???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4788
Tipo do documento: Dissertação
Título: Transição do cuidado de idosos com demência do contexto hospitalar para domiciliar : revisão integrativa
Título(s) alternativo(s): Transitions of care of older adults with dementia from hospital to home : an integrative review
Autor: Dias, Jamilly Conceição Brito 
Primeiro orientador: Rezende, Marina Aleixo Diniz
Primeiro coorientador: Vila, Vanessa da Silva Carvalho
Primeiro membro da banca: Souza, Adenicia Custodia Silva e
Resumo: A transição do cuidado é uma ação que visa coordenação e boa comunicação entre pessoas de diferentes formações, experiências e habilidades para que ocorra a continuidade da assistência, na transferência de pacientes entre diferentes serviços de saúde ou até mesmo transferência para o próprio domicílio. Este processo inclui pacientes, familiares e cuidadores, portanto o idoso com demência está mais propenso a hospitalizações recorrentes e demandará das famílias um preparo para o gerenciamento do cuidado. Assim, o propósito dessa revisão integrativa foi analisar as evidências científicas sobre o cuidado transicional de idosos com demência do contexto hospitalar para o domiciliar. A questão norteadora deste estudo: “Quais as evidências disponíveis na literatura sobre a transição do cuidado hospitalar para o domiciliar de idosos com demência?”. A busca dos estudos primários foi em novembro de 2020, as bases de dados utilizadas foram: LILACS; MEDLINE; CINAHL; EMBASE; WEB OF SCIENCE. A amostra foi composta por cinco estudos primários, foram publicados na Austrália, Estados Unidos e Canadá. Em relação a hierarquia de evidência, todos os estudos primários obtiveram classificação VI. Observou-se nos estudos que há uma similaridade entre as intervenções de cuidado transicional nos países. As mais citadas foram: o uso da tecnologia como uma excelente ferramenta nos serviços de saúde; uso do prontuário eletrônico; plano de cuidado individualizado com associação de instrumentos diários da assistência hospitalar; educação permanente em saúde; aprimoramento da comunicação entre a equipe multiprofissional, cuidadores/familiares; monitoramento após a alta hospitalar e o principal, inserção do paciente e o cuidador/familiar no planejamento de alta. Em síntese, as principais implicações para o aprimoramento do cuidado transicional de idosos com demência descritos nos estudos revisados e que apontam caminhos para promover o cuidado transicional seguro são a comunicação contínua e eficaz entre família, profissionais de saúde e serviços de saúde comunitários. O enfermeiro, na maioria das vezes, demonstrou ser o principal responsável pelo planejamento e execução da transição do cuidado, uma vez que é o profissional que está diretamente ligado no cuidado destes pacientes, desde a sua admissão até a alta hospitalar, porém este processo envolve diversos atores. A comunicação entre os diversos níveis de saúde é uma excelente estratégia de transição de cuidados, uma vez que o sistema de saúde é composto por diversos níveis de saúde. É certo que cada país garante o acesso ao serviço de saúde de uma determinada forma, mas entender sobre o processo saúde-doença do paciente é de extrema relevância para eficácia do cuidado transicional e potencialização do paciente, cuidador e familiar neste processo.
Abstract: Transitions of care are actions aim at coordination and good communication between people from different backgrounds, experiences, and skills so that the continuity of care occurs in the transfer of patients between different health services or even transfer to their own home. This process includes patients, families, and caregivers. It is essential to prevent recurrent hospitalizations of older adults with dementia and require families to prepare for care management. Thus, this integrative review aimed to analyze the scientific evidence on the transitional care of older adults with dementia from hospital to home. The research question was: "What is the scientific evidence available on the transitions of care of older adults with dementia from hospital to home?" The search for primary studies was in November 2020, and the databases used were LILACS; MEDLINE; CINAHL; EMBASE; WEB OF SCIENCE. The sample consisted of five primary studies published in Australia, the United States and Canada. All primary studies obtained a VI level of evidence classification. It was observed in the studies that there is a similarity between the transitional care interventions in the countries. The research evidence mainly the use of technology as an excellent tool in health services; use of electronic medical records; individualized care plan with an association of daily hospital care instruments; health educations strategies; improving communication between the Healthcare team, family caregivers; monitoring after hospital discharge and the central insertion of the patient and the family caregivers in the discharge planning. In summary, the main implications for improving transitional care for older adults with dementia described in the reviewed studies that point to ways to promote safe transitional care are continuous and effective communication between family, health professionals and community health services. Most of the time, it proved to be the main responsible for the planning and execution of the care transition, since it is the professional who is directly linked to the care of these patients, from their admission to hospital discharge, but this process involves several actors. Communication between different levels of health is an excellent strategy for the transition of care. Since the health system is composed of different levels of health, each country inevitably guarantees access to health services in a certain way but understand the patient's health-disease process and are highly relevant to the effectiveness of transitional care and empowerment the patient, caregiver and family in this process
Palavras-chave: Idoso. Cuidado Transicional. Demência. Alta do paciente
Aged. Transitional Care. Dementia. Patient discharge
Área(s) do CNPq: Ciências da Saúde
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Escola de Ciências Sociais e da Saúde
Programa: Programa de Pós-Graduação STRICTO SENSU em Atenção à Saúde
Citação: DIAS, Jamilly Conceição Brito. Transição do cuidado de idosos com demência do contexto hospitalar para domiciliar: revisão integrativa. 2021. 73 f. Dissertação (mestrado) -- Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Escola de Ciências Sociais e da Saúde, Goiânia, 2021.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/4788
Data de defesa: 30-Apr-2021
Appears in Collections:Mestrado em Atenção à Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jamilly Conceição Brito Dias.pdfTexto Completo1,09 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.