???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4411
Tipo do documento: Dissertação
Título: Arte da sedução em tempos hipermodernos na literatura, de João Gilberto Noll, e no filme Demolição, de Jean-Marc Vallée
Título(s) alternativo(s): Art of seduction in hypermodern times in literature, by João Gilberto Noll, and in the film Demolição, by Jean-Marc Vallée
Autor: Oliveira, Adriana Ataíde de 
Primeiro orientador: Rodrigues, Maria Aparecida
Primeiro membro da banca: Vedoin, Gilson
Segundo membro da banca: Ferreira, Elizete Albina
Resumo: Esta dissertação estuda os apontamentos que identificam as características que compõem a identidade hipermoderna na obra de João Gilberto Noll: A Máquina de ser, sendo escolhidos os contos “No dorso das horas”, “Convívio” e “A máquina de ser”, e no filme Demolição, de Jean-Marc Vallée. As imagens dos corpus, com seus discursos, norteiam as análises sobre as seguintes temáticas: hipermodernidade, vazio, poder, liquidez, consumo, individualismo extremo e sedução. São temas entrelaçados, apesar de terem estéticas diferentes, mas também aproximadas. A fase da modernidade flui para a hipermodernidade em que os estudos partem de conceitos dos anos de 1970 até a pós-modernidade. O objetivo geral é identificar os elementos estéticos que compõem a identidade hipermoderna nos contos de Noll e no filme Demolição. As questões levantadas sobre os elementos estéticos nos contos e do filme em análise e sobre quais as relações que as obras têm com os conceitos de sedução na fase hipermoderna retratam as hipóteses. Há uma personalização do vazio no qual a teoria hipermoderna lipovetekyana sustenta o modo de existir no mundo do homem contemporâneo. Os resultados mostram as artes comparadas na hipermodernidade que desencadeiam as noções estéticas das caracterizações temáticas, em que o objeto artístico passa pelo transestético no espaço e tempo, com personalidades que se identificam com o homem hipermoderno, socialmente hedonista e de narcisismo extremo
Abstract: This dissertation studies the notes that identify the characteristics that compose the hypermodern identity in the work of João Gilberto Noll: The Machine of being, being chosen the tales “In the back of the hours”, “Conviviality” and “The machine of being”, and in Demolition, by Jean-Marc Vallée. The images of the corpus, with their speeches, guide the analysis on the following themes: hypermodernity, emptiness, power, liquidity, consumption, extreme individualism and seduction. They are intertwined themes, although they have different aesthetics, but also approximate. The phase of modernity flows into hypermodernity in which studies move from concepts from the 1970s to postmodernity. The overall goal is to identify the aesthetic elements that make up hypermodern identity in Noll's short stories and in the movie Demolition. The questions raised about the aesthetic elements in the short stories and the film under analysis and about the relations that the works have with the concepts of seduction in the hypermodern phase portray the hypotheses. There is a personalization of emptiness in which the lipovetekyan hypermodern theory supports the way of existing in the world of contemporary man. The results show the comparative arts in hypermodernity that trigger the aesthetic notions of thematic characterizations, in which the artistic object goes through the transesthetic in space and time, with personalities that identify with the hypermodern man, socially hedonistic and extreme narcissism.
Palavras-chave: Estéticas comparadas. Hipermodernidade. Sedução. Vazio extremo
Comparative aesthetics. Hypermodernity. Seduction. Empty extreme
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Formação de Professores e Humanidade::Curso de Letras
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Letras
Citação: Oliveira, Adriana Ataíde de. Arte da sedução em tempos hipermodernos na literatura, de João Gilberto Noll, e no filme Demolição, de Jean-Marc Vallée. 2019. 119 fl. Dissertação( Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Letras) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4411
Data de defesa: 5-Dec-2019
Appears in Collections:Mestrado em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Adriana Ataíde de Oliveira.pdf1,95 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.