???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4777
Tipo do documento: Dissertação
Título: Fatores associados ao conhecimento e letramento em saúde de indivíduos com diagnóstico de hepatite C crônica em acompanhamento ambulatorial
Título(s) alternativo(s): Factors associated with health knowledge and literacy of individuals diagnosed with chronic hepatitis C in outpatient follow-up
Autor: Marques, Lorena Costa Francisco 
Primeiro orientador: Vila, Vanessa da Silva Carvalho
Primeiro coorientador: Moraes, Katarinne Lima
Primeiro membro da banca: Brasil, Virginia Visconde
Resumo: O deficit de conhecimento e o baixo letramento em saúde (LS) acerca das medidas preventivas, controle e tratamento da hepatite C (HC) são desafios que impedem a eliminação desta doença e comprometem a qualidade de vida e o cuidado em saúde. O LS envolve a capacidade do indivíduo obter, acessar e compreender informações para a tomada de decisões em saúde. O objetivo deste estudo foi analisar os fatores associados ao conhecimento e letramento em saúde de indivíduos com diagnóstico de hepatite C crônica em acompanhamento ambulatorial. Estudo transversal, analítico, realizado entre janeiro e agosto de 2020. Participaram da pesquisa 105 indivíduos, cujos dados foram coletados por meio de três instrumentos: formulário estruturado com questões sociodemográficas, clínicas e acerca do tratamento medicamentoso; avaliação do conhecimento sobre hepatite C; e a versão brasileira do Health Literacy Questionnaire (HLQ-Br). As variáveis contínuas e categóricas que demonstraram associação significativa com a resposta na análise univariada (p<0,1) foram incluídas no modelo de regressão linear múltipla. As associações entre as variáveis foram analisadas pelo test F, e a qualidade do ajuste do modelo final, por meio do R-quadrado ajustado. Na análise de regressão linear múltipla, as variáveis idade, não ter companheiro, escolaridade e tabagismo foram associadas a menores escores de conhecimento sobre hepatite C. Os itens de conhecimento que tiveram os piores desempenhos foram relacionados à natureza e formas de transmissão da doença. As dimensões do LS com menores escores foram: “informações suficientes para cuidar da saúde” e “entender as informações sobre saúde e saber o que fazer”. A análise multivariada apresentou R2 elevado em três dimensões do LS: "avaliação de informações de saúde" (R2 : 0,35), "encontrar boas informações de saúde" (R2 : 0,32) e "compreensão de informações de saúde" (R2 : 0,48). As variáveis independentes que apresentaram associação negativa com os escores do HLQ-Br foram idade ("ter informações suficientes; encontrar boas informações de saúde e compreender as informações de saúde", p<0,001); tratamento ("avaliação das informações de saúde", p<0,001); hipertensão ("navegando no sistema de saúde", p<0,05), "entendendo informações de saúde", p<0,05) e tipo de transmissão ("entendendo informações de saúde" p<0,05). O conhecimento sobre a doença foi preditor de melhores escores em dimensões do LS. Os resultados confirmam que a hepatite C crônica é um desafio para os sistemas de saúde, em termos da elaboração de estratégias que promovam o efetivo engajamento do paciente com o processo terapêutico. A análise do conhecimento e letramento dos pacientes em acompanhamento ambulatorial em um serviço de saúde brasileiro permitiu inferir avanços e desafios a serem enfrentados para que o Brasil atinja a meta traçada pela Organização Mundial da Saúde no plano de eliminação da Hepatite Viral até 2030. A principal dificuldade tem sido implementar estratégias que melhorem a capacidade de compreensão das informações sobre doença e tratamento, bem como as habilidades dos profissionais de saúde para se comunicarem com pacientes com hepatite C crônica
Abstract: Among the challenges for eliminating hepatitis C (HC), there are deficits in knowledge and low health literacy (LS) regarding preventive measures, control and treatment. LS involves the individual's ability to obtain, access, understand basic information and services needed to make health decisions. This study aimed to analyze the factors associated with health knowledge and literacy of individuals diagnosed with chronic Hepatitis C in outpatient follow-up. The cross-sectional analytical study was carried out between January and August 2020. One hundred five patients were interviewed. Information was collected from sociodemographic, clinical; a knowledge assessment instrument was applied through a self-report instrument on the causes and transmission of hepatitis C infection; and the Brazilian version of the Health Literacy Questionnaire (HLQ-Br). Continuous and categorical variables that showed a significant association was included in the multivariate analysis. The associations between the variables were analyzed using the F test. The quality of the fit of the final model through the adjusted R-square. Four variables were associated with knowledge about HC: age (p <0.001), having a partner (p = 0.009), high school education and higher education (p <0.001) and smoking (p = 0.009). The knowledge items that had the worst performance were related to the nature of the disease and transmission. The dimensions of the LS with the lowest scores were enough information to take care of health; and understand health information and know what to do. The multivariate analysis showed R2 elevated in three dimensions of the LS "health information assessment" (R2: 0.35), "finding good health information" (R2: 0.32) and "understanding health information" (R2: 0.48). The independent variables that showed a negative association with the HLQ-Br scores were age ("having enough information; finding good health information and understanding health information", p <0.001); treatment ("health information assessment", p <0.001); hypertension ("navigating the health system", p <0.05), "understanding health information", p <0.005) and type of transmission ("understanding health information" p <0.05). Knowledge about the disease was a predictor of better scores in LS dimensions. The results showed that chronic hepatitis C is a challenge for health systems in terms of developing strategies that promote the effective engagement of the patient with the therapeutic process. The analysis of the knowledge and literacy of patients in outpatient follow-up at Brazilian health service showed advances and challenges to be faced so that Brazil reaches the goal, set by the World Health Organization, of eliminating Viral Hepatitis by 2030. Especially in terms of the need for strategies that improve the ability to understand disease and treatment, as well as the skills of health professionals to communicate with patients with chronic hepatitis C.
Palavras-chave: Letramento em Saúde; Conhecimento; Hepatite C Crônica; Autogestão
Health Literacy; Knowledge; Chronic Hepatitis C; Self-management.
Área(s) do CNPq: Ciências da Saúde
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Ciências Sociais e da Saúde
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Atenção à Saúde
Citação: MARQUES, Lorena Costa Francisco. Fatores associados ao conhecimento e letramento em saúde de indivíduos com diagnóstico de hepatite C crônica em acompanhamento ambulatorial. 2021. 145 f. Dissertação (mestrado) -- Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Escola de Ciências Sociais e da Saúde, Goiânia, 2021.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4777
Data de defesa: 20-Apr-2021
Appears in Collections:Mestrado em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Lorena Costa Francisco Marques.pdfTexto Completo5,05 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.