???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4484
Tipo do documento: Dissertação
Título: As imagens da mulher afro-brasileira em Olhos D'Água, de Conceição Evaristo
Título(s) alternativo(s): Images of Afro-Brazilian women in Olhos D'Água, by Conceição Evaristo
Autor: Araújo, Roselene Cardoso 
Primeiro orientador: Vieira Júnior, Paulo Antônio
Primeiro membro da banca: Camargo, Flávio Pereira
Segundo membro da banca: Rodrigues, Maria Aparecida
Resumo: Esta pesquisa desenvolve análise do livro Olhos D'Água, de Conceição Evaristo. A leitura dos contos da autora é realizada tendo em vista as representações das imagens relacionadas à mulher afro-brasileira. A pesquisa parte da perspectiva de que Evaristo empreende a descolonização da mulher negra ao situá-la em um espaço discursivo rumo à libertação da herança colonialista. É marca presente na produção da escritora uma postura em que prevalece o resgate do ser social e em que se entrecruzam ou se confundem realidade e ficção, originando o que a autora denominou de "escrevivência". Nesse processo, a autora coloca em evidência, no centro das narrativas, figuras da sociedade que se localizam no gueto, no espaço ignorado e se vinculam a uma cadeia hierárquica social na qual, no topo, está o homem branco e, na sequência, a mulher branca, subsegue o homem negro e, por último, a mulher negra que, ao se diferenciar da branca e do homem, torna-se "o outro do outro", uma subcategoria duplamente subalternizada. Essa categoria de mulher está presente nas discussões, principalmente, no que se refere à busca por direitos e de visibilidade, processo alcançado de forma significativa por personagens como Ana Davenga, Duzu-Querença, Luamanda, Cida, Natalina e Salinda, dentre outras, que assumem autonomia sobre seus corpos, de modo a superar a objetificação do sistema colonial branco, responsável por controlar, animalizar e sexualizar o corpo de mulheres negras. Percebe-se, também, que a consciência emancipadora empreende o questionamento das condições históricas que gestaram a exclusão e a submissão. No estudo, encontra-se sob destaque a conquista da voz e do reconhecimento desse lugar de fala, pois a figura subalternizada encontra autorrealização, o que não ocorre numa sociedade colonialista Desenvolve-se, ainda, leitura da ancestralidade como sendo um palimpsesto da cultura, buscada no cerne da identidade afrodescendente. Isto é, o itinerário literário de Conceição Evaristo refaz o caminho da sua ancestralidade feminina para, assim, (re)construir a identidade de sujeitos afrodiaspóricos. O suporte teórico que dirige as análises reside, principalmente, nas obras de autoras que debatem os conceitos de lugar de fala, feminismo negro, literatura de autoria feminina e a intersecção gênero, etnia e classe social, como Djamila Ribeiro (2019), Luiza Lobo (1993), Grada Kilomba (2019), Gaytri C. Spivak (2010), bell hooks (2019), dentre outros
Abstract: This research develops an analysis of the book Olhos D'Água by Conceição Evaristo. The reading of the author's short stories is carried out considering the representations of images related to Afro-Brazilian women. The reading of the author's content is carried out considering the representations of images related to Afro-Brazilian women. The research starts from the perspective that Evaristo undertakes the decolonization of black women by placing her in a discursive space towards the liberation of the colonialist heritage. A posture in which the rescue of the social being prevails is a present trace in the writer's production. It is also noticed that reality and fiction are intertwined or put together, originating what the author called "escrevivência". In this process, the author highlights figures of the society in the center of the narratives who are found in the ghetto (the ignored space) and are linked to a social hierarchical chain which brings the white man at the top and, subsequently, the white woman. After them comes the black man and, finally, the black woman who, by differentiating herself from both the white woman and the white man, becomes "the other of the other", a doubly subalternized subcategory. This category of women is present in the discussions mainly relating to the pursuit of rights and visibility. This process is achieved by characters such as Ana Davenga, DuzuQuerença, Luamanda, Cida, Natalina and Salinda among others who assume autonomy over their bodies. They do that in order to overcome the objectification of the white colonial system which is responsible for controlling, animalizing and sexualizing the body of black women. It is also noticed that the emancipating consciousness undertakes the questioning of the historical conditions that generated the exclusion and submission. In the study, the conquest of the voice and the recognition of this standpoint are highlighted since the subordinate figure finds self-realization, what does not occur in a colonialist society. Also, the reading of the ancestry is developed as being a palimpsest of the culture that is sought at the heart of Afro-descendant identity. In other words, Conceição Evaristo's literary itinerary retraces the path of her female ancestry in order to (re)construct the identity of aphrodiasporic individuals. The theoretical support that directs the analyzes lies mainly in the works of authors who debate the concepts of standpoint, black feminism, female-authored literature, the intersection of gender, ethnicity and social class, as Djamila Ribeiro (2019), Luiza Lobo ( 1993), Grada Kilomba (2019), Gaytri C. Spivak (2010), bellhooks (2019), among others
Palavras-chave: Conceição Evaristo. Mulher negra. Lugar de Fala. Descolonização.
Conceição Evaristo. Black woman. Standpoint. Decolonization.
Área(s) do CNPq: Linguistica, Letras e Artes: Letras
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Formação de Professores e Humanidade::Curso de Letras
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Letras
Citação: Araújo, Roselene Cardoso. As imagens da mulher afro-brasileira em Olhos D'Água, de Conceição Evaristo. 2020. 83 f. Dissertação( Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Letras) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4484
Data de defesa: 21-Feb-2020
Appears in Collections:Mestrado em Letras
Mestrado em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Roselene Cardoso Araújo.pdf936,96 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.