e outras unidades de atenção especial, no caso de crianças vítimas de abuso sexual. O primeiro capítulo trata-se de uma revisão sistemática da literatura, cujo objetivo foi analisar a construção teórica das representações sociais e das práticas. No segundo capítulo, objetivou-se identificar, descrever e analisar o papel do professor frente a situações de abuso sexual e como o mesmo participa do sistema de garantia de direitos da criança e do adolescente. No terceiro capítulo, foi realizado um estudo qualitativo, descritivo com base em uma análise lexicográfica. Participaram 8 professores da rede municipal de ensino de São Luís de Montes Belos, que já tiveram alunos que sofreram abuso sexual. Utilizou-se como instrumento a entrevista semiestruturada sobre a representação social. As entrevistas foram formuladas a partir de eixos temáticos. Observou-se que ainda que se busque compreender e conhecer o abuso sexual infantil, os professores dispõem de representações que os eximem da responsabilidade frente ao abuso. Conclui-se que existe uma necessidade latente de uma formação continuada para que os professores possam repensar suas práticas frente a essas situações
Abstract: This dissertation brings contributions about the social representation of child sexual abuse and school practices in elementary school teachers. The primary objective was to know the social representation of child sexual abuse, elaborated by elementary school teachers. The second objective was to understand how these representations impact their school practices; to identify the existence or not of new pedagogical practices, aiming at supporting the child victim of sexual abuse, in the school environment; identify how teachers perceive the relationship between school, family, guardianship and other special attention units in the case of child victims of sexual abuse. The first chapter deals with a systematic review of the literature, whose objective was to analyze the theoretical construction of social representations and practices. In the second chapter, the objective was to identify, describe and analyze the role of the teacher in relation to situations of sexual abuse and how he participates in the system of guaranteeing the rights of children and adolescents. In the third chapter, a qualitative, descriptive study was carried out based on a lexicographic analysis. Participants included 8 teachers from the municipal school network of São Luís de Montes Belos, who already had students who suffered sexual abuse. The semi-structured interview on social representation was used as instrument. The interviews were formulated from thematic axes. It was observed that even if one seeks to understand and know child sexual abuse, teachers have representations that exempt them from responsibility for abuse. We conclude that there is a latent need for continuous training so that teachers can rethink their practices in these situations
Palavras-chave: Representação Social; Abuso Sexual; Práticas; Professores; Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente.
Social Representation; Sexual Abuse; Practices; Teachers; System of Guaranteeing the Rights of Children and Adolescents.
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Ciências Sociais e Saúde::Curso de Psicologia
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Psicologia
Citação: Tavares, Fernanda Maria Siqueira. Representação social do abuso sexual infantil e as práticas escolares em professores do ensino fundamental. 2019. 90 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia-GO.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4337
Data de defesa: 1-Feb-2019
Appears in Collections:Mestrado em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fernanda Maria Siqueira Tavares.pdfTexto Completo783,36 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.