???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/694
Tipo do documento: Tese
Título: MUDANÇAS NA CORPOREIDADE/SUBJETIVIDADE DURANTE A FORMAÇÃO UNIVERSITARIA: ESTUDANTES DE PEDAGOGIA E PSICOLOGIA.
Autor: Siqueira, Teresa Cristina Barbo 
Primeiro orientador: Carneiro, Maria Esperança Fernandes
Primeiro membro da banca: Barrio, Juan Bernardino Marques
Segundo membro da banca: Petrelli, Rodolfo
Terceiro membro da banca: Schultz, Lenita Maria Junqueira
Quarto membro da banca: Baldino, José Maria
Resumo: Este estudo teve como objetivo interpretar e analisar o processo contraditório da formação profissional da corporeidade/subjetividade em estudantes dos cursos de Pedagogia e Psicologia em uma das Universidades de Goiânia, que buscam na educação superior educação/conhecimento para melhor inserção no mercado de trabalho e melhores condições de vida. A importância dessa temática - corporeidade/subjetividade - está presente na atualidade por ser o corpo que expressa as necessidades humanas e é para ele que convergem tanto interesses sociais, como políticos e econômicos, assim como é nele que se acumula uma série de práticas e de discursos. Para tal, investigou-se: quem são esses sujeitos sociais alunos (as) do curso de Pedagogia e Psicologia; que conceito ou conceitos de corporeidade seriam considerados nesse estudo; que corporeidade/subjetividade esses (as) estudantes possuem; e as modificações que ocorreram em relação a sua corporeidade/subjetividade no período que cursaram a universidade. A pesquisa de caráter quanti-qualitativa envolve a abordagem fenomenológica para interpretar a percepção do próprio corpo, do corpo do outro, a vivência da corporeidade e o materialismo histórico dialético para analisar o corpo educado/profissionalizado e a suas relações sociais. Para tanto, contou-se com a participação de 10% de alunos do curso de Psicologia e Pedagogia 142 alunos. Era necessário conhecer como os alunos entravam nos cursos e como terminavam a sua formação inicial. Assim, foram utilizados um questionário com 21 questões objetivas e subjetivas e entrevistas que englobavam aspectos ligados à identificação do sujeito; territorialidade; aspectos socioeconômicos do estudante e família; aspectos da escolha do curso; as questões de gênero; a formação da identidade profissional; mudanças na lógica de raciocínio; formas de comportamento; valorização do corpo; modo de se vestir e a relação desses aspectos com a formação para o trabalho. Os alunos (as) do curso de Pedagogia demonstraram que o curso os tem levado ao desenvolvimento do pensamento mais organizado e entendimento das situações propostas pelo professor, com perspicácia. Entretanto, as difíceis condições de trabalho/sobrevivência propiciam uma formação aligeirada, ainda que mudanças no modo de ser, após a entrada na universidade, fossem apontadas como positivas. No curso de Psicologia, no que se refere ao desenvolvimento do raciocínio, os alunos (as) informaram uma ampliação da visão de mundo em primeiro lugar, depois o pensamento tornou-se mais organizado; e em terceiro lugar houve o desenvolvimento intelectual. Eles (as) constataram que passaram a se perceberem com maior responsabilidade, com necessidade de estudar e liberdade de agir. Com base nos resultados, conclui-se que houve mudanças na corporeidade/subjetividade dos estudantes dos cursos de Pedagogia e Psicologia. Entretanto, tais mudanças foram insuficientes para que os alunos (as) dos dois cursos compreendessem a educação como processo de formação e de aprendizagem socialmente elaborado e destinado a contribuir na promoção da pessoa humana enquanto sujeito da transformação social, que transforma e é transformado. A leitura crítica do mundo, é como um fazer/ação políticopedagógico que envolve a organização da classe popular para intervir na reinvenção da sociedade, ainda está distante da práxis do cotidiano destes alunos (as).
Abstract: This study aimed to understand, interpret and analyze the procedure in the education of corporeity/subjectivity of students of Pedagogy and Psychology at a university in Goiânia, who seek in the higher education learning/knowledge for better insertion in the labor market and better living conditions. The importance of this theme - corporeity/subjectivity - is present nowadays due to the fact that it expresses the human needs, once the social, political and economic interests converge to it. In addition, it builds up a series of practices and discourses. Therefore, some issues were investigated: who these social subjects are - students of Pedagogy and Psychology, which concept or concepts of corporeity would be considered in this study, what corporeity/subjectivity these students have, and the changes that occurred in relation to its corporeity/subjectivity in the period they were at university. This research is quantitative and qualitative in nature, as well as dialectic. It involves the phenomenological approach to interpret the perception of oneself, of the other, the experiences of the corporeity and the dialectical and historical materialism to analyze the educated/professionalized self and their social relations. The research had the participation of 10% of the students from the Pedagogy and Psychology courses (142 students). To do so, it was necessary to know how students started the courses and how their initial formation finished. A questionnaire with 21 questions was used in this research, and also subjective and objective interviews that were taped. The questionnaires and interviews focused on the process experienced by certain and concrete individuals. They encompassed the aspects related to the identification of the subject; territoriality; socioeconomic aspects of the student and his/her family, educational aspects involving the choice of the course, the gender; the formation of professional identity; changes occurred since the university entrance such as logic reasoning; forms of behavior; value of the body; how to dress and, finally, the relationship of these aspects with the formation for the work. The Pedagogy students showed that the course has led them to the development of a more organized thinking and a better understanding of the situations proposed by the teacher. However, the difficult working conditions/survival provides a faster formation, even though changes in the way of being after entry into the university were identified as positive. In the Psychology course, specifically in relation to the development of reasoning, the students surveyed reported that first, there was an expansion of world view, then, the thought became more organized, and thirdly, there was the intellectual development. The Psychology students began to perceive themselves with greater responsibility, greater need to study and also freedom of behavior. Based on the results, there is a conclusion that there were changes in corporeity/subjectivity of the students from Pedagogy and Psychology courses. However, such changes were not enough for the students of both courses to understand the education as a process of formation and socially elaborated learning, which is set to contribute in promoting the human person as a subject of social transformation, who transforms and is transformed. A critical reading of the world such as the political-pedagogic making/action that involves the organization of the working class to intervene in the reinvention of the society is still far from the daily practice of such students.
Palavras-chave: Corporeidade
Subjetividade
Estudantes Universitários
Formação Profissional
Trabalho
Corporeity
Subjectivity
Undergraduate Students
Professional formation
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da instituição: PUC Goiás
Departamento: Ciências Humanas
Programa: Stricto Sensu - Doutorado em Educação
Citação: SIQUEIRA, Teresa Cristina Barbo. MUDANÇAS NA CORPOREIDADE/SUBJETIVIDADE DURANTE A FORMAÇÃO UNIVERSITARIA: ESTUDANTES DE PEDAGOGIA E PSICOLOGIA.. 2010. 302 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, GOIÂNIA, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/694
Data de defesa: 17-Aug-2010
Appears in Collections:Doutorado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TERESA CRISTINA BARBO SIQUEIRA.pdf2 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.