???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4479
Tipo do documento: Dissertação
Título: A trajetória do homem / arte em Camus e o cordel de Leandro Gomes de Barros: existência e absurdo, pontos e contrapontos
Título(s) alternativo(s): The trajectory of man / art in Camus and the cord of Leandro Gomes de Barros: existence and absurdity, points and counterpoints
Autor: Nascimento, Maurício Rosa do 
Primeiro orientador: Pinto, Divino José
Primeiro membro da banca: Pinheiro Neto, José Elias
Segundo membro da banca: Rodrigues, Maria Aparecida
Resumo: Desenvolver análises da literatura é sempre uma atividade complexa, por envolver conceitos e percepções distintas, sob a visão de cada leitor. Pensando nisso, este estudo foi proposto com o objetivo de discorrer acerca dos conceitos de existência e absurdo à luz de obras de Albert Camus, versos Leandro Gomes de Barros. Como objetivos específicos, delimitou-se a necessidade de apresentar o histórico e vida de Albert Camus, destacando sua noção de existência e absurdo, assim como ressaltar a história vida e publicações de Leandro Gomes de Barros, especificamente direcionadas para a existência e o absurdo, além de evidenciar como estes dois autores mantêm percepções similares e ao mesmo tempo distintas, no que concerne à natureza e sentido dos termos `existência¿ e `absurdo¿. Para tanto, foi desenvolvida uma revisão da literatura que trata da temática em epígrafe, a partir da coleta, seleção e análise de publicações sobre o tema, em livros, revistas e artigos científicos disponibilizados na rede da internet, sob domínio público, em bancos de dados diversos. Verifica-se que sob o olhar de Camus, a ligação que une o homem ao mundo é considerada com fundamento no confronto da ideia de existência e absurdo, uma vez que o autor salienta divergências na realidade vivenciada pelos indivíduos, que se mostra carregada de consequências das ações praticadas por cada ser, tratando se, portanto, de uma relação inversa de existência e absurdo. Por outro lado, Barros apresenta uma noção similar à de Camus, porém, em uma abordagem cômica, levantando questões mais leves, no que tange à existência humana e suas vivências, o que faz com que seus textos apresentem o absurdo com uma noção mais suave do que é realmente vivenciado pelo homem cotidianamente. Conclui-se que Camus trata a existência e o absurdo sob um olhar triste, tenso, rígido, enquanto Barros aborda o mesmo objeto a partir de uma visão cômica e leve, para que o leitor consiga se integrar suavemente aos seus textos
Abstract: Developing analyzes of literature is always a complex activity, because it involves different concepts and perceptions, under the view of each reader. Thinking about this, this study was proposed with the aim of discussing the concepts of existence and absurdity in the light of works by Albert Camus, verses Leandro Gomes de Barros. As specific objectives, the need to present the history and life of Albert Camus, highlighting his notion of existence and absurdity, as well as highlighting Leandro Gomes de Barros's life and publications history, specifically directed to existence and absurdity, as well as to show how these two authors maintain similar and at the same time distinct perceptions regarding the nature and meaning of the terms 'existence' and 'absurdity'. In order to do so, a review of the literature dealing with the subject matter was developed, based on the collection, selection and analysis of publications on the subject, in books, magazines and scientific articles made available on the Internet, under public domain, in banks of different data. It is verified that under Camus's eye, the connection that unites man to the world is considered based on the confrontation of the idea of existence and absurd, since the author points out differences in the reality experienced by individuals, which is full of consequences of the actions practiced by each being, thus dealing with an inverse relationship of existence and absurdity. On the other hand, Barros presents a notion similar to that of Camus, but in a comic approach, raising lighter questions regarding human existence and his experiences, which makes his texts present the absurd with a softer notion of what is really experienced by man on a daily basis. It is concluded that Camus treats the existence and the absurd under a sad, tense, rigid look, while Barros approaches the same object from a comic and light vision, so that the reader can integrate itself smoothly to its texts
Palavras-chave: Camus, Barros, Homem, Existência, Absurdo.
Camus, Barros, Man, Existence, Absurd.
Área(s) do CNPq: Linguistica, Letras e Artes: Letras
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Formação de Professores e Humanidade::Curso de Letras
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Letras
Citação: Nascimento, Maurício Rosa do. A trajetória do homem / arte em Camus e o cordel de Leandro Gomes de Barros: existência e absurdo, pontos e contrapontos. 2020.71 f. Dissertação( Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Letras) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4479
Data de defesa: 20-Feb-2020
Appears in Collections:Mestrado em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maurício Rosa do Nascimento.pdf1,25 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.