???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4648
Tipo do documento: Dissertação
Título: Suscetibilidade de Escherichia coli resistente a ciprofloxacino isolada de infecção do trato urinário de origem comunitária
Título(s) alternativo(s): Suscetibilidade de Escherichia coli resistente a ciprofloxacino distinta de infecção do trato urinário de origem comunitária
Autor: Silva, André Luiz Fernandes da 
Primeiro orientador: Carmo Filho, José Rodrigues do
Resumo: A Infecção do Trato Urinário (ITU) é uma das infecções bacterianas mais prevalentes no adulto, causando morbidade aguda e crônica. O objetivo do estudo foi analisar as características epidemiológicas e microbiológicas dos pacientes com infecções do trato urinário de origem comunitária causada por Escherichia coli resistente a Ciprofloxacino no Município de Goiânia-GO. Método: Estudo de série temporal, conduzido no período de janeiro de 2011 a dezembro de 2017, na cidade de Goiânia, em que foram analisados registros de uroculturas positivas de origem comunitária que resultaram no isolamento e identificação de Escherichia coli resistente a Ciprofloxacino, os exames de urocultura foram provenientes de quatro laboratórios clínicos da cidade de Goiânia - GO. Resultados: Dos 20.272 antibiogramas avaliados, foi identificado cultura positiva para E. coli em 12.866 (65,9%) laudos. Desse total, 3.363 (26,1%) eram resistentes à Ciprofloxacino. A maior proporção das ITU ocorreu no sexo feminino (90,1%), porém maiores taxas de resistência foram identificadas em isolados no sexo masculino (40,9%) (p<0,001), assim como a maior chance de infecção foi no sexo masculino [2.132 (1,891-2,402)]. Maiores proporções de resistência com as respectivas médias de crescimento de resistência sucessivamente, foram para Ácido Nalidixico (81,7%) e + 5,9, Norfloxacina (59,5%) e - 72,8, Amoxicilina/Clavulanato (27,1%) e + 1,4, Nitrofurantoína (26,5%) + 508,8; seguido por Tobramicina (22,3%) - 61,4, Ceftriaxona (13,5%) e + 250,0. Conclusão: Houve aumento do crescimento médio da resistência aos principais antibióticos usados no tratamento da ITU de origem comunitária. A proporção da resistência foi elevada para Nitrofurantoína, Norfloxacina, Amoxilina/Clavulanato, Ceftriaxona e Tobramicina. A tendência do crescimentoda resistência foi estável para os antimicrobianos analisados, exceto para a gentamicina, que decresceu
Abstract: Introduction: Urinary Tract Infection (UTI) is one of the most prevalent bacterial infections in adults, causing acute and chronic morbidity. The aim of the study was to analyze the epidemiological and microbiological characteristics of patients with community-based urinary tract infections caused by Ciprofloxacin-resistant E. coli in the city of Goiânia-GO from 2011 to 2017 Method: Time series study, performed from 2011 to 2017, with the participation of four clinical laboratories. All the positive urine cultures with the corresponding antibiogram were considered. Only the first report of each patient was included in the analysis, and the reinfection cases that occurred three or more months after the first one. Results: from 20,272 antibiograms evaluated, positive culture for E. coli was identified in 12,866 (65,9%) reports. Of this total 3,363 (26,1%) were resistant to Ciprofloxacin. The highest proportion of UTI occurred in females (90,1%), but higher resistance rates were identified in isolates in males (40,9%) (p<0.001), as well as the highest chance of infection was in males [2,132 (1,891-2,402)]. Higher resistance proportions with the respective resistance growth averages were, respectively, for Nalidix Acid (81,7%) and + 5,9, Norfloxacin (59,5%) and - 72,8, Amoxicillin/Clavulanate (27,1%) and + 1,4, Nitrofurantoin (26,5%) + 508,8; followed by Tobramycin (22,3%) - 61,4, Ceftriaxone (13,5%) and + 250,0. Conclusion: There was an increase in the average growth of resistance to the main antibiotics used in the treatment of community-based UTI. The proportion of resistance was high for Nitrofurantoin, Norfloxacin, Amoxacillin/Clavulanate, Cefriaxone and Tobramycin. Resistance growth trend was stable for the analyzed antimicrobials, except for the decreasing gentamicin
Palavras-chave: Infecção do Trato Urinário; Infecção de Origem Comunitária; Resistência a Antibióticos; Escherichia coli
Urinary Tract Infection; Community-Acquired Infection; Antibiotic Resistance; Escherichia coli.
Área(s) do CNPq: Ciências da Saúde
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Ciências Médicas, Famacêuticas e Biomédicas::Curso de Biomedicina
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Atenção à Saúde
Citação: Silva, André Luiz Fernandes da. Suscetibilidade de Escherichia coli resistente a ciprofloxacino isolada de infecção do trato urinário de origem comunitária. 2019. 73 fl. Dissertação( Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Atenção à Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4648
Data de defesa: 30-Aug-2019
Appears in Collections:Mestrado em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
André Luiz Fernandes da Silva.pdf1,35 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.